sexta-feira, 25 de setembro de 2015

PMDBOLHA

Indescritível... indestrutível.. nada consegue pará-la! Esse era o slogan de um dos melhores filmes trash de todos os tempos, "A Bolha Assassina". Também cai como uma luva no PMDB, o partido que está prestes a abocanhar o governo federal. Pois é: enquanto tanta gente reclamava que Aecim estava tramando um golpe, as velhas raposas peemedebistas trabalharam no escuro e agora estão quase chegando lá. Com a diferença de que o PSDB chegou em segundo lugar na eleição do ano passado, muito próximo do primeiro. Já o PMDB nem lançou candidato próprio. Isso sim é golpe, pois eu duvido que o partido de Renan Calheiros e Eduardo Cunha vá precisar de muita ajuda dos tucanos para se consolidar no poder. Tanto que estão se dando ao luxo de recusar até o bilionário ministério da Saúde, tendo em vista um prêmio ainda maior. A bolha se esparrama pelo Brasil e atrai aproveitadores para seus tentáculos gelatinosos. Hoje senti engulhos ao ler na Folha o artigo de Marta Suplicy, que se regozija por ser fagocitada por esta ameba gigante. Pelo menos o Alessandro Molon, um dos deputados mais decentes do país, fez jus à fama e deixou o PT pela Rede.

10 comentários:

  1. Como você mesmo já disse: se o Brasil fosse parlamentarista, o primeiro ministro sempre seria do PMDB.

    ResponderExcluir
  2. O artigo da Marta e o fim da Cleycianne no mesmo dia - nao sei o que é pior!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O fim da Cleyciane é bem pior. A Ermã continuará a ser nosso farol nas pelejas contra os demônios.

      Excluir
  3. O PMDB é um parasita que está destruindo o seu hospedeiro, que agora é o PT mas já foi o PSDB em outros tempos (ou seja, quem estiver no poder), O PMDB é um câncer da polítca brasileira ou a AIDS que enfraquece o hospedeiro deixando ele um alvo fácil para "doenças oportunistas" (Feliciano, Bolsonaro, Cunha, Temer, Color)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostei da analogia, e para suavizar esse horror todo que assola o país, um assunto mais leve: Acho o Mólon um gato!

      Excluir
    2. Partido dos maçons!

      Tipo José Sarney. O "literário". Da A(1)cademia de L(3)etras. Que deve ser outro antro de maçons.

      Excluir
  4. A Marta chamou o PMDB de partido de vanguarda no artigo rs. Como pretende ser candidata à prefeitura de São Paulo, com chance real de vencer pela péssima popularidade do Haddad, foi um acerto sair do PT. Só deveria ter escolhido outro partido, perdeu os votos de quem entende quanto o fisiologismo do PMDB afeta o país.

    ResponderExcluir
  5. O mio babbino caro
    O Partido com seus candidatos eleitos pelo PHOVO.
    "E na TV se você vir um deputado em pânico mal dissimulado
    Diante de qualquer, mas qualquer mesmo, qualquer, qualquer
    Plano de educação que pareça fácil
    Que pareça fácil e rápido
    E vá representar uma ameaça de democratização
    Do ensino do primeiro grau"

    ResponderExcluir
  6. A Marta envelheceu. Envelhecer é difícil mesmo. Até pra quem já foi Marta Suplicy.

    ResponderExcluir
  7. Quero que Marta, Eduardo CÚnha e toda a quadrilha peemedebista faleçam no mar de corrupção. Agora, sobre o Alessandro Molon... Genty, que gato, boy magya perfeito, deve ser necão... Multiplica no congresso, Senhor!!!

    ResponderExcluir