quarta-feira, 18 de maio de 2016

NOSSO PRIMEIRO SEX-SYMBOL


O documentário "Cauby: Começaria Tudo Outra Vez" passou nos cinemas um ano atrás e já estava disponível no Now há alguns meses. Mas claro que só agora, com a morte do cantor, eu me dispus a assisti-lo. Não é exatamente uma ampla retrospectiva da carreira de Cauby Peixoto: há poucas imagens antigas, e perde-se muito tempo com um desinteressante fã de 15 anos que sonha em conhecer em seu ídolo. Mas ver Cauby em ação é sempre uma delícia. Nos últimos tempos, ele aparece meio catatônico quando não está no palco, como se não entendesse direito o que acontece à sua volta. Mas nos anos 1950 Cauby irrompe serelepe, magérrimo e sedutor. Foi aí que me caiu a ficha: ele foi o primeiro sex-symbol da MPB. Até então, nossos cantores só eram vozeirões. Francisco Alves, Mário Reis, Orlando Silva, Nélson Gonçalves, nenhum precisou de fina estampa para fazer sucesso. Mas Cauby coincide com a chegada da TV no Brasil, e não é por acaso que sua imagem conte tanto quanto seu talento. Depois, é claro, ele se tornou outra coisa: nosso único astro capaz de entrar em cena usando um mantô de vison, como mostra uma cena do filme.

35 comentários:

  1. Será que ser afeminado e extravagante vai ser moda e sexualmente atraente? Muito gay machão iria respirar aliviado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lógico que vai. Sou passiva afeminada e os bofes me adoram.
      Esses gays machão de boate não são ativos de verdade. São um bando de afeminadas tentando ser hetero sem conseguir.

      Excluir
    2. And why do you care?

      Excluir
    3. Anon das 12:27: com absoluta experiência do que estou falando: como todos os "bofes" "ativos" que te comem!!!

      Excluir
  2. Lgo logo: R.I.P. SUS

    Logo logo: bonança para os planos de saúde e f*dam-se os que não têm como pagar porque já estouraram o orçamento com material escolar dos filhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já vai tarde. E lamento por quem coloca filho no mundo sem condições de criar (com exceção que não lamento, só morro de rir).

      Excluir
    2. Amor, o SUSto está morto desde que nasceu e so vc aí do quarto particular do seu plano de saúde que não tinha percebido.

      Excluir
    3. Nossa quanta bicha má!!

      Moram num dos países com pior distribuição de rendas do planeta! Com indices de desenvolvimento humanos baixissimos! Mas pagam impostos altíssimos e NEM ASSIM sentem VERGONHA do país!!!

      Preferem rebaixar outras bichas na internet!

      Excluir
    4. E o que é que o SUS tem a ver com este post? Acho que você queria comentar no do Temer.

      Excluir
    5. Se o SUS está deficiente a solução não é acabar com ele, mas sim investir para que ele seja ainda melhor.

      E plano de saúde privado não é alternativa boa a saúde pública e a explicação é simples: economia de escala. Se o gov for o provedor de saúde, ele pode sempre oferecer o serviço de forma menos cara comparado com dezenas de redes de hospitais e planos individuais que não teriam o poder de compra e de economia do estado.

      Excluir
    6. A iniciativa do SUS é reconhecida internacionalmente e o benefício que ele traz a milhões de brasileiros é muito grande, mesmo com seus problemas. Vou listar dois:

      1) o SUS oferece remédios anti-virais contra o HIV, o que melhora muito a qualidade de vida de soropositivos. Em comparação com os EUA, contrair o HIV é, além de uma condição de saúde, uma sentença de bancarrota, visto o preço exorbitante da medicação por lá que o governo não fornece.

      2) diagnóstico de câncer de mama. Várias brasileiras que não têm condições de se consultar com medicos da rede privada fazem os exames preventivos no SUS.

      E nem adianta dizer que a pobreza é culpa dos próprios pobres e portanto o governo não deveria gastar dinheiro com eles. Para muita gente, pobreza é condição temporária. Até quem é rico pode ficar pobre por condiçoões aleatórias da vida como morte de cônjuge, mudança econômica etc. Portanto, quando vcs desprezam os serviços do SUS, não imaginam o benefício que ele poderia ser para vcs ou seus familiares num momento eventual de penúria.

      Excluir
  3. Vixi, agora ela vai soltar 15 posts em sequência sobre o Cauby assim como fez quando Bowie morreu. Bem coisa de brasileiro dar valor e santificar depois de morto, não?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, e nem estou falando do Ton, mas existe hoje o velório de Facebook com todo mundo lamentando a morte de artista que nem lembravam, nuito menos prestigiavam ou gastavam com ele.
      É a tristeza fake que pega bem e dura um post, e cria imagem de pessoa boa e sensivel.

      Excluir
    2. 14:09 querida, sei que somos minoria, mas somos pessoas que gostam e acompanham musica interessante. Somos poucos , por isso nao esqueça que nem todos são iguais a vc.

      Excluir
  4. Os gays não vão assistir. Esse tipo de produção é para poucos.
    Elas gostam mesmo é de "dance music".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ninguém vai ver, essa é a realidade.
      Cauby era lantejoula e cover de Sinatra, nas últimas décadas, nada tão interessante assim como se quer agora inventar.

      Excluir
    2. Fiquei com vontade de escrever "não assisti e não assistirei" logo que vi o post, mas me contive. Ainda bem que veio uma mais corajosa que eu e disse a verdade.

      Excluir
    3. Uau, que puta coragem de não ver um documentário sobre o Cauby.

      Excluir
    4. Tony, a moda agora é ser estúpido. Ser um babaca assumido.
      É como dizer: "penso igual a vcs. faço parte da elite. não precisam me rejeitar. me aceitem pelo amor de deus".
      Eles gostam de porcaria e ainda fazem questão de registrar que são assim, vendidos a superficialidade e boçalidade que a inteligencia deles os permitem ter.
      Nojento. Eu estou pensando seriamente em sair diariamente com coisas brilhantes e chamativas para acabar com a chatice e uniformização do mundo.
      Enquanto elas nao transformarem todos em iguais, com suas roupas Diesel e tatuagem tribal, elas não vão sossegar. A luta de classes agora é essa. Lutar pelo direito a insignificância.

      Excluir
    5. A diferentona mas tapada que só conhece um tipo de gay. Fófis, seus horizontes é que estão iguais à presidanta afastada: zumbis.

      Excluir
  5. Seu texto no F5 sobre a polêmica do MinC faltou com a verdade ao, assim como aqui no blog, esconder que esses projetos culturais, além de captarem dinheiro na iniciativa privada por abatimento nos impostos, usam de dinheiro público diretamente.
    O filme Aquarius recebeu 1 milhão de reais do BNDES através de editais.
    Essas informações ficam escondidas para o público acreditar que os produtores e artistas coitadinhos são sofredores e mártires da cultura.
    Informação dada pela metade é pior que nenhuma informação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, opa, opa. Informação pela metade é o que você está tentando passar. Para começo de conversa, essas informações não ficam escondidas: saem todas no Diário Oficial e na internet. Talvez você não saiba o caminho das pedras, mas elas estão todas lá. O que se esconde no Brasil é propina.

      Continuando: o BNDES é um banco. Você já viu algum banco DAR dinheiro? Não, eles emprestam. O BNDES pode até cobrar juros camaradas em ótimas condições, mas ainda assim é um empréstimo. Fora que um milhão de reais para rodar um filme é bem pouco mesmo.

      O que as pessoas esquecem é que esses empréstimos e renúncias fiscais têm vários objetivos. Um deles é fazer a economia girar. Um filme, uma peça, um show, tudo isso dá emprego. E emprego gera salário. E com salário as pessoas compram. E pagam imposto. Aliás, sabia que um "blockbuster" financiado em parte pela Lei Rouanet - digamos, uma comédia do Leandro Hassum - gera impostos diretos e indiretos MUITO MAIORES do que foi captado? Os ingressos do cinema, o estacionamento, a bomboniere, o DVD, a venda para a TV aberta, a TV a cabo, o Netflix... Nada disso aconteceria sem o empurrãozinho do governo.

      "Ah, mas e os filmes que não dão lucro?". Sim, muitas obras financiadas com ajuda do governo não dão lucro. Acontece que governo não é empresa: não tem fins lucrativos. Um dos objetivos dessas políticas públicas é DIVERSIFICAR a cultura nacional. Para que haja de tudo, não só os "blockbusters". E também gerar emprego, renda, imposto, essas coisinhas.

      Não conheço um único artista que tenha ficado rico graças aos incentivos fiscais ou o BNDES. CHico Buaruqe, por exemplo, comprou seu famoso apartamento em Paris ainda nosanos 1970.

      "Aquarius" deve ganhar prêmio em Cannes e provavelmente será nosso concorrente ao próximo Oscar. Tudo isso dá prestígio para o Brasil: é o famoso "soft power". Só isto já vale o investimento. Mas também vai gerar IMPOSTO!!

      Tente se informar mais antes de repetir mitos infundados. Não estou brigando com você, estou conversando de boa. Beijo do gordo.

      Excluir
    2. Com todo respeito, até porque também não escrevo para brigar, mas voce está mal informado. Esses editais dao dinheiro a produtores de filmes. Está lá no site do banco, é facil de ver. O trecho sobre esse filme:

      No Grupo II do Edital de 2014, foi apoiado com R$ 1 milhão o filme Aquarius, do diretor pernambucano Kleber Mendonça Filho, que representará o Brasil na edição 2016 do Festival de Cannes, que começa nesta quarta-feira, 11, e segue até o próximo dia 22 no balneário francês. "

      Até nem acho os valores desses incentivos altos, e no meu primeiro comentário não julguei se era algo bom ou ruim. O que eu falei é que esse tipo de informação quem é a favor dos incentivos do MinC parece propositadamente esquecer de mencionar.
      A verdade é: o filme recebeu 1 milhão de reais como incentivo do governo.
      Querer abafar isso ilustrando todas as coisas maravilhosas que eventualmente um filme possa fazer a imagem do Brasil no exterior parece conveniente.
      Estou falando dos produtores, não do colunista e blogueiro, apesar de imaginar que sendo do ramo não tem interesse em ajudar a dar munição aos críticos das mamatas que alguns artistas e produtores conseguem.

      Excluir
    3. http://www.bndes.gov.br/SiteBNDES/bndes/bndes_pt/Institucional/Sala_de_Imprensa/Noticias/2016/Cultura/20160509_editaldecinema.html

      Excluir
    4. Para você ver que não é segredo...

      Mas não é dinheiro de presente, não. Há que se prestar contas, e muitas. Há que que se dar contrapartidas, e muitas. Não é dindim de mão beijada para se gastar em Paris. Tem que se provar para onde foi cada centavo. Os controles são rígidos, por incrível que pareça.

      Excluir
    5. Elas estão magoadíssimas pq ele esfregou a escrotidão na cara delas. Como digo, não sei pq essa gente tá preocupada com cultura. Não gostam mesmo. Uma pessoa que fala "top", roda sem camisa em buati, houve música "tribal", tem tatuagem tb "tribal", ....não precisa de filme conceitual.

      Excluir
    6. "que começa nesta quarta-feira, 11, e segue até o próximo dia 22 no balneário francês. "

      Como é que é???

      (Puxa o gatilho, aponta para a boca, dá o tiro!)))

      Excluir
    7. Mono, é o texto do site do BNDES, na epoca pilotado por quem vc defende.

      Excluir
    8. Eu não defendo não!

      O Lula se mudou de Brasília com 11 camihões para São Paulo!

      É TUDO farinha do mesmo saco! Mas GOLPE É GOLPE!!!

      E eu já disse aqui que tem que ter pressão POPULAR no TSE para CASSAR A CHAPA DOS DOIS!!

      Um é ficha suja e a outra recebeu recursos irregulares para a campanha, dizem as notícias!

      Eu só falo a "verdade" que é JOGADA para a população se digladiar!

      Acho a Dilma péssima. Mas o Temer? OUTRO VICE PRESIDENTE DO PMDB QUE TOMOU O PODER E NINGUÉM VÊ A CONSISTÊNCIA DESSES BANDO DE VÍBORAS??

      Eu não sou seletivo!

      Votei na Luciana Genro nos dois turnos SOMENTE porque ela apoiou os gays! E o PSOL é um partido mais progressista! Mas se TIVESSE O DIREITO DE NÃO VOTAR NÃO VOTARIA!!

      Mas aqui voce é OBRIGADO A LEGITIMAR ESSA PALHAÇADA TODA através do seu comparecimento (e não "voto") nas urnas!

      COM SUAS DIGITAIS!!! (O voto não é suposto para ser secreto??)

      Voce não vai me ver sendo partidário em nada. Sou só preocupado com a "verdade" e, sim, tenho pensamentos de esquerda. Mas mais de que esquerda, tenho pensamentos progressistas!

      Nunca apoiaria o comunismo, pois são homofóbicos, como os EUA eram até eu sair do Canadá. E também a Inglaterra!

      Não vê eu mesmo reclamando do Canadá aqui? Apesar de ser um país menos retrógrado? Mas que foi MUITO homofóbico no meu caso pessoal??

      Eu sou EXTRA-terrestre ("sementes estrelares", "starseed", pesquise!).

      Não tô aqui para puxar saco de terráqueos PRIMITIVOS nenhum!!!!

      Excluir
    9. Não é obrigado a votar , é só faltar e depois pagar a multa de cinco reais.

      Excluir
  6. eita. sobre so coments aqui, viado quando dá (ui) pra ser chato, sai de baixo

    ResponderExcluir
  7. A pergunta é, eu quero abrir meu negócio e não tenho um dólar, que nem esses cineastas e artistas.
    O governo vai me DAR um prêmio pra eu abrir? Vai me dar 1 milhão?
    Eu vou gerar empregos e inpostos e melhorar a vida da comunidade em volta.
    Prometo prestar contas que nem eles fazem.
    Por que produzir um filme merece incentivo e outro negócio não?
    Realmente queria saber a lógica por trás desse pensamento consolidado como um mandamento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gentem, o BNDES apoia VÁRIOS tipos de negócios. Não é um órgão voltado para o cinema. Vá se informar, talvez você consiga.

      Excluir
    2. Burrice pega Tony...cuidado.
      21:29 O BNDES financia vários negócios no Brasil, como a construção civil, o agro-negócio, cultura e tecnologia.
      A sua lojinha de palheta mexicana certamente não será contemplada. Entendeu agora?

      Excluir
  8. O mio babbino caro
    Voltando ao lantejoulesco Cauby, lá pelas tantas ele tem uma pegadinha Fred Mercury, repara.

    ResponderExcluir