domingo, 21 de agosto de 2016

VAI PRA ONDE?


Checco Zalone é um comediante tão famoso na Itália que ele nem se dá ao trabalho de dar outro nome para o personagem que interpreta em "Funcionário do Mês", a maior bilheteria italiana de todos os tempos. Sim, bateu "Star Wars", "Titanic", tudo. O Checco do filme é um barnabé, uma caricatura do funcionário público idêntica à que temos aqui no Brasil: o sujeito que trabalha pouco e desfruta da estabilidade de todas as benesses que o estado oferece a seus empregados. Mas os tempos estão mudando e, lá como cá, também há uma forte pressão da sociedade para cortar custos e diminuir a burocracia. E aí o emprego dos sonhos de Checco se vê ameaçado, a não ser que ele aceite cargos em lugares onde mais ninguém quer ir. Assim começa um périplo por toda a Itália e até pela Noruega e a África, justificando o título original em latim - "onde vou?" - também uma referência ao clássico romance bíblico "Quo Vadis?". "Funcionário do Mês" é o equivalente italiano das nossas neochanchadas com Leandro Hassum, mas a edição acelerada e a acidez do roteiro não deixa o timing cair (e timing é tudo em comédia, mais importante do que a piada em si). Li uma crítica devastadora no jornal e fui ver por dever do ofício, meio que preparado para não gostar. E não é que eu achei molto divertente?

Um comentário: