quinta-feira, 25 de agosto de 2016

CAFÉ PEQUENO


Este é um ano-não para Woody Allen. Seu filme de 2016, "Café Society", é bom como tudo o que o diretor já fez. Mas para mim pareceu um longo preâmbulo para alguma coisa que nem chega a acontecer. Os atores estão ótimos, cenários e figurinos mais lindos do que nunca, as piadas judaicas funcionam todas. E no entanto o roteiro não comove nem levanta algum dilema moral, ao contrário de outras vezes. No fundo, "Café Society" é só uma história de amor, mero pretexto para Woody se refugiar em seus queridos anos 1930. Ele talvez esteja se dedicando mais à série em seis episódios que anda preparando para a Amazon. Este longa não passa de um trabalho menor.

9 comentários:

  1. Café society, filme agradável , outra carta de amor de Allen para New York.

    ResponderExcluir
  2. Crimes e Pecados, pra mim, foi o ápice do que Woody Allen fez com forma e conteúdo; mas o velhinho é bom no que faz...mesmo quando filma só pra cumprir ponto

    ResponderExcluir
  3. Ele meio que vem contando a mesma história auto-biográfica há uns muitos anos, mas com mas intensidade ultimamente.

    ResponderExcluir
  4. um WA ruim é melhor que qquer filme em cartaz atualmente no cinema

    ResponderExcluir
  5. Jesse Eisenberg, atorzinho insuportável.
    Só serve como vilão mesmo, para que a gente possa odiar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Jesse mexe comigo. Gosto daquela carinha de idiota pretensioso.

      Excluir