sábado, 9 de janeiro de 2016

A BIG CASE OF MISCASTING

Já caiu na rede a entrevista que Wagner Moura deu ontem a Jimmy Fallon. A versão integral pode ser vista aqui ou aqui, com péssima qualidade; no canal oficial do programa só tem o trecho acima, que é praticamente metade de toda a conversa entre os dois. Wagner estava soltinho, com um toque de malemolência baiana, e Jimmy bastante à vontade, o que não costuma acontecer quando ele recebe convidados que não conhece direito (veja, por exemplo, como foi dura a entrevista com a cantora francesa Mylène Farmer). Muito esperto nosso compatriota dizer que foi um erro ter sido escalado para o papel de Pablo Escobar na série "Narcos", pela qual ele concorre ao Globo de Ouro neste domingo. Sei não, mas acho bem possível que Wagner ganhe: a Associação da Imprensa Estrangeira de Hollywood adora surpreender, mesmo com pesos-pesados como Jon Hamm na mesma categoria. Mas o que realmente interessa a Wagner Moura é ficar mais conhecido do público americano, e isto ele já está conseguindo.

(leia também minha coluna de ontem no F5 sobre este assunto)

23 comentários:

  1. nos sites estrangeiros estão prevendo a vitória do Rami Maalek

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não duvido. Acho esse ator de origem egípcia uma cóóóisa desde a minissérie "The Pacific", e ele finalmente ganhou um bom papel em "Mr. Robot".

      Excluir
    2. Ai o Rami é um sonho mesmo

      Excluir
    3. Torço muito pelo Jon Hamm, que ator, que serie, que pica!

      Excluir
  2. 1. Repare que não se entende como um brasileiro não fala espanhol. O apresentador finge que não entendeu.
    2. O apresentador acha que deviam ter proibido a Macarena e não o jogo?!?!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É porque, a cada ano, morre muito mais gente por causa da Macarena do que por causa do jogo.

      Excluir
  3. aaieee eu falo inglês e tenho que botar no meu texto issuuuu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você também fala? Eu também! Vamos falar juntos?

      Excluir
  4. O Globo de Ouro nas premiações de TV vem durante os últimos anos optando por novidades. Surpreender é o trunfo. Me recordo que ano passado Ruth Wilson vence na categoria atriz principal em drama, Maggie Gyllenhaal desbancou Frances Mcdormand em atriz principal em minissérie ou filme para tv, The Affair levou melhor drama, afora outras surpresas. Essa vem sendo a pegada do Globo nas premiações de TV. Esse ano deve ser o mesmo. Louvável, pois o saldo no final vem sendo positivo. O Globo ano passado por exemplo lembrou de indicar Clive Owen em ator principal em drama por The Knick. Uma série maravilhosa e esnobada premiações afora. Nisso está o diferencial do Globo. Um prêmio nada conservador quando comparado ao Emmy. Só posso dar parabéns pra Associação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o globo de ouro gosta mesmo é de - spread the love - apelido carinhoso que a imprensa americana deu para a associação.

      entertainment weekly depois da indicaçao da gaga: "because the HFPA wants her at the awards show"

      Excluir
    2. Acho que gostar de prêmio é bem coisa de bicha loser sem autoestima.

      Excluir
    3. Aí que você se engana. Gostar de prêmio é coisa de bicha winner fabulosa.

      Excluir
    4. Chatissimo as gays re-recomendando o que já tá super recomendado pelas redes sociais e mídia. Todas no Spot repetindo o que todo mundo leu na net, tipo as #diferentonas. Ninguém aparece como uma opinião autêntica. Vários programas ótimos esquecidos. E, vamos lá, essa síndrome de saber a nova série do momento sendo q todo mundo já sabe. E ainda tem as "Sexy and the City" que ainda se dividem entre as amigas como: vc é a Carry, eu sou a Samantha, etc... Cultura gay cafona camaroteira. Sem saco. Tomara q Wagner Moura perca. E eu rezando pra Regina case e o esquenta não receberem indicação nenhuma. Fui atendido.
      Acompanhar todas as premiaçoes já era. Bicha fina não faz o q 90% das bixas fazem...a diferentona, a recomendativa. Chatissimo

      Excluir
    5. João Paulo, vc é ou não o Lairinho? Se não, qual sua relação com ele. Vc é vereador mesmo? Lá no norte seu público sabe que vc é homosexuelle?

      Excluir
    6. Meu Deus, como tem viado chato. Isso é que é recalque com a vida dos outros.

      Excluir
    7. Imprensa estrangeira >>>>>>>> caquéticos votantes do Oscar e Emmy.

      Excluir
    8. Acho que quem não gosta de prêmio é bicha triste, que era escolhida por último em todas as atividades e só ganhou honra ao mérito ate hj.

      Excluir
  5. Vou não, quero não9 de janeiro de 2016 14:38

    Rodrigo Santoro #Reloaded

    ResponderExcluir
  6. Torço contra ele e torceria contra Regina chulé no Oscar.

    ResponderExcluir
  7. Vamos a quem realmente importa:

    http://mobile.nytimes.com/2016/01/07/fashion/mens-style/a-night-in-the-broadway-life-of-russell-tovey-and-his-bulldog.html?smid=pl-share&_r=1&referer=http://instinctmagazine.com/post/new-york-times-tackles-russell-toveys-psychotic-magnetism

    ResponderExcluir
  8. Ah, essas diferentonas invejosas chatas da p****... Bando de bicha loser recalcada...

    ResponderExcluir
  9. Acho que o Rami Maalek leva melhor ator, mas achei super justo o Wagner ser indicado.

    O que interessa mesmo é que o Rick Gervais será o host do GG. Em um ano com tantas indicações que pregam a diversidade, atores fora do padrão WASP, pauta feminista e um filme lésbico líder de indicações. Já imagino as piadinhas politicamente incorretas dele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou a discordante

      A que vai contra a maré
      A barroca
      A advogada do diabo
      A menminist
      A retrógada
      A fã incondicional do Bolsonaro
      A "na minha época era melhor"
      A gay republicana
      A que não gosta do "meio"

      Excluir