segunda-feira, 15 de agosto de 2016

O POVO NÃO É BOBO

Quinta passada fiz uma coluna no F5 sobre tudo o que os mimadinhos dos americanos estão estranhando Brasil. No dia seguinte, um jornalista do "New York Times" ousou atacar a iguaria-símbolo do Rio de Janeiro, o biscoito Globo. E eu, que nunca gostei muito do troço, me enchi de brios e patriotice carioca, e agora exijo uma retratação. Ou melhor: exijo que o cara leia a resposta do Sensacionalista. Biscoito Globo é praia, é sol, é mate misturado com limão, é um pedaço da minha infância e uma constante na minha vida. Agora só falta criticarem o Zeca Pagodinho, a cerveja Brahma ou o cinema pernambucano. Também não curto nada disso, mas não hesitarei em pegar em armas para defender a honra pátria.

22 comentários:

  1. New York Times detesta tudo que tem o nome globo( rede globo, jornal globo , biscoito globo, globo News ) e adora cinema Pernambucano, os filmes de Kleber Mendonça sempre recebeu boas criticas deste jornal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os gringos reclama da torcida mal educada que urra dentro de um salão onde se disputa uma partida de esgrima ou de tênis de mesa. Até um tenista alemão que caiu, torceu o tornozelo e teve de abandonar uma partida foi vaiado. Provavelmente gente que não conseguiria fazer 50 abdominais ou 50 flexões de braço seguidas está ai berrando para desestabilizar quem dedicou a vida ao esporte e precisa de extrema concentração na hora de disputar a competição mais importante do mundo

      Excluir
  2. Detesto Zeca Pagodinho com cerveja Brahma. Prefiro Serge Gainsbourg com champagne e biscoitos típicos da confeitaria francesa.

    ResponderExcluir
  3. Tem muito gringo e paulista detestando o Rio Dizem que .“O carioca é muito porco, suja muito, é muito folgado. Se vê a diferença ao chegar no aeroporto do Rio de Janeiro e no de São Paulo. É um constrangimento, o táxi no Rio. Em São Paulo tem um carro bacana, com GPS. Chega ao Rio e o cara está de bermuda, sem o cinto de segurança. E diz: ‘Tá indo para onde? Aí? Ah, eu não levo, não!’. O que é isso? A primeira imagem que você tem da cidade é um cara assim. Isso é representativo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Odete Roitman sempre teve razão e continua tendo, mesmo do além! !!!

      Excluir
  4. Entendo que os americanos são chatos mas nos brasileiros ainda temos um problema serio em ouvir críticas. Eu vejo inglaterra ser zoada e criticada diariamente pela péssima cozinha sem crises. Não existe nação no mundo mais criticada diariamente do que os EUA tb sem crises.
    Agora a nossa baixa auto estima foi afetada por conta do biscoito Globo???
    Acho que os americanos falaram foi pouco. Deveriam ter dito que o biscoito globo é um retrato da nossa injustiça social. Geralmente o pacote é vendido por negros pobres para brancos de classe média que querem serviços oferecidos no desfrute da praia e acham que levar isoporzinho e comida é coisa de farofeiro. Temos serviçais nao apenas para o biscoito, mas pra carregar tb cadeira de praia, guarda sol e cervejinha na cooler.
    Para o show que ta horrível gente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi igual quando a bbc fez aquela chamada linda das olimpíadas mostrando os bichos e as florestas do rio. A elite pirou quando foi comparada com moradores das selvas.
      A zona sul pira quando os gringos mostram como ela é cafona.

      Excluir
    2. Patriotismo no Brasil é pura propaganda pra esconder os problemas do país. Me lembra a Coréia do Norte que vive de propaganda comunista pra iludir a população.
      O barraco do carioca está despencando e ele continua cantando que o Rio de Janeiro continua lindo...
      As olimpíadas é o maior golpe de marketing ever na cidade do Rio.

      Excluir
    3. Melhor preto vendendo Globo na areia do que fazendo arrastão, pensam os moradores de Ipanema, gays inclusive.

      Excluir
    4. Glória e Catete também são Zona Sul. Bicha que acha que ZS começa na Praça General Osório e termina na Praça Santos Dumont devia ser reprovada em Geografia.

      Excluir
  5. Os mimadinhos deviam estar agradecidas por 99% das coisas estarem dando certo. Ué, eles não sabiam q o Br é um país latino ultraviolento, subdesenvolvido assolado pela corrupção política e uma epidemia gravíssima do fatal, aí meu deus, zika virus? sabiam? Agradeçam tbm por não precisar estar com o cú na mão com uma olimpíada eu seu país, com um suuuper provável ou inevitável ataque terrorista. Contentem-se pelo nosso terrorismo ser "apenas" assaltos depois da volta da farra ou a incapacidade de mantermo uma piscina transparente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O COI já falou que esses foram os jogos mais difíceis de serem organizados na história.
      Ainda há a possibilidade de não ter as paralimpiadas por falta de verbas.
      Nem tão cedo vai ter Olimpíadas em países pobres novamente.

      Excluir
    2. Anônimo, que pena que você não tá aqui para ver tudo funcionando. Metrô maravilhoso, de primeiro mundo. Beijo pra você.

      Excluir
  6. Nem de "Tatuagem" você gostou? I miss Fuinha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei "Tatuagem", até o incluí na minha lista dos melhores filmes de 2013. Mas foi o único pernambucano de que realmente gostei. Quem sabe isto mude com "Aquarius", que eu estou muito curioso para ver.

      Excluir
  7. A menção ao cinema pernambucano soa como recalque.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Si, eu fiquei super ressentido por terem chamado a Soninha para "Aquarius". Testei tão bem para aquele papel...

      Excluir
    2. Carioca gosta de pornochanchadas _ apelativos, grosseiros e vulgares, da época da ditadura militar brasileira. Não se preocupem que esse tipo de filme vai voltar com o Presidente Temer e seu ministro sem cultura ocupando a pasta da cultura

      Excluir
    3. Elas ainda não se conformam de estarem desaparelhando o MinC. Só lamento.

      Excluir
  8. Como se pretzel fosse uma maravilha...(Sandra Coutinho no Instagram)

    ResponderExcluir
  9. Biscoito Globo tem gosto de biscoito Globo e foda-se quem não entendeu o sabor. E já cometi algumas "heresias": experimentei com mostarda, com patê de azeitonas, catchup, passei no azeite, no requeijão, calda de chocolate, chantili...mas o melhor é ao natural mesmo.

    ResponderExcluir