sábado, 28 de maio de 2016

ANA PAULA CALADÃO

Sabe porque a Ana Paula Valadão não se manifestou até agora sobre os estupros coletivos que assombraram o Brasil esta semana? Porque ela defende o mesmíssimo sistema patriarcal que permite que essas barbaridades aconteçam. E sabe por que ela sente "santa indignação" quando vê o comercial da C&A? Porque a moda unissex, mesmo que apenas numa propaganda e sem muita presença nas ruas, vai contra o patriarcado. Quando homens e mulheres se vestem da mesma maneira, fica difícil identificar quem é o opressor e quem é o oprimido. A cantora gospel não foi a única a se calar sobre a violência. O Malafaia também não deu um pio em seu Twitter, preocupado em que está em vender as bugigangas de sua loja. O Feliciano pelo menos se posicionou, mas logo entrou numa discussão com a Monica Iozzi (ele me bloqueou, mas não contava com a minha astúcia: vivo em pecado com outro homem há muitos anos, e sei todas as senhas dele). Enquanto tivermos líderes assim, que acham mais pertinente combater a "ideologia do gênero" do que lidar com problemas reais, o Brasil vai continuar andando para trás. E para baixo.

26 comentários:

  1. Pior que isso: é pq ela tem uma loja de roupas (masculinas e femininas) http://www.lojadiantedotrono.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. jamilly panduro marinho5 de julho de 2017 23:44

      Nada haver tudo oq estao falando sobre a ana paula valadaovela e uma cantora cheia da unção onde passa ela e prega a palavra de Deus nao tive oportunidade de ir ao um show dela mais quando eu tiver eu vou ser a primeira esta la

      Excluir
  2. E ainda tem gay que compra parcial ou imparcialmente discurso de gente desse tipo. Como dizia Cleycianne Ferreira em seu blog (que falta ela nos faz), os evangélicos estão mais preocupados em combater os direitos civis e igualitários entre LGBT's e heterossexuais do que em erradicar a pobreza no mundo. Lutar contra o estupro nunca! Até porque essa gente defende a submissão da mulher perante o homem. Com essa defesa, diretamente defendem o estupro. Porque uma mulher submissa ao homem certamente sofrerá com uma relação sexual não consentida. Que é um estupro.

    ResponderExcluir
  3. Acho que esse debate sobre gêneros anda precisando da participação de mais gente da área médica, seja biológica e psiquiatrax e menos dos palpiteiros, seja os contra ou a favor. Senão vai ser um eterno bate boca de Wyllys e Bolsonaro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você precisa prestar mais atençano ao debate, porque ele está CHEIO de gente da área médica e psiquiátrica. O Dráuzio Varella, por exemplo, fala muito deste assunto em sua coluna na Folha.

      Ah, e adivinha? Praticamente TODOS os médicos e psiquiatras CONCORDAM com o Jean Wyllys.

      Excluir
    2. Jean Wyllys sempre ótimo. Claro que pode cometer alguns excessos mas ele é um cara sensato.

      Excluir
    3. De cara, já posso te adiantar que o American College of Pediatricians é contra mudança de gênero na infância.
      Repito, estamos precisando de mais informação e menos achismo, não basta a palavra do Drauzio.

      Excluir
    4. Pois é. Li um artigo no "New York Times"onde especialistas recomendam que ninguém faça transição antes da adolescência. Quatro de cada cinco criançaas que se dizem trans mudam de ideia na adolescência.

      Excluir
    5. E tem familia lá conseguindo na justiça dar hormônio pra criança, mas só a partir de uns 10 anos eu acho, tem um programa de tv sobre isso bem interessante e mostra que é um assunto muito novo e cheio de incertezas.

      Excluir
    6. 14:06 Jean Wyllys, não adianta ser sensato, aqui tem que ser gay "padrão", jardins ou leblon, se não, tá fora. Tenho dito.

      Excluir
  4. Você viu a repercussão que deu seu texto sobre o Frota? E mesmo assim vc não acredita em mim quando eu falo que deveria sair do F5 e ser colunista de política da folha igual ao Duvivier e o Reinaldo Azevedo. Te digo mais: você poderia ser um comentarista de TV tipo o Arnaldo Jabor (inclusive vocês têm trajetórias parecidas, ele é diretor e vc é roteirista).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, mas eu acho que você está confundindo a minha coluna com a do Meario Magalhães, que segue um raciocínio parecido e chegou entre as 5 mais lidas do UOL. A minha não chegou ao primeiro lugar nem no F5!

      Excluir
    2. Estou falando da sua coluna mesmo, o próprio Frota gravou um vídeo no YouTube respondendo a você e nem se preocupou em responder ao Magalhães, você está super comentado seu lindão!

      Excluir
    3. Wuhuuu! Acabei de ver. É a glória. Vou por no Facebook, no Twitter e aqui no blog.

      Excluir
  5. A estratégia de crescimento da popularidade que Ana Paula Valadão usa é a mesma que Bolsonaro, Joice Hasselmman, MBL, Feliciano, Raquel Shererazade, Alexandre Frota, Kim Kataguri, Malafaia e Olavo de Carvalho usam. Alimentam e incitam o ódio das pessoas. Odiosa, a classe média fica fácil de manipular e aceitar o que eles dizem. A elite confirma que "o sol não nasce pra todos" e que "o mundo é assim" e que nada deve mudar.
    No final, o patriarcalismo se perpetua ao mesmo tempo que o elitismo é constantemente confirmado. As duas coisas estão mais associadas do que vc imagina. O desejo do cristão sofrido é alcançar a justiça do senhor e vencer na vida, trocar de classe econômica. Somos todos responsáveis, indiretamente, por este estupro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essas pessoas se perpetuam na mídia e política alimentando um círculo redundante que é suprido por um lado pela ignorância do brasileiro médio e e por outro pelos interesses da elite. É o mesmo esquema clientelista que garantiu um ministério de políticos ao invés de notáveis. O brasileiro médio fica entre a mídia, os políticos e a elite. A elite garante a sobrevivência dos políticos e da mídia. Por sua vez os políticos garantem a sustentabilidade da elite e da mídia e a mídia garante a adesão da opinião pública. Eu não quero ser um brasileiro que se deixa manipular pelos desejos dessas classes. Eu quero um sistema justo.

      Excluir
  6. Tony, acabei de ler agora que talvez não houve estupro. Acho estranho pq os criminosos confessam que abriram um túnel na menina e que 30 teriam engravidado. Agora, e se não houve mesmo estupro? Já pararam para pensar que situação constrangedora?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E você acha que o simples fato de publicarem nas redes sociais o vídeo da menina nua e machucada, com um sujeito falando barbaridades a respeito dela, já não é violência suficiente?

      Para quem não sabia o que é "cultura do esturpo": olha ela aí, gente.

      Excluir
    2. Não é isso que o Anonimo quer dizer Tony. Ele está falando da cultura de massa. A histeria coletiva e midiática que tomou o Brasil. Ele parece estar perfeitamente consciente da cultura do estupro e a repreende quando diz achar estranho que talvez não tenha havido estupro. A violência de ter sido gravada, ou estuprada ou ambas as coisas que essa menina sofreu não é justificável. Mas será estranho caso não tenham sido 33 e caso não tenha havido estupro. A mídia horrorosa pode estar tratando um caso seríssimo da maneira errada levando o caso para o lado que dá mais audiência. O sangue nos olhos e a vontade de fazer justiça com as próprias mãos leva a população a dar muita audiência para mídia gratuitamente.

      Excluir
    3. Eu, homem cis branco, já fui acusado de assédio sexual, e era mentira, a acusadora quando confrontada confessou que queria se vingar porque não gostava de mim.
      Não estou nem de longe insinuando que seja o caso dessa garota do Rio, mas contando algo que vivi e teria sido uma tragédia pois todos ja davam como verdade. A pobre coitada no fundo era um demoniozinho.

      Excluir
    4. Anônimo 23:04 fiquei curioso. Você é gay (tiro essa conclusão por estar nesse blog, mas posso estar enganado). Você provou que não foi você como, anunciando que é gay e beijando seu namorado na frente de todos? (se vc for gay mesmo, se não for, como ela confessou?)

      Excluir
    5. Sou gay mas na época era apenas um adolescente que se achava hetero. E não precisei beijar homem pra provar inocência (imagina os verdadeiros estupradores usando desse artificio para escapar de uma acusação).
      Quando ela foi confrontada pelos pais, que já deviam saber a pessoa que tinham em casa, ela contou a verdade. Mas num primeiro momento eles tinham acreditado e espalhado pra geral. Só resolveram confrontá-la pois algumas pessoas que me conheciam os convenceram. E repito, do contrário eu teria sido incriminado. É assustador, ainda que seja um caso exceção. Eu imagino que a maioria das denúncias sejam realmente de estupros que aconteceram.

      Excluir
  7. Essa mulher se alimenta de seu ridículo.

    ResponderExcluir
  8. Debate de Genero nas escolas
    Quando no final de tudo as crianças não sabem matemática, português, não sabe distinguir norte sul leste oeste e também queremos doutrinar crianças nos livros de historia como o MEC faz em botar o empresário como vilão da historia (Google)

    A verdade é uma só, quer debate de género? sim ótimo, o faça, mas faça no conforto das suas casas ou em locais privados

    não existe liberdade do meu jeito de liberdade, isso não é liberdade, vocês querem liberdade?

    Problemas a serem enormes e as besha tudo preocupada com o que uma crente fala merda no seu fancebuk

    Caso você esteja mal inteirado do assunto, foi uma mocinha chamada Thais Azevedo dona da pagina com mais curtidas da internet anti feminista onde ela desmistifica esse feminismo institucionalizado, que publicou sem publicar as imagens a fazerem denuncias para a policia, ela ficou das 4 da manhã até as 10 pedindo pras pessoas passarem a denuncia e identificar os agressores o mais rápido possível, vocês nunca estiveram numa ONG que ajuda pessoas vitimas de violência domestica, apenas ficam no conforto das suas casas proferindo merda e não sabendo qual é a realidade do povo, ou você acha que feminismo real em faculdade não é uma coisa que doutrina ou que as feministas são super pouco letradas, ou que os universitários estão cada vez mais estupidos, afinal, algum de vocês algum dia foi a uma universidade checar como anda as coisas nesse atual brasil?

    Convido todos vocês homossexuais a serem realistas e pararem de comprar discursinho esquerdoso e asqueroso

    você também não dá um caralho por aquela menina, procure no Google o video dela tendo relação sexual muito acordada, drogada e se divertindo muito, inventou essa historia toda pra não fazer a família passar vergonha

    igualmente a você Maria do Rosario entra em contradição, quando um menor estuprou e matou uma mulher, ela se fez de surda e muda, a coisa incrível desses bostas formadores de opinião é o poder que é lhes dado e o talento pra proferir merda, incrívelmente repulsivo

    Quero ter minhas armas, minha plantação de maconha, meus filhos e meu marido homossexual, nenhum de vocês tem direito de opinar na minha vida, tampouco deixar o estado interferir, esse papinho de mais direitos é só pra ter mais ocupação institucional, diga ai quantas milhares de ONG pra homossexuais e existem e me diga quais fazem algum trabalho efetivo?

    posso ficar horas escrevendo merdas aqui pra ti, mas não vou mais, sinto tremenda raiva de gente desonesta que trata seus leitores como mongolóides.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lendo o seu texto fica claro que a maior parte da revolta popular que acontece hoje no país é pelo ódio contra quem tem senso crítico e inteligência para dissociar hipóteses e transforma-las em teses plausíveis. Felizmente, lamento informar, vc não vai conseguir. O golpe de tentar instaurar no Brasil um país pouco crítico e muito profissionalizado por estupidos tá indo ralo abaixo. Sugiro que vc busque exercícios e livros para desenvolver a sua mente. Inteligência é uma coisa que pode ser desenvolvida se vc nao for muito velho.

      Excluir
    2. Estava demorando para a DeFu voltar. Aguardou até que chegasse alguém que comungasse com suas "idéias". FF (Fecho Frota).

      Excluir