quarta-feira, 21 de outubro de 2015

O ESTADO DEMONÍACO

Olhem aí, queridos que ainda apoiam Eduardo Cunha, do que o nobre deputado é capaz. Além de mentir desbragadamente e manter contas na Suíça, o presidente da Câmara também é o autor de um projeto medieval aprovado hoje pela Comissão de Constituição e Justiça. Pela nova lei, mulheres estupradas terão que fazer exame de corpo de delito e boletim de ocorrência antes de receber qualquer atendimento médico, e ai de quem sugerir a ela que aborte o feto do estuprador - APESAR dessa possibilidade ser perfeitamente legal há muitas décadas. Cunha não tem nada de inofensivo, nem será facilmente defenestrado uma vez que Dilma sofra impeachment. Ao contrário: ele é a encarnação do pior que existe na política brasileira. Religioso de araque, larápio contumaz e metido a espertalhão. Claro que esses PLs escalafobéticos de sua autoria servem para agradar ao eleitorado ignorante e à bancada BBB, num momento em que ele vê seu prestígio minguar. O Supremo provavelmente vai barrar essa lei que ignora a separação entre Igreja e Estado, mas isso não quer dizer que não corremos nenhum perigo. Quem tem medo do Estado Islâmico, quando já estamos sendo governados pelos próprios demônios?

37 comentários:

  1. Vc sabe que se uma mulher for a delegacia dizer que vc a estuprou, vc vai preso na hora, mesmo sendo mentira dela? Horror desse poder cego dado a quem quer que seja.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não fala bobagem, meu filho. Isso seria completamente inconstitucional.
      O único caso de prisão "na hora", sem ordem judicial, é quando o criminoso é pego em flagrante ou flagrante presumido.

      Excluir
    2. Para você ver como os apoiadores do Cunha são desonestos. Contam uma mentira apenas para tentar mudar o assunto da conversa.

      Meu bem, ninguém vai preso porque uma garota te acusa de estupro não.

      Excluir
    3. Na verdade, a jurisprudência tem sido nesse sentido sim. Se houver prova da relação sexual (basta exame no IML) e ela disser que não foi consentido, pode dar adeus a sua liberdade.

      Excluir
    4. Anon 10:56: Então? Um exame no IML para provar o estupro. Caso ocorreu, cadeia. Não acha justo? Ou estupro é crime leve para vc?

      Excluir
    5. O exame no IML prova que houve COITO. E se a mulher QUIS a relação? Isso o IML não tem como saber. Vale a palavra dela. Capisce?

      Excluir
  2. Sim deveria surgir uma Lei que proíbe Religioso se candidatarem a qualquer cargo que seja...porque o islã é uma demonstração deste erro...Agora este Cunha e Malafaia e companhia Ltda...faz do plenário o que querem o o que não querem de comum acordo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E seria justo também proibir militante gay de se candidatar a qualquer cargo.

      Excluir
    2. Claro que não seria justo proibir pessoas de se candidatarem a cargos só por conta da religião delas ou pelo fato de serem ativistas gay.

      Excluir
    3. Acho fascinante essa aversão que alguns gays sentem por quem mais defende os seus direitos. É um auto-ódio internalizado que precisa de cuidados médicos.

      Excluir
    4. Super concordo com voce, Tonyssimo! Estou cansado de ver por aqui gente contra a militancia gay, mais especificamente contra o Jean, e nunca entendi esse fenômeno. É o cúmulo do cúmulo do cúmulo da ignorância, pior que judeu nazista.

      Excluir
    5. O Jean Willis não é lá um bom político, mas continua necessário. A questão é que lgbt da direita liberal não acha o PSOL representante dos seus interesses e visão política, o que é totalmente coerente. O que eu não entendo é esse ódio dirigido a ele muitas vezes de gente que idolatra figuras como o George Bush e os Republicanos ou o Eduardo Cunha, que sempre foram contra os direitos lgbts.

      Misturar política com religião nunca deu certo, porém acho mais problemática a pouca representatividade lgbt. São Paulo possui a maior parada do mundo não consegue eleger um deputado. Enquanto a maior parte dos gays continuarem alienados e votando em partidos que utilizam seus direitos como moeda de troca os conservadores só aumentaram sua representatividade.

      Excluir
    6. O fato de Jean se dizer ou assumir uma suposta posição de ativista gay e defensor "da causa", não o torna necessariamente alguém que todo gay deva se sentir obrigado a apoiar.

      Podemos ser gays e pensarmos de forma diferente dele, não concordar com a militância dele, ou mesmo apenas não gostar das políticas que ele defende, sendo deputado do PSOL.

      Eu detesto tudo que diz respeito ao partido dele, logo não me sinto nada obrigado a apoiá-lo, mesmo que ele "defenda" algumas coisas que possam por ventura me favorecer.

      Excluir
    7. E existe algum político que só defende políticas que você ama, meu caro?

      Existe político que tem um pauta que você concorda 100%?

      Existe algum político que luta por um benefício maior que os benefícios que são batalhados pelo Jean?

      Aguardo respostas...

      Excluir
    8. Bom, como as respostas obviamente não vieram, isso só confirma que o único problema é que os gays são desunidos e se incomodam com o coleguinha que tem o destaque que a grande maioria nunca terá, mesmo que o cara esteja lá dando a cara a tapa para defender os direitos de todos, algo que ninguém está disposto a fazer. E é por isso, só por isso, que gay não vota em gay.

      Excluir
  3. Hoje essa criatura das trevas realmente se superou: além desse descalabro contra a pílula do dia seguinte no caso de estupro, ele também colocou em votação (adiada) a cômica lei contra a heterofobia.

    Na verdade seria cômico se não fosse trágico, só de terem a cara de pau de propôr este tipo de lei mostra a ousadia desses fundamentalistas religiosos. Até onde querem ou poderão chegar? MEDO, MUITO MEDO.

    Tomara que essa desgraça caia logo do cargo, está difícil até de olhar para a cara desse ser repugnante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não diga muito mal do cara, pois tem muita gente aqui que se ofende.

      Excluir
  4. Affe! O problema do Brasil é o Brasil, taí o verdadeiro motivo porque querem impedir q o dinheiro do pré sal vá pra educação

    ResponderExcluir
  5. Acho que o problema não é ser evangélico.. é ele ser um grande filho da puta! Existem filhos da puta com ou sem religião!

    ResponderExcluir
  6. É um ordinário junto com toda a bancada BBB e seus eleitores. Não esquecendo que ele e cia conseguiram esse protagonismo por serem da base aliada.

    ResponderExcluir
  7. Este País está condenado vejam os representantes no congresso, tudo gente "boa" empresários, fazendeiros aventureiros políticos e muitos picaretas da pior espécie, fora os eleitores movidos a interesses de toda espécie e gente sem noção de nada que vota.Brasil entregue a própria sorte!

    ResponderExcluir
  8. Tudo que ele quer é causar polêmica, atacando os grupos barulhentos
    (LGBTs, feministas), agradando os conservadores e com isso gerando um nova discussão sem sentido para desviar o foco dos seus casos de corrupção. E as ~bichas inteligentes~ mesmo sabendo que esse tipo de bobagem jamais passará a valer no Brasil, entram direitinho no jogo político sujo dele. E assim o verme vai ficando no poder até o final do seu mandato.

    ResponderExcluir
  9. Esse projeto é mais nefasto do que voce descreveu aí e não limita-se somente à mulher estuprada ter que fazer BO. A proposta aprovada na CCJ estabelece prisão de seis meses a dois anos para quem "induzir ou instigar" gestantes a praticar aborto ou auxiliá-la na prática. Incorre na mesma pena quem vender ou entregar de forma gratuita "substância ou objeto destinado a provocar aborto", ou orientar e instruir grávidas sobre como praticar o ato. Se entrar em vigor, um médico que prescreveu uma pílula do dia seguinte, ou um farmacêutico que a vendeu pode pegar de 6 meses a 2 anos de prisão. Com licença que estou me mudando pro Cazaquistão!

    ResponderExcluir
  10. O que esperavam de um político eleito por uma base conservadora? Eles costumam atender aos clamores de seus eleitores.

    Fico triste pelas mulheres que continuarão recorrendo a expedientes escusos para uma simples interrupção da gravidez. No caso específico, a proposta segue para aprovação na Câmara. Ainda que passe, salvo engano, restará o veto presidencial. A não ser que a pauta, para variar, se transforme em moeda de troca para o governo.

    No final das contas, notícias como essa só servem de cortina de fumaça para o PT.

    * * *

    Definitivamente, precisamos de mais políticos liberais (na economia e nos costumes).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O mio babbino caro
      Cade as vozes que sempre surgiram por aqui, a favor dessa aberração Eduardo Cunha.

      Excluir
    2. Por isso a economia está quebrada e os direitos individuais cada vez mais cerceados. Falta político liberal no Brasil.

      Excluir
    3. Carissimo (11:38)

      Optar por Cunha, em certo momento, era escolher o mal menor. Hoje, sabemos que se trata de mal semelhante, mas entendemos quem ainda defende a tese de primeiro despachar o PT para depois lidar com Cunha.

      Na atual conjuntura, a imediata convocação de novas eleições é o melhor caminho.

      Excluir
    4. Aí ganha o Alckmin kkkkk. Odeio PT, mas esse cara é de doer tbm.

      Excluir
  11. Que tédio esse "babbino caro" , dá até saudade do delicioso 5D Raver.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha que ele volta hein (9+2=11).

      Excluir
    2. CAUTELAHora de abrir a sessão da Câmara.O presidente não aparece.O presidente está impedido.O presidente está presoem casa. Monta guardajunto ao quarto repleto de ouro em pó.Pode a campainha tilintar,o sino do Rosário bater e rebater,o Senado da Câmara implorarprotestardestituir o faltoso.O presidente tesoureiro do ouro em pótributo do povo à regência trinavê lá se vai abrir sessão.Presida quem quiser,que esse ouro aqui ladrão nenhum virá rouba
      (CDA)

      Excluir
  12. Torcer para que o Eduardo Cunha seja bem sucedido num processo de impeachment não quer dizer que a pessoa concorda com ele em outras pautas e nem que o apoie. Eu pelo menos nunca vi ninguém elogiando o Cunha aqui no blog. Simplesmente ele é o única vingativa capaz de interromper a calamidade chama Dilma Rousseff.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A perfeita lógica do jacaré.

      Excluir
  13. Respostas
    1. Só deixa mais evidente que o site era fachada pros negócios escusos dele. Tem foto que parece "pool party" da The Week ahhahhah

      Excluir