terça-feira, 6 de outubro de 2015

NO PEITO DOS DESAFINADOS


A história de Florence Foster Jenkins, a pior cantora de ópera de todos os tempos, não para de gerar frutos. Já rendeu o musical "Gloriosa", estrelado por Marília Pera, e acaba de ser filmada por Stephen Frears com Meryl Streep no papel principal. Mas o cinema francês passou a perna no americano e já lançou sua versão: "Marguerite", que se passa em Paris nos anos 1920. Catherine Frot está fantástica como a protagonista, mas o roteiro deixa a desejar. O final se arrasta, e há um pouco de personagens pitorescos demais. Mas o caso de Florence/Marguerite merece atenção. Ela era uma milionária que cismou em ser uma diva do bel canto; durante anos, ninguém tinha coragem de dizer na cara dela que a coitada cantava muito mal. Parece uma obsessão inofensiva (a não ser para os ouvidos delicados), mas saí do cinema pensando que a mulher não era tão boazinha assim. Não que ela fizesse mal a ninguém, mas só pensava em si mesma. Sua autoproclamada paixão pela música disfarçava um egoísmo gigantesco, que por sua vez camuflava uma fragilidade imensa. Igualzinho a certos ricaços brasileiros que gravam discos e fazem shows, e ninguém tem culhão de lhes contar a verdade.

12 comentários:

  1. Muito interessante, quero ver esse filme.

    ResponderExcluir
  2. Gosto da sua análise freudiana das coisas

    ResponderExcluir
  3. Fiquei pensando agora eu gostaria de me conhecer melhor conhecer minhas fragilidades até pq já me ferrei muito mas n dá pra levar psicológos a sério nem psicoterapeutas...vou ter q tentar 'me estudar' eu mesmo, psicologia devia ser matéria base da escola primária

    ResponderExcluir
  4. Ahahhahahha lembrei de c e r t o s publicitários.

    ResponderExcluir
  5. O mio babbino caro
    Cade meu "sertos" .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Corrigi assim que percebi o erro. Foi só um "typo". Era tarde e eu estava exausto...

      Excluir
    2. Voche shabe que eu perdoo quase tudo em voche, até aqueles post reachinha rsrsrsr

      Excluir
  6. quem sao esses ricaços? Quem? boiei.

    ResponderExcluir
  7. Roberto Justus (check)

    ResponderExcluir
  8. Me fez lembrar o filme Crepúsculo dos Deuses. A atriz megalomaníaca.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas a Norma Desmond do "Crepúsculo" tinha talento de verdade, só estava esquecida. Florence/Marguerite era uma farsa.

      Excluir
  9. É vdd e o esquecimento para com os grandes atores e atrizes é e foi fatal, muito triste.

    ResponderExcluir