quinta-feira, 23 de junho de 2016

COM QUEM SERÁ? COM QUEM SERÁ?

"Looking" acabou justo quando estava ficando bom. A série gay da HBO durou apenas duas temporadas por causa da baixa audiência, mas provocou gritaria quando foi cancelada no começo do ano passado. Por isto, um filme amarrando a história será exibido pelo canal no final de julho nos Estados Unidos, e oxalá também por aqui. Pelo menos saberemos com quem a mocinha Patrick vai ficar.

25 comentários:

  1. Essa é fácil: ela vai ficar comigo!

    ResponderExcluir
  2. Fraquinha a série, uns caras chatos, apáticos, fazedores de DR, parece história de Jane Austen versão gay 2014 em San Francisco, fake, com valores e questões inexistentes, tipo o protagonista purinho. Um subtexto totalmente moralista (nada contra) camuflado de narrativa sobre a vida gay, pura enganação, finge que é arte mas é só pregação. Só bobo compra essa balela.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CHATO É VOCÊ CARA, CHATO É VOCÊ.

      Excluir
    2. Acho HILARIANTE quando alguém leva uma crítica a algo que gosta (série, música etc) como uma ofensa pessoal. É como se a pessoa se definisse *apenas* pelas próprias ideias e gostos supostamente fixos. É quase como se a gente não mudasse de ideia e de preferências durante a vida... Risos eternos.

      Querido, não se leve tanto a sério. Leve suas ideias a sério.

      Excluir
    3. Tadinho, gente, ficou chateado, eu respeito quem não tem idade mental para lidar com critica a algo que idolatra, fico com dó, o remedinho não deve estar na dosagem certa.

      Excluir
    4. 10:55 Concordo com vc. Série fraquíssima sem personagens marcantes.

      Excluir
    5. Que vergonha alheia desse Francisco Almeida.

      Excluir
  3. Esse menino é muuuuuuito lindo

    ResponderExcluir
  4. Ainda dá um aperto no peito até hoje. Nos meus 22 anos (quando o s01e01 foi ao ar) de vida nunca tinha visto uma série "100% gay" que eu gostasse tanto- sei que houveram outras nos anos 2000 mas eu era mt novo. Esperei bastante pelo o primeiro episódio e sofrí com o cancelamento, pois realmente estava gostando do que via. sniff sniff caiu até uma lágrima aqui rsrs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em vez de chorar por série, faça um bem a vc mesmo e vá estudar e melhorar esse português, não se usa "houveram", é sempre "houve". Bjs, ensino médio.

      Excluir
    2. Kkkkkkk esse Francis Almeida tá levando cada pancada tadinho.

      Excluir
    3. relaxa amigo, entendi seu ponto de vista. e não leve a série os comentários das bichas trolls, todas corajosíssimas por trás do anonimato. espero que vc tenha oportunidade de consumir não só este filme, mas muito conteúdo gay durante a sua vida. abraços

      Excluir
    4. Nóis trava gostando mesmo da bunita cerie dorei, quando nóis vai ver dinovu? Para o professor chato!

      Excluir
    5. Taí o público alvo da série bobinha: moçoilas sonhadouras de 22 anos (Cley, beijo!).

      Excluir
  5. muita coisa mudou desde o inglês queer as folk, casamento (ou união) gay, adoção por casais do mesmo sexo, barriga de aluguel, luta por direitos...
    mas essa série continuava baseada apenas no povo que vai ferver no clube e fica na fissura pelo amigo do namorado, não tinha como dar certo.
    espero que o filme dê algum destino(eterno enquanto dure) à esse mocinho que não dá para o namorado, mas libera para o patrão comprometido...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bee, please, e os meninos de 18 ou 22 aninhos lá querem saber de cacura adotando criança? A série não vingou porque era chata e contava uma história modorrenta com um elenco que não pecava pela inteligência nem higiene.

      Excluir
  6. beeeeaaammm, a série tem uma estética 70's não traz nada de novo. E o novo é isso tudo aí, que não passa pelas bunitas de pulseirnha dos 90's

    ResponderExcluir
  7. Dawson's Creek bicha. Insuportável.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você é tão raso que só conseguiu enxergar isso em meio aos conflitos existenciais dos personagens. Bobão.

      Excluir
    2. Pois é, não tenho sua evidente profundidade. Snif, snif. Vou passar 3 episódios sofrendo, chorando, me lamentando e problematizando isso com outros personagens.

      Excluir
  8. Só eu me identifiquei pencas com o Patrick?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não. Várias outras bichinhas problemáticas também.

      Excluir
  9. Aff quanto gay que odeia série de gay, deve ser da turma que vota no bolsofóbico kkk. Mais engraçado ainda é que HOUVERAM comentarios de anônimo em apoio ao próprio comentário. Parabéns querido, você é patético.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Risos. Agora criticar uma série gay pela sua (falta de) qualidade é o mesmo que apoiar o Bolsonaho? Vergonha alheia desse F Almeyda.

      Excluir
  10. O mio babbino caro
    As meninas estão terríveis, se é sobre "política", se engalfinham, se é sobre uma série gay, não é diferente. Afinal?
    É o retorno a Freud 'Oque quer uma "Gay?'
    Um filme amarrando a história, não seria oque se deu em Noah's Arc: Jumping the Broom (2008).

    ResponderExcluir