quinta-feira, 21 de abril de 2016

SIM EM IEMENITA


Já faz mais de ano que as três irmãs Haim bombam nas rádios do mundo árabe com sua mistura de folclore do Iêmen com batidas eletrônicas. Muitos de seus fãs não percebem um detalhe: elas são judias. Mais precisamente, descedentes de judeus iemenitas que migraram para Israel há mais de 50 anos. Uma comunidade que manteve suas tradições e que até já gerou uma diva em escala planetária - a finada Ofra Haza, uma das minhas primeiras paixões na world music. O trio formado pelas Haim se chama A-WA e deve muito ao pioneirismo de Ofra, que também gostava de cantar em trajes típicos do país de seus antepassados. Mas ela fez sucesso num momento em que a paz no Oriente Médio parecia menos impossível do que hoje: ninguém se escandalizava com suas letras em árabe, o que já não rola com o A-WA. Que se dane: a palavra significa "sim" em gíria iemenita. É o que eu digo para elas.

(Mais sobre o A-WA aqui; o primeiro álbum sai no final de maio)

5 comentários:

  1. N sei o q dizer...ainda n engoli esse golpe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bee aceita que dói menas, seu partido acabou.

      Excluir
  2. Racho de rir com ,matérias e comentários,das que ,agora, se dizem "injustiçadas"...

    ResponderExcluir
  3. Eita... achei que estava falando das irmãs Haim de Los Angeles...

    ResponderExcluir