segunda-feira, 19 de outubro de 2015

MERECE RESPEITOOO

Qualquer pessoa que acompanhe o noticiário já sabia há muito tempo que Eduardo Cunha não é flor que se cheire. Os escândalos cercam o deputado desde que ele assumiu seu primeiro cargo público, a presidência da extinta Telerj, em 1990, e seu currículo só inclui patrões do naipe de Collor, PC Farias e Garotinho. Mesmo assim, tenho amigos supostamente esclarecidos que o apoiam até agora, pois acham que ele é o único capaz de deslanchar o processo do impeachment da Dilma. Alguns desses amigos inclusive são gays, ignorando alegremente o fato de que Cunha é nosso inimigo declarado. Mas suas contas na Suíça e seus carrões em nome da empresa Jesus.com demonstram que ele é um evangélico de araque. O maior papelão de todos, portanto, coube aos nossos queridos crentes, sempre prontos a venerar qualquer imbecil que se diga contra o aborto e o casamento igualitário (são eles que formam o eleitorado de Cunha no Rio de Janeiro). Sei que é pedir demais a essa gente ignara, mas precisavam tomar mais cuidado. O resto do Brasil também merece respeito.

(Meus agradecimentos ao anônimo que me deu a dica do vídeo acima)

23 comentários:


  1. Eduardo Cunha deveria ter caído muito antes. Nem mesmo ter chegado onde chegou. Entretanto, Cunha não cairá por seus crimes, mas por ter se oposto à quadrilha esquerdista capitaneada pelo PT. Obviamente, nosso inimigo declarado foi alvo de um Rodrigo Janot que, em tempo recorde, fez justiça; e de uma investigação digna de um ministério público do primeiro mundo. O curioso é que não se vê a mesma agilidade com relação a Edinho Silva, ou Aluízio Mercadante.

    Devemos celebrar a ruína de um homofóbico? A resposta seria afirmativa se tal derrota não implicasse na sobrevida de um governo que quebrou o país, cometeu crimes, mentiu, enganou, apoiou ditaduras, financiou grupos terroristas (MST, MTST, e outras franjas partidárias) e segue ameaçando a oposição por meio de seus defensores (o recente discurso do "professor" Mauro Iasi - PCB - está na rede para quem quiser ver: https://goo.gl/3mIMf2 ).

    Infelizmente, por mais paradoxal que isso signifique, a queda de Cunha, neste momento, só beneficia os larápios que lucram com o atual estado de coisas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cidadão, ok que tu próprio assina como the fool, porém, seu "anti-comunismo" o arrasta para a possibilidade de entendimento das raias do infinito através do ridículo.

      Excluir
    2. Anônimo 17:36,

      Vou usar sua provocação para completar meu comentário anterior.

      Não preciso ser 'anti' algo que nunca funcionou. Uma fantasia que só serviu para escravizar nações, enriquecer líderes políticos e seus apadrinhados, produzir fome e miséria. Qualquer pessoa minimamente informada já descarta o "comunismo" (seja lá o que isso queira dizer) na largada.

      Sou, isso sim, contra políticos corruptos que reinventam o populismo para roubar como nunca antes na história deste país, contra governAntas (sapiens) que só servem para armazenar vento e falir uma das maiores empresas petroleiras do mundo. Sou contra um partido que, pelo poder a qualquer custo, elevou a corrupção aos patamares mais rarefeitos.

      Também sou contra o Cunha. É desonesto? Cadeia nele!

      Diferente de um esquerdista, não trato a política como religião. Quando percebo a farsa, caio fora.

      Excluir
    3. Passou longe de entender figura de linguagem, o restante me nego a comentar. Não adianta vir com anônimo de hora tal que não vou responder.

      Excluir
    4. Anônimo 11:56,

      Caso o comentário das 17:36 seja seu, passou longe de saber usar figura de linguagem, my dear. Não basta justapor palavras improváveis.

      Por favor, não responda!

      ;-)

      Excluir
    5. Me poupe do seu ridículo. Prefiro Odes Marítima.

      Excluir
  2. Não vejo menor.problema no jogo político apoiar um inimigo para destruir outro. Derruba-se um, depois o que usamos. Melhor do que só ficar assistindo do camarote feito don Jean Wyllys, que não serve pra nada e só ganha com a existência dos Cunhas e Malafaias.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois eu vejo sim, e muito. Ainda mais quando existe o risco desse inimigo ficar no lugar do outro e fazer um governo ainda pior, como seria o caso de Cunha na presidência da república.

      Excluir
    2. Acha ruim só ter o Jean como representante que defende abertamente os direitos dos gays? Então se candidata, querida. Mostra pro mundo que vc também tem o que contribuir.

      Ficar aqui na internet de camarote falando que ele não faz nada é muita hipocrisia sua, pois vc não é nem um pouco diferente. (E diga-se de passagem, o Jean é um dos poucos deputados que faz jus à posição de deputado, estando presente em mais de 80% das sessões, apresentando projetos de lei relevantes e debatendo nas comissões). Um deputado não faz tanta diferença, portanto temos que votar melhor em todos os estados.

      Excluir
    3. Peojetos relevantes kkkkk. Gosto do delírio.
      E quem te lê e desconhece como são os partidos deve achar que é só chegar lá e falar que quer ser candidato kkkk. If only...
      To me rasgando de rir da boiada gay que acha que Jean faz algo pelo país
      Kkkk

      Excluir
    4. Sim, você quis dizer "o inimigo do meu inimigo é meu amigo", só q nesse caso não. Nesse caso, pra ser bem preciso o inimigo do meu inimigo é meu inimigo tbm. O Eduardo Cunha é trilhões de vzs pior que a Dilma, por: ser evangélico (falso profeta, esses conseguem enganar muito mais), ser muuuuito mais astuto que a Dilma e por saber usar as palavras, coisa q Dilmão nunca soube fazê-lo! rsrs. Eu nem cito o fato dele ser contra as gays, pq tem coisa bem pior do q isso. Ele quer ver o Brasil afundar. Mas confesso que ainda não entendi o por que! Se alguém quiser desenhar... Obrigada de nada.

      Excluir
  3. O mio babbino caro
    É esta a diferença entre você, e muitos dos seus leitores. Mesmo diante do óbvio, dilacerados em suas famílias e vilipendiados por um algoz sátrapa deste, por uma força xenofóbica insana e irracional, o apoiam. Se alguém tiver paciência, vejam oque já foi escrito aqui em comentários passados, em apoio a esse crápula. Sim são gays iguais a nós, embora não aceitem, estão sujeitos a todas mazelas que esses tempos ainda nos impõe, porém querem crer que sua posição social os livrariam do escarnio que nos espreita nas esquinas. Nos porões da Igreja desse monstro cínico e hipócrita, Sara Nossa Terra, que se gestou a cura gay, foi esse monstro que na madrugada da faca afiada aprovou a maioridade penal, foi sobre sua tutela que a Trans crucificada foi motivo para aquela procissão do terror no congresso e milhões de famílias sob a sua benção foram execradas do estatuto da família. Os evangélicos miseráveis esperam como ele, ser honrado por Jesus e terem uma frota de carros de luxo, importados e quem sabe contas na Suíça também. E enquanto Jean Wyllys de Alagoinhas não for um Carlos Tufvesson do Leblon, será um miserável e sua luta não será aceita nem representará. Sendo lá oque isso possa significar. Deus abençoe a América.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Arrasou no comentário! ;)

      Excluir
    2. Quanta bobagem digitada bobinho caro.

      Excluir
    3. Oque mais tivemos até hoje foram espertos caro.

      Excluir
  4. Era uma vez um vampiro desconhecido. Ele viveu durante muitos anos nas sombras, nas trevas, chapinhando o sangue das virgens, tranquila e avidamente. Até que chamou a atenção dos outros vampiros, que o incentivaram a "tomar o seu lugar", a liderá-los, a ocupar um lugar de destaque. O vampiro então, cheio de vaidade - vanitas vanitatum et omnia vanitas - não percebendo a artimanha dos seus colegas, resolve então sair de sua toca, ficar sob os holofotes, embriagado pelas luzes da ribalta. Morreu esturricado. Fim da história.

    ResponderExcluir
  5. Não podemos nos esquecer do importante projeto apresentado pelo digníssimo deputado Eduardo Cunha.

    http://www.camara.gov.br/sileg/integras/892977.pdf

    ResponderExcluir
  6. Fico meio em dúvida, o que me dá mais prazer, que caia um aliado do Malafaia ou fique o inimigo número 1 de Dilma?
    Difícil essa.
    De que vale o pequeno prazer de ver o Malafaia queimar a língua, diante do caos que estamos vivendo no Brasil graças a Incompetenta?
    De que adianta não ter um presidente da Câmara homofóbico e viver num pais falido?
    Hoje, creio que Cunha não tem moral para tirar Dilma, então ele deve sair, porque é só pra isso que ele serve, mas se houvesse alguma possibilidade dele tirar Dilma do planalto, por mim poderia ficar mais um pouco.

    ResponderExcluir
  7. "Bandido Bom é Bandido Morto" disse um cliente de direita no meu trabalho

    ResponderExcluir
  8. Pq esses coxinhas que odeiam o Jean não se organizam para eleger um representante gay coxinha no Congresso? Seria ótimo ter mais alguém para defender os temas LGBT, mesmo que seja um coxinha

    ResponderExcluir