quinta-feira, 26 de maio de 2016

QUEM QUER DINHEIRO?


Nunca houve tantos filmes americanos criticando o capitalismo, e isto é ótimo. Também é um sintoma de uma mudança generacional que já rendeu o movimento Occupy Wall Street e a candidatura de Bernie Sanders, mas que ainda não chegou ao poder. Enquanto isto não acontece, chegam ao cinema comédias ácidas como "O Lobo de Wall Street" ou "A Grande Aposta". "O Jogo do Dinheiro" não quer fazer rir, mas o personagem principal é um bufão: o apresentador de um programa de dicas financeiras que não hesita em comprometer sua credibilidade dançando hip hop ou conversando com um papagaio empalhado em frente às câmeras. Como alguém seguiria os conselhos de um cara desses me escapa, mas a história deslancha quando um rapaz que perdeu todas suas economias invade o estúdio e faz todo mundo de refém (como ele conseguiu chegar lá nesses tempos de segurança paranóica é um mistério maior ainda). Joide Foster dirige com ritmo este thriller classe B, elevado à A por causa de George Clooney e Julia Roberts. Pena que a resolução seja simples demais e deixe barato para o capitalismo.

2 comentários:

  1. Tem vários programas assim na TV americana. O mais famoso é o Mad Money, apresentado pelo Jim Cramer na CNBC. Em geral as dicas são boas :-)
    Pra quem está acostumado com os "comentaristas" sisudos do Brasil que só falam de poupança e CDB, é um choque mesmo. Mas programas como o Mad Money refletem a popularidade do mercado de ações e outros investimentos mais sofisticados nos Estados Unidos, então a linguagem acaba se tornando mais popular. Procure no YouTube para ver.

    ResponderExcluir
  2. Era justo o que eu ia comentar. Há várias "Palmirinhas" (em termos de qualidade de produção) na TV americana dando dicas sobre como a garçonete que juntou gorjetas pode investir em ações e fundos.

    ResponderExcluir