quarta-feira, 22 de julho de 2015

AS KARDASHIANS EM DOWNTON ABBEY

"Os Flintstones" era engraçado porque mostrava uma família da pré-história vivendo com gadgets contemporâneos: carro, TV, batedeira de bolo. Uma ideia parecida está por trás de "Another Period", protagonizada por duas socialites desmioladas agindo como se já existissem selfies em 1902. Essa nova série do Comedy Central ainda não estreou no Brasil, mas muita coisa já está disponível no YouTube - aí acima, por exemplo, podem ser vistos em sequência 16 promos, trailers e até cenas completas. O melhor de todos? "Going Viral", evidentemente.

12 comentários:

  1. hahahah....ai acaba logo geração selfie, vamos pra próxima...virem a pagina pessoas estúpidas. Snowden avisou.

    ResponderExcluir
  2. Tá chatíssimo isso tudo. Será que vamos depender de ler comentários vazios pra sobreviver à chatisse que virou a vida. Tá difícil...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu Jesus (ops, minha Jesuíta), como o povo desse século 21 é sem empatia. Na minha época tinha chibatada, crucificação e apedrejamento mas as pessoas eram educadas. Agora qualquer anônimo se sente no direito de mandar os outros cometer suicídio.

      Pois suicídio é pecado, vai contra a criação do nosso Senhor e mandar os outros se matar é mais pecado ainda! Lucinha tá te esperando no inferno com um tridente bem afiado viu minha filha? Espero que vc goste de sado bem feito e sem palavra de segurança.

      Excluir
    2. Miga, liberte-se dessa culpa religiosa cristã. Deixa de ser otaria. Em caso de q vc esteja sendo ironica, leve em consideracao q pra nos gueis nao existe "nosso Senhor" e sim nossa SENHORA (Santa Cher de Misericordia), alem de sua enviada e salvadora do mundo (Madonna de Je Suis). E se tem alguem esperando no inferno esse alguem atende pelo nome de Lady Gaga, o anjo caido do pop (ou flop), illuminati, mentirosa e enganadora, porem amada por todas as gueis de baixa renda em todos lugares do mundo: o mal esta em todo lugar, lembre-se disso. Esse tridente afiado q vc diz ai e so 1 metafora pra um caralho bem grande e grosso q da ate pra enrolar no pescoço. Bjs

      Excluir
  3. MTOOOO BOMMMM HAHAHAHAHHAHA

    ResponderExcluir
  4. Tony que vc acha da saída do Jon Stewart do Daily Show?? Noss, eu estou inconsolável. Está pra nascer outro comediante tão bonito, charmoso, inteligente e engraçado como aquele e ele ainda vai dar um tempo, quem sabe nem mais fazer televisão.

    E porque será que não temos comédia de política no Brasil? Nossos políticos são tão patéticos (ou mais) que os dos EEUU. Seria tão fácil zoar da Diuma, do José Serra, do Aercio, do Boconaro. Tem até deputado que é contra o aborto propondo esterelização de mulheres pobres para elas não parirem mais criminosos em potencial. E o Feliciano querendo ensinar Criacionismo nas escolas??? Gente, é tanto material. Não entendo. É um nicho que tá sub-aproveitado hein?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Filho, desde quando humorista no Brasil tem essa coragem e esse talento? Estão todos empenhados em agradar, pegar um dinheirinho para algum projeto. Tirando Rafinha Bastos e Danilo Gentili, não tem um com culhões para falar mal de nada, muito menos de político. Vide o patético Jo Soares, que virou uma piada de si mesmo ao trocar a crítica ao governo pelos elogios. Não estou falando da entrevista ridicula com Dilma, mas do programa dele diariamente, em que pateticamente defende o governo.

      Excluir
    2. Eu acho que o mercado brasileiro já está maduro para um programa de humor político. Um talk show nos moldes dos programas do Jon Stewart, do Stephen Colbert ou do John Oliver (meu favorito).

      Existem dois problemas para fazer este tipo de programa no Brasil. O primeiro: quem apresentaria? Teria que ser um humorista com credibilidade. Eu acredito no Marcelo Tas, mas não em muitos outros.

      O outro é a nossa cultura atrasada, que processa tudo e todos por "danos morais". Um país onde até pouco tempo eram proibidas as biografias não-autorizadas, e onde a família de um cantor sertanejo se acha no direito de processar um jornlaista por causa de suas opiniões.

      Excluir
    3. A questão do talento (como o anon numero 2 disse) é importante. Eu acho que um programa desse não pode ter rabo preso, teria que mostrar os absurdos tanto do PT quanto do PSDB e todas as outras sopas de letrinhas. Porque o teatro político todo nosso que é uma piada, e não apenas os atores. Já o Danilo Chantili, me desculpa, ele não tem talento. É apenas um valentão de quinta série que acha que está falando verdades de todo mundo, mas apenas quer pegar no pé das menininhas gordas e dos meninos viadinhos.

      Mas concordo com o Tony. Tem mercado para isso. Falta mesmo o talento. Podia até ser algo só na internet, no YouTube. Até fiquei animado com o notícias de quinta do PNR, mas não tem jeito. Aquele jeito de "quero ser engraçado ao admitir que não sou engraçado" do HMC me irrita. Sem falar que eles não são nem um pouco regulares, vivem atrasando video e trocando de ideia no meio do caminho. Penso que até eu poderia ser um roteirista melhor.

      Excluir
    4. Um programa desses é quase inviável no YouTube, por uma razão muito simples: custa muito caro.

      O visual é simples - às vezes, só um apresentador e uma bancada. Mas por trás dele tem um batalhão de roteiristas e repórteres, mais uma galera fazendo pesquisa de vídeos, mais um monte de advogados...

      Acho que o Jon Stewart desistiu porque fazer isso todos os dias é mais difícil que produzir o "Jornal Nacional". Sábio é o John Oliver, que tem programa semanal na HBO.

      Excluir