segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

O BLOQUINHO DO JOGO FRIO

Em pleno domingo de carnaval, os americanos também botaram seu bloco na rua. O maior de todos: o show do meio-tempo do Super Bowl, que tem menos de 15 minutos para deixar a humanidade embasbacada. Conseguiram este ano? Médio. O que era para ser uma apresentação do Coldplay com alguns convidados descambou para um rocambole incoerente, que terminou com um tributo meio desnecessário aos artistas que já haviam passado por lá (dois dos quais estavam em cena naquele momento). Este ano a final do campeonato de futebol americano aconteceu na Califórnia, e o show precisou se adaptar para a luz do dia. Mas isto não justifica a primeira parte ter parecido a festa de formatura de um colégio de crianças especiais na Coreia do Norte. Chris Martin, o coxinha-mor do planeta, cantou cercado de jovens músicos metidos em agasalhos que deixavam todos obesos. Enquanto isso, florzinhas coloridas rodopiavam no gramado. Só faltou todo mundo ganhar uma medalha. Ainda bem que a xaropada foi interrompida pela chegada de Bruno Mars e "Uptown Funk", que logo depois teve que ceder a vez a Beyoncé. Aí sim, senhoras e senhores, tivemos um show. Mas Bey não cantou a música que acabou de gravar com o Coldplay, "Hymn to the Weekend". Melhor assim? Acho que não, porque tudo terminou com "Believe in Love" escrito nas arquibancadas. Me lembrou a nova propaganda do PT.
Antes do jogo começar, ainda teve Lady Gaga cantando o hino nacional. Nada a criticar: a tarefa é inglória, e ela se saiu bastante bem. Agora me pergunto como será a abertura das Olimpíadas: espetacular, ou uma zica maior que a da Copa?

14 comentários:

  1. Dizem que a Lady Gaga saiu correndo do Super Bowl para ir apresentar a final dos Jogos Vorazes.

    ResponderExcluir
  2. Ontem foi o 50° Super Bowl, deveria ser um puta show, e escolheram Coldplay. Que sono. Mas a Gaga arrasou, essa canta bem demais.

    Acho que a abertura da copa assim como os jogos transcorreram sem nenhuma zica, ao contrário da situação no país.

    ResponderExcluir
  3. Tony, finalmente vc assumiu a existência dos coxinhas: as vítimas do vitimismo social brasileiro? Vc não seria um coxinha?

    ResponderExcluir
  4. tony, imagina o que os americanos não diram sobre a abertura das olimpíadas? hahahaha prevejo bananas e passistas! vai ser lindo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A abertura das olimpíadas no RJ vai custar 15 vezes menos que o de Londres.
      Prepare-se para muita pena, índio, caravelas, samba lele, alegorias de latinhas e pets recicladas..

      Excluir
    2. "Madame tem um parafuso a menos
      Só fala veneno meu Deus que horror"

      Excluir
  5. Que patacoada artificial.

    ResponderExcluir
  6. A Honey Bee está causando com esse novo single. Policiais brancos estão a promover um boicote.

    ResponderExcluir
  7. Que abertura Tony? Com o furor midiático que cerca o zica, há gente grande falando em boicote. Vamos aguardar para ver se essa olimpíada sai do papel...

    ResponderExcluir
  8. nos eua o povo não gostou muito dessa performance da beyoncé. no facebook estão chamando de racista, stripper e coisas piores. em um post no facebook da fox news tem uns 10 mil comentários detonando a menina.

    ResponderExcluir
  9. Gaga faria muito melhor o show do intervalo. A bixa canta muito. Tem repertório de sucessos. É criativa. A bixa tomba.

    ResponderExcluir
  10. Só eu gostaria de namorar o Bruno Mars?

    ResponderExcluir
  11. Sempre achei esse croquete do Tony meio coxinha, tudo é europa, título em inglês, ele é praticamente uma Valdirene dos Jardins, só olha a pobreza brasileira pela janela virtual, sai pra rua e põe a cara de gringa no sol, mona, hahaha

    ResponderExcluir