segunda-feira, 6 de julho de 2015

OXI OU NAI?

Oxi. Não (que eu achava que era o "nai", mas enfim, isto é grego para mim). Foi assim que votaram 60% dos gregos no plebiscito de ontem, talvez contra si mesmos. Agora ninguém sabe o que pode acontecer: a Grécia sai da zona do euro? Vai haver dinheiro no país até o fim desta semana? Vai faltar tudo, nos mercados e nas farmácias? A Grécia foi muito mal administrada, mas o problema também é cultural. A economia grega é feita de empresas de fundo de quintal, administradas por uma única família. Não possui grandes indústrias, tirando o turismo e as azeitonas - foi-se o tempo dos estaleiros poderosos de Niarchos e Onassis. E o povo se acostumou ao bem-estar social de padrão europeu, com aposentadorias precoces e centenas de outros benefícios. Agora pode vir o caos total. Curioso é que há décadas a Europa barra a entrada da Turquia, que vem crescendo em ritmo acelerado e já se tornou uma potência regional. Preferiu a Grécia, berço da civilização e blá-blá-blá. Alguém vai pagar a conta? Oxi ou nai?

19 comentários:

  1. Bee, a Europa n deixa a Turquia entrar pela geolocalização, é uma buffer zone entre a raivosa (e com razão) comunidade islâmica, Ásia e a Europa. Vi aquele fahrenheit 11 de setembro de novo ontem. Q filme.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depois de postergar por anos, seu comentário me lembrou de ver o doc. de M. Moore. Obrigado!

      Tô me sentindo triste pra cacete com tudo que vi. Acho que por isso mesmo demorei tanto pra ver.

      Excluir
    2. Felipe eu ficaria menos triste se n soubesse q o Brasil tbm é alvo dos imperialistas, por isso q SP ainda n é maior q Londres (no sentido de importância cultural) e nem venha com esse blalabla Londres se industrializou antes, olha Palmira, olha a mesopotâmia, olha Cario, Athenas. Temos tudo pra ser o centro do mundo mas os caras metem no nosso cu todo dia!!! Pegando o carro do post (co-piraçao do Tony) digo e repito, onde orkut bombou? Brasil e Irã, reflitam.

      Excluir
    3. ainda não é maior que Londres porque tem muita gente sem noção como vc. Reflita.

      Excluir
  2. Lembrei do que disse Kennedy: ask not what your country can do for you — ask what you can do for your country.
    Deixando o romantismo de lado, parece que realmente existem os que acreditam que o mundo lhes deve o seu lugar ao sol, e os que acreditam que devem trabalhar pra conquistar o que desejam.
    Acho que a Grécia não tá pronta pra aderir a uma cultura tão oposta à dela. Pelo menos não enquanto não ficar ainda mais evidente e doloroso o fato de que viver da sua própria cultura tá cobrando de todos os gregos um preço alto demais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É fácil resumir tudo a preguiça de um povo, não? Estudos já tinham mostrado que o grego médio trabalhava mais do que o alemão médio (isso os gregos que conseguiam ter um emprego, já que 5 anos de austeridade tinha arrasado a economia do país) Pode ver aqui: http://www.washingtonpost.com/news/morning-mix/wp/2014/05/16/greeks-work-harder-than-germans-who-knew/. Se a Grécia tinha aceitado empréstimos que eventualmente não conseguiria pagar, isso é culpa dos governos anteriores amigáveis aos grandes bancos (aliás, nessa época, quem não é?). O problema é que depois quando as contas não fecham, quem paga é sempre a população que nunca concordou com as negociatas dos governos e dos bancos centrais. Aliás, a Alemanha recebeu um perdão de metade de suas dívidas depois da Segunda Guerra já que os EUA perceberam que ela nunca poderia pagar suas dívidas. Posteriormente a Alemanha se tornaria a potência que é hoje. Porque a Grécia não mereceria um perdão similar? E olha que ela nem matou de 20 a 30 milhões de seus vizinhos como a Alemanha havia.

      Excluir
    2. Arrasou, Anônimo!
      Não só a Alemanha se beneficiou com o perdão de dívida no pós-guerra. Inglaterra, por exemplo, teve 60% de sua dívida perdoada.

      Excluir
  3. O regime autoritário do Erdogan não pegava bem entre os europeus. Talvez nem o genocídio armenio, do qual a Turquia nunca se desculpou. Recalque dos europeus? Nao sei

    ResponderExcluir
  4. SEI LA...a europa vai pro buraco. e olha que eles tem o iraque, syria e libia...e ainda assim...o capitalismo vive uma crise, chegamos no ponto "exploração máxima". Não temos mais uma civilização, a liberdade morreu (snowden), George Orwell estava certo em tudo o que disse, daqui só pra baixo.

    ResponderExcluir
  5. Em Istambul nao pode nem Parada Gay e vc quer que a Turquia entre pra EU?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. gata se ta por fora..istambul é muito gay!!!!

      Excluir
    2. bicha que acha que civilização e liberdade é só liberar parada gay. rsrsrsrsrsrsrs

      Excluir
  6. Ato corajoso do Povo Grego!
    Uma sambada no capital financeiro inescrupuloso.
    Como disse o ex-ministro das finanças, a Alemanha foi ajudada num momento crucial, agora a Grécia é quem precisa de auxílio; afinal, não é a ajuda recíproca esse um dos pilares de uma união? (Claro que no caso da Alemanha a UE nem existia... mas não sejamos rasos, a referência é pertinente).

    ResponderExcluir
  7. O mio babbino caro
    It's Not Right But It's Okay

    ResponderExcluir
  8. I'm gonna make it anyway...Withney, saudades

    ResponderExcluir
  9. Tem tanta coisa errada nesse projeto europeu. E mais ainda na forma da implementação da moeda que eu nem sei por onde começar.

    Mas Turquia JAMAIS será parte da UE. Semana passada eles abriram a fronteira com a Síria praquele monte de refugiados entrar. Eles nunca vão aceitar um país que faz isso (até porque o acordo de Schengen agora é obrigatório para novos membros, ainda que não seja implantado imediatamente).

    ResponderExcluir