quarta-feira, 6 de julho de 2016

UMA COISA SÓ

Uma maneira de saber se uma pessoa é homofóbica é perguntar como ela define homofobia. Se responder que é só a violência física contra os LGBT, baubau. O resto seria apenas "opinião": alguém que "não concorda com a prática homossexual" estaria apenas exercendo seu direito à livre expressão, e intolerante será quem achar que não. Mas o assassinato de Diego Vieira Machado no campus da UFRJ comprova, mais uma vez, que não dá para separar uma coisa da outra. Eu não quis me manifestar antes da polícia reunir indícios contundentes de que foi mesmo um crime de ódio - infelizmente, foi. O corpo estudante foi encontrado nu da cintura baixo, algo que um mero assaltante não se daria ao trabalho de fazer. Além do mais, surgiram e-mails ameaçadores, que se juntam às pichações reacionárias por todo o Fundão. Some-se a isto a crônica falta de segurança e até vigias truculentos, e está pronto o ambiente para que uma barbaridade dessas aconteça. Fico pasmo da reitoria não reprimir ou sequer investigar esses grupelhos, mas sei que algumas universidades públicas não têm dinheiro nem para produtos de limpeza. Aliás, é de uma boa faxina que a nossa cultura anda precisando: uma cultura que perdoa o estupro, culpa a vítima, persegue os diferentes e ainda posa de cristã. Mas quando eu vejo gays defendendo a extrema direita, me dá um desânimo...

54 comentários:

  1. Não concordo com tudo, mas, apesar disso, preciso dizer: obrigado, Tony! Seu blogue é um presente a todos nós.

    Meus sentimentos à família e aos amigos da vítima.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apenas por curiosidade. Com o q vc não concorda?

      Excluir
    2. Eles não costumam saber direito com oque não concordam, é que fica chic contestatório, tipo criar controvérsia. Mas vamos lá, e-mails ameaçadores, pichações reacionárias etc, são apenas a ponta do Iceberg, a grande massa "assassina" está dissimulada nos ódio de classe racismo bla bla bla muito bonitinhos de camisa polo e conservadorismo a toda prova. Dilma é retrógrada e Temer é progressista e Kátia Abreu é Louca.

      Excluir
  2. Já falei 10000000x CRIMINALIZA MISOGINIA HOMOFOBIA ODIO DE CLASSE

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menos, miga-sua-louca.

      Excluir
    2. A retardada deve ser da área vip. Querer criminalizar a luta de classes é a maior burrice que eu já li aqui. Mas, dessa classe de gays do qual ela deve pertencer, qualquer atitude bem excludente e preconceituosa é possível.

      Excluir
    3. A luta de classe é essencial para o desenvolvimento da democracia e aumento da competitividade de um país. Ela nunca vai acabar. Existe até hj nos paises mega desenvolvidos como Canada e Noruega. Por isso nao pode ser criminalizada. O problema nas nossas bandas é o preconceito entre brasileiros.

      Excluir
  3. Teve um professor da universidade de Montes Claros, MG que foi assasinado e teve os olhos perfurados. Esse tipo de conduta de desfigurar a vítima diz mais sobre o assassino do que sobre a vítima.

    ResponderExcluir
  4. O homofóbico precisa entender que:
    Não gostar é opção, agora respeitar é "Obrigação SIM"!
    Será que é tão difícil?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou deixar para a viada da Maizena responder.

      Excluir
    2. Pq da Maizena? rsrsrs

      Excluir
  5. Homofobia realmente é mais do que agressão física, mas a militância precisava ser mais inteligente e focar apenas nisso, num primeiro momento.

    Infelizmente, o aparelhamento de esquerda gera falta de estratégia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Moça, a homofobia verbal é o que motiva pessoas a cometer homofobia física. Os dois são inseparáveis. E mais: um motiva o outro.

      Lutar contra agressões físicas contra gays sem falar de agressões verbais (por mais sutis) é como enxugar gelo.

      Excluir
    2. E qual seria a sua estratégia rissolinha? Começar a convencer as pessoas de que ser gay é normal usando gente supostamente "normal"? I mean aquele gay que se aproxima do estereótipo dominante macho, branco e "bem sucedido"? Lendo as suas palavras eu percebo que infelizmente vc é um gay homofóbico. Está cheio deles por ai. Principalmente nessa turma de camarote, área vip e instagram. Aquele gay vendido que discrimina trans, travestis, afeminados, pobres e negros. Que idealiza um mundo mais preconceituoso do que ele vive. Cala a boca cara. Gente como vc faz pose de macho na rua e grita como uma fêmea na rua. Passe óleo de peroba na cara e tente se tornar um cidadão! Se falta estratégia para a esquerda, para vc falta inteligência.

      Excluir
    3. 15:40 Vc como gay não faz parte da militância? Vc não luta pelos seus direitos? Vc acha que militância é apenas os grupos e organizações LGBT? Vc faz alguma coisa além de trocar a sua foto no facebook quando um crime acontece? Limitadíssima.

      Excluir
    4. A estratégia de combate desse cara contra a homofobia é genial. É a estratégia de não ter estratégia e apenas criticar. Ele joga no colo da militância a responsabilidade de desenvolver uma estratégia que ele mesmo não tem. Infelizmente no Brasil as pessoas ligam a militância com gente pobre, feia, de esquerda que não toma banho nem lava o cabelo. A militância é pública e deve ser praticada por todos.

      Excluir
    5. 15:40 Verdade que em nenhum momento vc consegue se colocar acima desse binarismo estúpido e raso de esquerda e direita. Pfv cresça!
      "Tem gente que está do mesmo lado que você
      Mas deveria estar do lado de lá"r

      Excluir
    6. Isso que dá gente burra querendo dar de digital influencer. É a moda entre elas agora. Quem é do camarote não dá pra intelectual querida. O negro que vc coloca fora do seu camarote e ataca pq é de esquerda foi assassinado por aqueles que vc apoia. Tem noção da gravidade da situação?

      Excluir
    7. Estou tentando imaginar um slogan pra campanha do anon de 15:40. Que tal "Por favor parem de nos espancar até a morte, mas fiquem à vontade para fazem discursos que subtraem nossa dignidade humana :D"

      Excluir
    8. 21:39 Rindo muito aqui. Tipo, "pode ofender gay a vontade que tanto que não o mate". Acho que essa é a estratégia que ela quer sugerir. Ela tá emparelhada no GHB, deve ser isso.

      Excluir
  6. Num país com 50 mil assassinatos/ano e nem 8% vão a julgamento, nao vai ter gritaria gay e militante que vai inverter esse cenário de ódio, pois o brasileiro está violento até a alma, as pessoas tem pânico de sair na rua, infelizmente nós gays viramos a gota mais barulhenta mas só porque a midia anda ajudando, mas o cenário é bem complexo.

    ResponderExcluir
  7. Será que neste planeta tem algum País onde se respeitem as diferenças em todos os sentidos? Se alguém souber diga onde é, aquí no Brasil tudo está descontrolado, ninguém respeita a individualidade de ninguém, crítica - se e perseguem - se a todos seja o que for, maus tempos estamos vivendo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não há inocentes. Não aguento esse discurso de quem está chocado com o nível de ódio da população. No subúrbio de onde eu venho sempre foi assim.

      Excluir
    2. A resposta do porque o brasileiro esta violento até a alma é a chave. Você acha que esse bando de seres esculachados cotidianamente reagem como? Lhe garanto que é a minoria alienada que abre aquele sorriso de porteiro pobre humilde deslumbrado e gentil com "você".

      Excluir
    3. Evidente, teria alguma reação viado querer ser respeitado, negro fazer universidade, mulher se politizar etc. Acha que o DOUTOR iria aceitar isso tudo de bandeja, só que o caminho não tem volta e não haverá casa-grande que resista.
      (POR FAVOR, TUDO, MENOS FALAR DE CASA-GRANDE, ISSO LHES PROVOCA OS INSTINTOS MAIS PRIMITIVOS...)

      Excluir
    4. 20:31 não se preocupe gata. as bunitas já estão ardendo no caldeirão do inferno. estão desempregadas, com pouco dinheiro, disputando vaga com pobre bem educado, mal vistas na sociedade por não terem comprometimento social, foram desmascaradas, etc...

      Excluir
    5. 20:31 Democratização. Elas surtam com essa palavra.

      Excluir
    6. 23:23 O tempo passou, elas envelheceram...sozinhas, claro.

      Excluir
  8. Negro, gay, nordestino, cotista, estudante de Letras, poeta e provavelmente de esquerda. Para a turma que apoia MBL, Bolsonaro e Alexandre Frota, esse rapaz merece a morte. Vai ser lindu ver os gays no dia 31 na Paulista apoiando o PMDB de camiseta da CBF amarela.
    O recado foi dado. Quem não seguir a regra, dança!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fique tranquilo, farão um malabarismo tal, que parecerá QUE ESTÃO LUTANDO PELA MAIS DIVINA e honesta das causas, a mentalidade escravagista do Brasil não desaparecerá tão cedo.... violência violência violência, qual nada, o estado dá tiro na cabeça de criança de 10 anos e puta nenhuma culta fala um A por aqui. Mas dizer que vai abaixar a maioridade penal e etc ah é com elas mesmo rende uma pá de "controvérsia". O que precisa entrar na cabeça do "Brasil" é que sem justiça não haverá paz, e não dá para matar todos preto cotista e viados. E não há dinheiro no mundo que os protejam. Acreditem!

      Excluir
  9. O mio babbino caro
    Até quando contaremos nossos mortos? E entre um e outro vamos nos agredir com PT Direita Esquerda Camarote Pobre Branco Negro Nordestino Rico...pela enésima vez:
    "Vamos preparar uma canção
    Que faça acordar os homens
    E adormecer as crianças"
    (CDM)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Babuína vc é chata pra cacete. Meu Deus!

      Excluir
    2. Ainda bem que não sou só eu que acha isso. Babuína é o que na Criminologia alguns autores chamariam de vítima nata.

      Excluir
    3. Com todo respeito, não vá tomar no seu cu. Com o mundo em chamas vc sai da merda pra vir com seu discurso infinito de que é chato não é chato, se toca otário. Vai passar vergonha no campo. Agradeça, pelo visto a única forma de participar de um debate é vir desenrolar esse mantra. Vc nem existe seu verme. Vai ter que me engolir, como vem engolindo a anos em tem mais. Estou me lixando pra você que se encaixa direitinho do lado daqueles que sumiram daqui depois da merda de empoderarem Alexandres F5rotas. Fique tranquila terá ainda dezenas de oportunidades de expor sua sapiência, é chato não é chato. Voce somente não é capaz de entender que estamos diante de um cadáver que poderia ser eu vc ou qualquer um de nós. E isso é ser vítima nata vc queira ou não. Volte para a lama, pessoas como vc nem chatas conseguem ser, são nulidades, até quem sabe um dia infelizmente as manchetes o revelem. Mas para quem tem um mínimo de dignidade. Mais UMA COISA SÓ o momento é de luto.

      Excluir
    4. 13:53 calma lá. A babuina é chata mas não é escrota. Muito agressivo o seu discurso. Babaca mesmo é promotor de camarote, gueto e área vip que ganha dinheiro com a segregação.

      Excluir
  10. O final do post é ótimo. Disse tudo. O conservadorismo entre os gays no Brasil é de arrepiar. De Assustar. Eu já perdi a crença de formação de comunidade entre os LGBTs daqui. E a consequência disso ? Mais casos como o de Diego aos montes. Como já existe. Mas com aumentos cada vez mais substanciais. Nos EUA existem associações conservadoras de gays, mas que dentro da comunidade não possuem força. São rechaçados. Daí completamente entendível porque a Caitlyn Jenner é tão criticada pelos LGBTs americanos. A 'fofa' achava que se daria bem com a comunidade adotando sua crença conservadora, mas pode chamar de discriminatória que também dá certo. Que nada! É figura que causa repulsa entre os LGBTs de lá. Quando se ver Fernando Holiday e outros gays como ele sendo transformados em modelos de homossexuais por uma multidão de gays brasileiros, a gente constata a que nível se anda a consciência da população gay de nosso país. É triste. É muito triste.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todo mundo sabe que o conservadorismo do gay brasileiro está diretamente ligado a definição do seu status social. É diferente da Europa ou dos EUA.
      Não é cool nem chic ser a favor de movimentos populares, etc...tanto é que eles criaram uma manifestação própria deles, a da MBL na Paulista. Assim como usar uma roupa de determinada marca define seu grupo social, ser a favor do impeachment é tb um sinal de elitismo.
      Ninguém coloca a posição social em risco sem garantias de aceitabilidade.
      É impossível para um funcionário hoje chegar na sua empresa e dizer que foi golpe e que é a favor da Dilma. Ele é naturalmente eliminado do ambiente ou da rodinha de bate papo.Outra prova é a quantidade de trabalhadores que lutam por direitos que não são a favor deles mas das elites. Lutam pelos patrões para não perderem oportunidades ou ser demitido.
      Aquele ditado: "manda quem pode obedece quem tem juízo" nunca foi tão óbvia na história do Brasil. Nós não conhecemos o que é a democracia.

      Excluir
    2. Fernando Holiday é gay? Eu juro que não sabia. Mais um motivo para não gostar dele. Ele discursa tanto sobre negros mas nunca o ouvi fazer o mesmo por gays. Candidato a candidato a politico no armário não dá mesmooo. A direita é mesmo preconceituosa.

      Excluir
    3. Todo mundo viu aqui no auge do Fora Dilma a unha dos gatos racistas e fascistas rosnando a pleno pulmões aqui, é só dar uma busca, que está tudo lá. É de arrepiar. Em um determinado momento alguém até pergunta, esses "garotos" não tem pais?

      Excluir
  11. Tony, vais soltar algum post referente a matéria do The New York Times sobre a epidemia de violência antigay em nosso atrasado país ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que não. Eu li a matéria e, apesar de tudo aquilo lá ser verdade, não é novidade para nós. O diferencial foi ter saído no New York Times.

      Excluir
    2. Mas a matéria do NYT menciona o crescimento evangélico como um dos motivos. E ainda diz que essa onda evangélica é inspirada nas denominações americanas. Jornalista brasileiro não tem coragem de fazer esse link.

      Excluir
  12. Bunitas, vcs botaram o PT no poder durante 12 anos e o país foi pro buraco, incendiou, virou uma latrina, e vcs tem coragem de culpar uma meia dúzia de vermes ditos de direita que nem políticos são?
    Ou mesmo a oposição ao PT que sempre foi patética e nunca se opôs a nada?
    Desculpa, mas vcs estão piores do que os defensores da Dilma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Noooooossa como vc é sabia!

      Excluir
  13. Macho, gay, afeminado, esquerda, direita, homem, mulher, preto, branco, camarote, pista... Pessoal, pode tudo viu?!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Atualmente pode tudo sem se misturar, entende? Por exemplo, negros, travestis e trans não podem na área vip.

      Excluir
    2. De onde você tirou essa bobagem? Cansei de ver negro, trans e travesti em área VIP.

      Excluir
    3. Abre uma área vip e chama eles.

      Excluir
    4. Sim, é possível ver negros e trans dentro de uma área vip. Mas muito poucos. O preconceito é velado Tony. As áreas vips são um retrato horrível do Brasil que não deu certo.
      Tudo junto e misturado é como as coisas deveriam funcionar.

      Excluir
  14. Fofas, não existem vips no camarote da tw.

    ResponderExcluir
  15. Tony o que aconteceu com os comentários do seu blog? venho aqui desde 2010 e nunca vi um nível tão baixo.....

    Evitando ler os comentários no últimos meses....

    ResponderExcluir
  16. Não conhecia esse blog. Visualizei hoje, achei bem dinâmico; opiniões de todos os tipos. Mas a maior razão do ser humano é respeitar a decisão do outro..
    Qualquer tipo de preconceito é uma falta de respeito com o próximo.
    Vamos cada um viver a sua vida, e tudo vai dar certo.
    Amei seu blog Tony Goes. Muito informativo.
    Ass: John Ribeiro

    ResponderExcluir
  17. Gostei da variedade do blog. Bem comunicativo.
    Qualquer preconceito que houver com o outro ser é errado. Respeito é bom, e todo mundo gosta. Respeito sempre. Não a homofobia. Tony bem bolado o seu blog.

    ResponderExcluir