quinta-feira, 21 de abril de 2016

NOTHING COMPARES 2 U

Nunca comentei um único disco do Prince em quase nove anos de blog. A razão é simples: parei de acompanhá-lo no começo dos anos 1990, quando ele mudou seu nome para um símbolo impronunciável e passou a gravar tudo e qualquer coisa. Lançava músicas demais e nunca mais emplacou nenhum hit. E ainda se fazia de rogado: não há nada dele no Spotify ou no Apple Music. Mas a segunda metade da década de 80 foi dele. Todo ano ele soltava um trabalho surpreendente, misturando estilos e desafiando rótulos. "When Doves Cry", por exemplo, a primeira que me pegou, é fenomenal e inclassificável. Seu catálogo de sucessos não fica nada a dever para ninguém. Além de "Kiss", "If I Were Your Girlfriend", "1999" e muitas outras, ele ainda assinou as marcas registradas de Chaka Khan ("I Feel for You") e Sinéad O'Connor ("Nothing Compares 2 U"). Sem falar nas bandas femininas que produziu, ou na influência que teve sobre Madonna, Janet Jackson, Beyoncé e tantos mais. Mas um belo dia Prince pirou. Virou semi-recluso, brigou com as gravadoras, fazia shows erráticos. Eu tive a sorte de ainda vê-lo por inteiro, no Rock in Rio de 1991. Ano passado ele até lançou um álbum elogiado, mas me deu uma preguiiiça... Prefiro ficar com a sequência impecável que vai de "Purple Rain" a "Diamonds and Pearls". Prince é uma perda irreparável, mas meio que já o tínhamos perdido há algum tempo.

18 comentários:

  1. OMG! Desse jeito só vai sobrar a Madonna!

    ResponderExcluir
  2. O mio babbino caro
    Rapaz, há muito que não sentia um choque desse ao receber uma noticia dessas. Caramba...

    ResponderExcluir
  3. Tenho 34 anos, cresci ouvindo o nome dele ser citado, mas não me lembro de ter ouvido seus hits, mesmo estes dos anos 80, ou será que ouvi vários hits e não sabia que era dele...

    ResponderExcluir
  4. Bobão, ficou nessa nóia de direitos autorais e ninguém mais o conhece, só os ainda vivos que curtiram ele nos anos 80.
    Eu amo as músicas dele daquela época, mas não fico triste quando artista morre, acho mimimi demais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oque está acontecendo, quando até obituário é motivo de manifestação de ofensas.

      Excluir
    2. Quem disse que ele morreu?

      Está a maior discussão sobre a "morte" dele nas "teorias" da conspiração!

      Tipo conta de twiter... "Prince" morrendo no dia do aniversário da "rainha"... Morreu no "elevador" e letra de musica com elevador... E por aí vai! Acho tudo muito papo furado!

      Eu falaria mais, mas o Tony CENSURA!!!

      Não sei porque tanto ódio contra discussão livre.

      Excluir
    3. E apesar de achar Prince um génio, nunca dei um tustão para ele!

      Só ouvi de graça na radio! Morreu com a conta do twiter com o olho de horus aberto, mas vivia por dinheiro!

      Não deixava uma musica dele no youtube.

      Super competente, mas muito mercenário.

      Como o David Bowie - outra "morte" falsa.

      Excluir
    4. Essa ai faz mimimi apenas quando morre DJ de boate GLS.

      Excluir
    5. A mono podia morrer de mentira, já que todos os fodões fazem isso, mas acho que ela não tem cartão vip pra esse evento, daí vira mais uma mágoa pra ela vir aqui derramar.

      Excluir
    6. Nossa que rancor!

      Nem política corrupta eu sou para receber tanto ódio seletivo!

      Mas verdade, já questionei com muita gente porque "eles" não me matam logo?? Já que matam tanta gente sem a menor cerimônia por toda a história!

      Querem mas por que querem que eu aposente como esquizofrênico no entanto... Será por que querem me deixar livre para voltar para o Canadá?

      Ou fazer com que tudo que falo seja taxado como "papo de esquizofrênico"? (Acho que é mais por aqui! Pois minha indenização deveria ser muito maior que meu salário de funcionário público pobre!)

      Só sei que fazem da minha vida um INFERNO!!!

      Há mais de uma DÉCADA!

      Bom tentar, já tentaram com os ataques de microondas! Pena que não funcionou! Quem for o coitado a ser vítima disso, use qualquer coisa organica (animais de estimação, frutas) como prova que REALMENTE está acontecendo! Aí logo, logo eles param!

      O mundo é completamente maquiavelicamente evil!

      A "elite".

      Excluir
  5. As 9inhas não vão lembrar que por um tempo ele rivalizou com Michael Jackson pelo trono do pop. Morreu a Cyndi Lauper de calças.

    ResponderExcluir
  6. A cara dos anos 80 né

    ResponderExcluir
  7. A participação dele no Like a Prayer foi bem maior do que está escrito na capa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Madonna quem te contou isso?

      Excluir
    2. Ela deixou um recado na minha secretária eletrônica: "I'm gonna tell you a secret..."

      Excluir
  8. Olá Tony, não sei se sou fã do Prince, mas fui, curti muito ele, fui várias vezes ao cinema para assistir Purple Rain, algo definitivo e perfeito, não cansava...até que ele tomou caminhos que nos afastaram, não pela música dele ou seu estrelismo, mas por caminhos mesmo. Parabéns, adorei esta homenagem ao pequeno grande Prince, e é verdade: " é uma perda irreparável, mas meio que já o tínhamos perdido há algum tempo."
    ps. Carinho respeito e abraço.

    ResponderExcluir
  9. Parei em "Betcha by Golly, wow", que incrivelmente tocava todo dia na Jovem Pan em pleno 1996. Depois disso, nada. Ah, lembrei que tentei ouvir Musicology, mas achei um saco.

    ResponderExcluir