sexta-feira, 13 de maio de 2016

QUEM CONTA UM CONTO


O que hoje chamamos de contos de fadas estavam mais para histórias de terror quando surgiram, bem antes da pasteurização imposta pela Disney. Eram violentos, moralistas e sem necessariamente um final feliz. Três deles, compilados por Giambattista Basile no século 17, ganham um visual espetacular em "O Conto dos Contos". O diretor italiano Matteo Garrone era conhecido por filmes realistas como "Gomorra", mas essa incursão pelo mundo da fantasia mostra que ele é de fato um enorme talento. Além da direção de arte primorosa, também ajuda o fato do espectador comum não saber como essas fábulas terminam. Uma rainha come o coração de um monstro marinho para conseguir engravidar; um rei se encanta por uma mulher que ele vê de longe, sem se dar conta de que é uma velha; outro rei cria uma pulga de estimação, até ela ficar imensa. Com elenco internacional, diálogos em inglês e uma influência confessa de "Game of Thrones", "O Conto dos Contos" é um filme diferente do rame-rame imposto por Hollywood. Esqueça "O Caçador e a Rainha do Gelo", e venha se deslumbrar.

4 comentários:

  1. Eu li os contos dos Irmãos Grimm... são sinistros! Em nada lembram as histórias da Disney...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também li Grimm. Esses contos do filme seguem a mesma linha.

      Excluir
  2. não entendi se vc viu o filme ou não. ou se gostou ou não. particularmente não sei se gostei, mas sei que sem dúvida não desgostei. um tanto macabro e bizarro, porém interessantíssimo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como assim, não entendeu? Não está óbvio que eu vi e adorei?

      Excluir