terça-feira, 13 de outubro de 2015

A CASA DOS PADRES PEDÓFILOS


A primeira pergunta que "O Clube" me suscitou foi: existem mesmo essas "casas de retiro", para onde a Igreja Católica mandaria seus padres pecadores? Aliás, o próprio filme se questiona se elas deveriam existir. Porque juntar um bando de sacerdotes pedófilos num mesmo lugar não parece boa ideia. Mais cedo ou mais tarde, eles vão se meter em confusão. E claro que se metem nessa nova obra do diretor Pablo Larraín, já indicado ao Oscar por "No" ("O Clube" é o escolhido pelo Chile para representá-lo na próxima disputa). Uma vítima já adulta vem molestar os velhinhos, e sua chegada acaba provocando uma morte violenta. Esta, por sua vez, faz com que a Igreja envie ao lugar - uma cidadezinha litorânea longe de tudo - um padre jovem, desses bem "by the book", que pensa em fechar aquela comunidade transviada. Uma das qualidades de "O Clube" é o fato dele não condenar automaticamente seus personagens. Dá para entender (um pouco) o drama de cada um. Mas um dos defeitos é a lentidão e o tom sombrio, inclusive na fotografia. Depois de trabalhos vibrantes como a série "Prófugos", Larraín embebe a tela de melancolia. Seu novo filme não tem nada de divertido. Só vá se seus neurônios pedirem muito.

8 comentários:

  1. É um mistério envolto numa charada enrolada num enigma. E o final não é fácil de ser digerido.

    ResponderExcluir
  2. tem putaria? meus neuronios e outras cositas más pedem putaria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem um pouco, mas é disgusting.

      Excluir
    2. Defina putaria disgusting pra vc.

      Excluir
  3. Com certeza a rainha da loucura monotemática teria alguma teoria conspiratória sobre esses clubes!

    ResponderExcluir
  4. Melhor ver a mais recente temporada de Ray Donovan, os pedofilos estão lá fazendo cursinho pra se livrar da culpa, e melhor, a vítima numa cena antológica assumindo que amava o padre.

    ResponderExcluir
  5. "A primeira pergunta que "O Clube" me suscitou foi: existem mesmo essas "casas de retiro", para onde a Igreja Católica mandaria seus padres pecadores?"

    http://www.repubblica.it/vaticano/2015/10/05/news/nel_convento_dove_il_vaticano_manda_i_preti_gay_voi_li_marchiate_noi_li_assistiamo_-124368753/?refresh_ce

    ResponderExcluir
  6. O mio babbino caro
    Esses padrecos além de tudo, cansam.

    ResponderExcluir