quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

O BARRIGÃO DE NOEL

Hoje vi alguém no Facebook reclamando do "pouco espírito natalino" das multidões que invadem os supermercados em busca de ingredientes para a ceia. Muitos concordavam com ele. Pois é: além de reclamar do consumismo desenfreado dessa época do ano, agora também pega super bem criticar a comilança. Pena que esses incultos desconheçam que consumismo e comilança já eram de rigueur no solstício de inverno, muitos séculos antes de Jesus nascer. Aliás, não existe nenhum registro da data exata do Natal: estudos modernos apontam que, se for verdadeira a história de que Maria e José foram a Belém por causa do recenseamento, Jesus teria nascido em meados de abril (mas o tal recenseamento na verdade aconteceu alguns anos antes do que seria o nosso ano um...). O cristianismo simplesmente se apoderou de uma comemoração que já existia. Enfim, o final de dezembro é um tempo escuro e frio no hemisfério norte. A colheita já foi feita e a semeadura só será possível na primavera. O que fazer, então? Comer, festejar, trocar presentes e chamar o sol de volta. Porque, se não fizermos muito barulho, ele vai embora para sempre.

(mais detalhes sobre a história da gulodice natalina neste artigo em inglês)

7 comentários:

  1. Sheezuis é de Aries <3
    Os de terra evejoso si corta

    ResponderExcluir
  2. Não incentiva elas comerem muito pq senão será aquele cheque coletivo homérico na The Week a noite.

    ResponderExcluir
  3. Não foi só das comemorações do solstício de inverno que o cristianismo se apoderou. Mitra e outras tantas divindades anteriores a Chesus também nasceram de uma virgem; Horus e outras tantas divindades anteriores a Chesus também tiveram 12 discípulos, foram traídos, crucificados e ressuscitaram no 3o dia; o dilúvio bíblico é um plágio barato da Epopéia de Gilgamesh, etc, etc, etc... Apropriação cultural de cu é rola, ne? Mas vamos parar de falar besteira e comemorar o aniversario (cof, cof, cof) do deus menino! Beijos querido!

    ResponderExcluir
  4. Quem reclama está nas ruas distribuindo doações para os necessitados? Não, claro, pois esses não tem tempo pra web mimimi.

    ResponderExcluir
  5. Interessante, mas que é verdade mesmo o final do ano é estressante com este corre corre e consumismo e comilança, um exagero mesmo, quando somos crianças e adolescentes até que gostamos, mas estando na casa dos quarenta e tanto p frente começamos a pensar diferente, é uma questão de gosto ou interesse ou de momento para quem tem filhos e familia e familiares não tem como fugir disto tudo.

    ResponderExcluir
  6. Para de postar bobagem! KKKKKKKK
    Cd minha lista de melhores do ano??? Uma das tradições desse blog que tanto amo!!!
    Feliz Natal, seu lindo!!!
    Do leitor de Ssa/BA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A retrospectiva 2015 começa segunda-feira.

      Excluir