segunda-feira, 16 de maio de 2016

À MARSELHESA


Marselha é uma espécie de Rio de Janeiro da França: segunda maior cidade do país, à beira-mar, bagunçada e com altos índices de criminalidade. Por isto mesmo vive inspirando filmes com seu nome, geralmente policiais. Agora chegou a vez da TV. "Marseille" é a primeira série francesa produzida para o Netflix, e encampa com gosto todos os clichês sobre a cidade. O que faz com que os episódios demorem um teco para engrenar: afinal, será que precisamos mesmo de mais um programa sobre corrupção, sexo e drogas? Mas a força de Gérard Depardieu se impõe, compensando o biquinho de nojinho que Benoît Magimel não tira do rosto. A história acaba se tornando um novelão, com filho bastardo, doença terminal e amores impossíveis, deixando a disputa política para o segundo plano. Não é uma versão gaulesa de "House of Cards", mas tem umas reviravoltas interessantes. Vamos ver se melhora na segunda temporada.

Um comentário:

  1. Céus! Esse ator loiro é tão canastrão que parece ter fugido de uma novela mexicana.

    ResponderExcluir