segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

CHUPA, VATICANO

Eu já esperava que "O Regresso" não fosse mesmo levar melhor filme, ainda mais depois de "Mad Max" ganhar seis Oscars de enfiada. Achei que o épico de George Miller poderia surpreender, ou então, "A Grande Aposta" - o queridinho da crítica americana. Mas a Academia acabou premiando um dos meus favoritos: "Spotlight" (o outro é "O Quarto de Jack"). Pelo jeito, preferiram o título mais político de todos, e o que tem mais chances de provocar alguma mudança no mundo real. Porque é um baita constrangimento para o Vaticano que esse filme-denúncia saia vencedor. Ainda mais em tempos de papa Francisco, que se faz de fofo mas na prática não moveu muitas palhas para punir os pedófilos da Igreja. Essa vitória foi uma das três supresas da noite. As duas outras foram o ótimo Mark Rylance batendo o canastrão Sylvester Stallone como ator coadjuvante, e a fraca "Writing's on the Wall" faturando melhor canção. Falo mais dessa dêbacle na minha coluna de hoje no F5. Que era para se restringir ao que aconteceu no palco do teatro Dolby em Los Angeles, mas não deu. A erupção de Glória Pires como comentarista da Globo se fez mais forte. Se ela tiver senso de humor, vai faturar em cima de seu recém-descoberto não-talento: participações no "Tá no Ar", no júri do "The Voice", no desfile das escolas de samba... Bacana. Acessível. Não vi.

42 comentários:

  1. não sou capaz de opinar

    ResponderExcluir
  2. depois da gloria pires a melhor coisa desse oscar é o tuite do dustin lance black para o sam smith

    ResponderExcluir
  3. "Spotlight" é um filme tão melhor e mais importante que o "O Regresso", super merecido. "Mad Max" atropelando o filme do Iñárritu foi o melhor da noite.

    Estava assistindo a transmissão pela TNT mas com as redes sociais trollando a Glória Pires tive que aderir rs. Até porque o Rubens Ewald Filho em vez de comentar atuação e etc, parecia a Fabíola Reipert cobrindo a premiação, saiu até um "Rooney Mara é de uma família riquíssima". E como a atriz gerou um entretenimento melhor preferi a cobertura da Globo.

    ResponderExcluir
  4. Amén, Gloria é gloriosa. Outro assunto cabeludo do mesmo naipe, 2 mulheres acusam um espião da GCHQ de estupro e ele não é preso pq é blindado pelo serviço secreto da rainha. Li hoje no rt.com Imagina a quantidade de doença mental nesse lugar onde seu trabalho é bisbilhotar a vida alheia inclusive vendo fotos de meninas (inclusive crianças) nuas.

    ResponderExcluir
  5. Glorinha tornou o Oscar divertido.

    ResponderExcluir
  6. Tony >>>>>>>>>>>>>>> Glória

    ResponderExcluir
  7. Ah, Spotlight... Também conhecido como o sujo que fala do mal lavado. Ou vamos nos fazer de desentendidos e fingir que o show business não é um dos ambientes mais propícios para depravados e pedófilos? Da já famosa entrevista desabafo de Corey Feldman, passando pelos casos notórios de pilantras como Woody Allen, Joan Crawford, Bryan Singer, Errol Flynn e Roman Polanski, Hollywwod é um novelo que, caso puxem a ponta, talvez não sobreviva para contar a história.

    Fora isso, a ode ao vitimismo dessa premiação (com honrosa exceção para uma ou duas piadas de Chris Rock, que fizeram o público do evento engasgar) foi um dos espetáculos mais clichês e surreais de todos os tempos. Coroou nossa época como um dos períodos mais ricos para o escárnio e a piada fácil das gerações futuras. Se bem que talvez nem seja preciso esperar tanto...

    Ademais, a crítica de certa ala da esquerda ao Papa Bergoglio é mesmo sinal de que não há qualquer senso de limite para essa gente. O pontífice faz de um tudo para apoiar causas vermelhas dos mais variados matizes, apenas evitando - no limite - um comportamento efetivamente herético, mas o discurso do "eu quero mais" encontra eco até aqui no blog do Tony.

    Não adianta, a reclamação sem fim de privilegiados e mimadinhos é mesmo a tônica do nosso tempo. De negros riquíssimos e famosos reivindicando "mais espaço" a bichas mais ricas ainda - e com um estatueta na mão - clamando por "igualdade", ou mulheres lindas e poderosas enchendo a boca para acusar de "machista" a sociedade que as privilegia, somos de fato apenas um período patético (e provavelmente muito breve) da história ocidental.

    :-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gente, esse comentário é sério? Achei que estava no The Onion, só que em português.

      Excluir
    2. Eu amei o comentário, é patético ver estrelas riquissimas brincando de porta vozes dos sofridinhos do mundo. Como se tivesse lugar no topo pra todos e como se eles quisessem dar o lugar deles pra outros.

      Excluir
    3. De Fu sendo De Fu... Defendendo a pedofilia da Igreja Católica com o falso pretexto de que qualquer pedofilia deveria ser denunciada. Hollywood imunda não torna a ICAR cândida... Uma pessoa que sempre louvou o capitalismo e atacou a condenação da riqueza, agora reclamando dos privilegiados e mimadinhos? Please, darling,o vitimismo aqui é todo seu.

      Excluir
    4. Olha, eu gosto do tom político que a indústria apresenta. Não tenho dúvida de que a visibilidade dada pela mídia aos lgbts teve grande influência na aprovação do casamento gay nos EUA. Mas não tem como discordar de você o quanto existe um posicionamento extremamente hipócrita. DiCaprio, por exemplo, fez um discurso enorme sobre o aquecimento global mas só viaja de jatinho.

      Excluir
    5. Ai MEUDEUS. Agora o Leo não pode pedir que governos e empresas façam ações para diminuir o ritmo do aquecimento global só porque ele anda de jatinho??? Então só quem mora na floresta, que caça a própria comida e não usa eletricidade que pode reclamar da negligência geral em relação ao meio-ambiente? Tem havido muito mais secas e períodos de estiagem, os verões estão mais quentes, espécies estão entrando em extinção e vcs falando que o DiCaprio só se faz de cool por levantar essa questão?

      Acho que merecemos o que está por vir por conta das mudanças climáticas mesmo. P*ta povo burro..

      Excluir
    6. 17:28,

      Quem defendeu a pedofilia na Igreja Católica, cara pálida? Apenas disse que Hollywood é tão ou mais suja que Roma. Essa sua mania de ler o que não está escrito pode ser sintoma de transtorno dissociativo, colega. ;-)

      A propósito, o pior tipo de esquerdista é normalmente rico e privilegiado (vide Duvivier, Gregório e Buarque, Chico).


      17:35,

      Um amigo disse que o discurso do Di Caprio foi parte da propaganda, que estava combinado. Eu acho que foi só sintoma de alienação mesmo. :)


      18:56,

      Que o "aquecimento global" está na agenda, isso sabemos. Já se o CO2 é agente das alterações climáticas, ou não representa perigo efetivo, pouco importa. O que querem é uma desculpa para mais uma "revolução" dos costumes, dos governos, das economias e das políticas.

      Via de regra, sejam lá quais forem as alterações no panorama global, os deuses do tapete vermelho seguirão ricos, lindos, felizes e assistidos por mais de noventa milhões de espectadores durante a premiação da Academia.

      :-)

      Excluir
    7. Nada não. Você só é um porre!
      Frustradão, acha que encontrou audiência para suas análises viciadas. Tchau.

      Excluir
    8. DeFu sugerindo que a discussão sobre o aquecimento global não passa de uma tentativa para uma "revolução" dos costumes. Paranóico de carteirinha.

      Excluir
    9. Comentarista da caretinha, que quando comenta seriamente até se aproveita algo dos comentários e se debate o assunto, que como respondeu outro comentarista deu a entender que é o Defuu msm. Veja esse episódio de cosmos e como cientistas não tem uma agenda a não ser com a verdade: https://en.wikipedia.org/wiki/The_Clean_Room
      Tem na netflix
      Nick

      Excluir
    10. 20:58,

      Então não responde, fia! Mas só entre nós: você não aguenta. Precisa xingar, por pra fora, pois é mais forte que você.

      ;)


      22:00,

      Mais uma vez, lendo o que não está escrito. Ainda que voc~e esteja certo e o carbono seja o gás do apocalipse (não há prova cabal, apenas modelos experimentais por computador que já foram revistos milhões de vezes), o foco da agenda é a derrubada do capitalismo malvadão. Mudar a matriz energética nos termos que os "ecologistas" propõem seria o fim do sistema econômico de livre mercado.

      Obviamente, não se trata da derrubada do capitalismo que mantém os artistas de cinema, os bilionários, ou os caciques da política com P maiúsculo, mas da eliminação das classes médias (essa "abominação"), dos pequenos investidores (quem eles pensam que são?) e das liberdades individuais dos anônimos como eu e você.

      Ah, e não há nada de paranoico nisso, pois os discursos dirigistas estão aí na boca (e nos textos) dos principais "intelectuais" a serviço do establishment (vide Marilena Chauí, Vladimir Safatle e Paulo Sérgio Pinheiro; só para ficar nos mais básicos).

      Basta um pouco de bom uso dessa internet diante da sua pessoa, aliada a uma leitura atenta, para confirmar o que digo.

      :)

      Excluir
    11. Nick,

      Como eu disse, independente do CO2 ser regulador do clima (já li inúmeros trabalhos acadêmicos de gente séria questionando a versão e vários outros que afirmam a tese categoricamente), há sempre o uso político do fato científico e isso sabemos bem.

      Fora que cientistas não têm agenda apenas em um mundo ideal. Neste nosso mundão onde a propaganda reina e o dinheiro corrompe absolutamente, temos de manter, como o boi, um olho aberto e o outro fechado.

      Frequentando a academia, já conheci cada tipo bizarro ostentando o título de "pesquisador", que nem te conto. O que mais tem é militante de carteirinha com pesquisa "científica" encomendada pelo partido.

      Quanto ao outro que chama todo mundo de DEFU, nem ligo. Ele é assim mesmo. Respondo do mesmo jeito.

      :)

      Excluir
    12. O De Fu defendendo a Igreja sob o pretexto de que Hollywood não é santa me parece petista defendendo a corrupção sob a máxima de que o PSDB pecou primeiro. A senhora está dando uma guinada à esquerda?
      Linda, poderosa, divina catedrática, Farol da Internet, espetacular e não tão carismática De Fu, eu esperava mais da senhora!
      E, por favor, seja lacônica como a gloriosa e diva Glória Pires: todos nós agradeceríamos. E seria legal, acessível, merecido, bacana...

      Excluir
    13. Aguardando, Comentarista da caretinha, sobre meritocracia de Glória Pires como comentarista da Globo, e vitimismo judaico hollywoodiano.

      Excluir
    14. "Mudar a matriz energética nos termos que os "ecologistas" propõem seria o fim do sistema econômico de livre mercado",
      "Obviamente, não se trata da derrubada do capitalismo que mantém os artistas de cinema, os bilionários, ou os caciques da política com P maiúsculo, mas da eliminação das classes médias (essa "abominação"), dos pequenos investidores (quem eles pensam que são?) e das liberdades individuais dos anônimos como eu e você". Explique melhor, pois sem explicação parece uma teoria da conspiração. Como seria o fim do livre mercado? E o que seria preferível, o fim do livre mercado ou do planeta terra?
      Nick

      Excluir
    15. Nick,

      Se você fosse um pouquinho mais informado saberia que todo dirigismo implica no controle da economia pelo Estado e na restrição das liberdades do mercado (e do indivíduo, por consequência).

      "(...) o fim do livre mercado ou do planeta terra?"

      Faltou uma sonoplastia com gemidos de fantasma nessa sua afirmação. Segundo os "cientistas" da Eco 92 (lembra?) o planeta já era para ter acabado. As cidades costeiras já deveriam estar submersas no oceano e o ar completamente irrespirável. E olha que nem contavam com as emissões chinesas das últimas décadas.

      Como você pode perceber, não sou eu que estou do lado das teorias de conspiração.

      :*

      Excluir
  8. Quem merecia o Oscar é a Glória Pires. Bacana, merecido, a-do-rei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tava ótema, né? Deixou aquele porre que é o Oscar divertido, engraçado.

      Excluir
    2. Tava ótema, né? Deixou aquele porre que é o Oscar divertido, engraçado.

      Excluir
    3. Quanta bondade branca brasileira. O homem cordial.
      Cinismo no Brasil é pouco. (E)

      Excluir
  9. Ano que vem tem que ter Milton Cunha comentando.

    ResponderExcluir
  10. Acho um pouco patético que muita gente (inclusive nas redes sociais) comentando que n viram nenhum filme

    ResponderExcluir
  11. Completamente sem sentido esse Oscar para "Spotlight". Não porque o filme é ruim ou não estava na disputa, longe disso, mas pelo fato do filme ter levado apenas em melhor roteiro original, e no fim da cerimônia, o prêmio máximo da noite. Como pode se premiar o melhor filme se ele apenas leva em um outro prêmio ? "Spotlight" deveria ter vencido ao menos em outras duas ou três categorias. Enfim, isso é Oscar. É entretenimento. Mas a vitória de "Spotlight" não faz jus a entrega dos outros prêmios da cerimônia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não foi a primeira vez. Houve vários casos de "melhor filme" premiados com um único outro Oscar. E uma vez houve um "melhor filme" que só teve essa indicação e a levou: "Grande Hotel", em 1932.

      Excluir
    2. Filme chato pagarai
      i want to be aloooone

      Excluir
    3. Essas gays brack opnativas e recomendativas me surpreendem todos os dias aqui. Vc deve ter ouvido isso no camarote da The week, so pode ser.
      Meu amor, oscar nao define melhor filme ou ator. Nao leve isso tao a serio.
      Os premios dos festivais europeus sao bem distribuidos. Dificil um mesmo filme sair com dois prêmios.
      Só o fato dele ter levado o premio de melhor roteiro, ja o torna fortissimo concorrente ao oscar de melhor filme.
      Achei justa a premiaçao de Spotlight. Outro ótimo filme era A Grande Aposta.
      45 minuros tb era otimo mas nao estava classificado.
      Mulher, vai estudar! Internet apenas nao é suficiente pra torná-la inteligente.

      Excluir
    4. Houveram casos parecidos como o de "Spotlight". Estatisticamente foram em pouquíssimas ocasiões. Acontece que a vitória do filme torna inconsistente os demais prêmios. Pela lógica teria que vencer "Mad Max" ou "O Regresso", pelos prêmios que ambos receberam ao longo da cerimônia.

      Excluir
    5. Ao anônimo das 09:00, olha, você está muito mal informado. Os critérios de premiação do Oscar difere um pouco de alguns festivais europeus. No Oscar é muito comum que filmes vencedores na categoria de melhor filme também saiam vitoriosos em outras categorias. O que torna o prêmio máximo de determinado filme consistente. Alguns festivais europeus distribuem prêmios em suas categorias com cada filme vencedor em cada uma delas até mesmo por regras de premiação. Conta também o perfil diferente que muitos festivais mundo afora tem em comparação ao Oscar. Se você, anônimo, for dar uma rápida pesquisada em premiações do Oscar, verá repetidamente o fato que mencionei no início do comentário.

      Excluir
    6. Caro João Paulo,
      "Houveram casos parecidos" não. Mas "Houve casos parecidos".
      Vc piorou a besteira que disse. Vc foi acostumado e induzido a achar que volume de prêmios define melhor filme.
      Agora pense fora da caixa. O que define o melhor filme do ano? Tem muito marketing e lobby na industria. Por isso te disse para não levar premiação americana tão a sério.
      Eu ainda prefiro acompanhar a minha própria opinião e de sites com críticas diversas. Tb os festivais como sundance, cannes, berlin e veneza.
      Se historicamente houve filmes que ganharam muitos prêmios no oscar o que os rendeu o prêmio de melhor filme, não dá pra tomar isso como regra geral. A prova disso é que uma boa atuação de um bom ator nem sempre vem do filme vencedor de melhor filme.
      Se fosse assim como vc diz, filmes que ganham muitos prêmios tecnicos, como filmes de super herois, seriam sempre vencedores de melhor filme. Sai da conversinha do camarote mulher!

      Excluir
    7. Ao anônimo das 09:40, não piorei nada do que disse porque em nenhum momento falei besteira. Não disse que o Oscar é parâmetro para se medir a qualidade da indústria cinematográfica. Pois não, é. Você que quer colocar palavras que não citei. O equívoco é seu. Assim como o Oscar não é medidor de qualidade cinematográfica, outros tantos festivais mundo afora também não são. É de imensa ingenuidade pensar que sim. Uma vez Rubens Ewald Filho escreveu em uma crítica que premiações ocorridas em festivais geralmente se dão por politicagem, cegueira ou simplesmente delírio coletivo. Ele tem plena razão. O que foi motivo de meu questionamento, e você, anônimo, não entendeu, é que o Oscar de melhor filme para "Spotlight" é inconsistente com os demais prêmios distribuídos ao longo da cerimônia de edição desse Oscar. Não se há coerência. "Spotlight" deveria ao menos ter vencido em duas outras categorias relevantes para tornar a premiação do filme consistente. Mas isso é Oscar. É entretenimento. No entanto não deixa de ser pertinente questionar a premiação de "Spotlight", pois sua vitória torna incoerente os prêmios desse Oscar.

      Excluir
    8. A jumenta tem dificuldade de entender....spotlight ganhou melhor roteiro. Vc tem noçao do valor e peso de um bom roteiro? Precisa mais q isso pra definir o melhor filme numa premiaçao? Haja saco....

      Excluir
  12. O mio babbino caro
    Bingo! O Filho de Sionismo
    "Existe uma regra não-escrita que determina"

    ResponderExcluir
  13. A La Pires já correu para o fb com um "semi mea culpa"...

    https://www.facebook.com/GloriaPires/videos/1229424937086790/

    ResponderExcluir
  14. O Vaticano não é nenhum lugar santo, aquilo ali é um vespeiro onde impera a vaidade humana, nada mais que isto, passa longe da santificação, são raríssimos casos.

    ResponderExcluir
  15. "Mudar a matriz energética nos termos que os "ecologistas" propõem seria o fim do sistema econômico de livre mercado" Eu mereço!

    ResponderExcluir