sexta-feira, 26 de junho de 2015

LOVE WINS


Mais um dia histórico. A Suprema Corte dos Estados Unidos acaba de decidir que as proibições estaduais ao casamento igualitário são inconstitucionais - na prática, isto quer dizer que o casamento gay está aprovado em todo o país. O placar foi apertado: 5 a 4, com os juízes liberais de um lado, os conservadores do outro e William Kennedy, que costuma pender para um lado ou para o outro, pendendo para o lado certo. Muitos políticos republicanos dizem que ainda vão lutar na justiça (em qual instância?), ou simplesmente ignorar a resolução. Talvez ainda haja alguns sobressaltos pela frente, mas o amor venceu. Como sempre.

21 comentários:

  1. É minha gente, a ditadura gayzista chegou aos EUA também. Que mundo triste que vivemos. Que é de Malafaia, Putin, Bolsonaro, Feliciano e Papa Bento XVI pra protestar contra essa iniquidade e viadagem? Não sei vocês, mas quando algo assim acontece só me vem um hit à cabeça: "desejo a todas inimigas vida longa..."

    ResponderExcluir
  2. Poxa, fiquei feliz demais. Igual quando o CNJ obrigou os cartorios a fazer, aqui. Recado claríssimo a esses homofobicos: essa briga voces nao levam mesmo!

    ResponderExcluir
  3. Lembrei imediatamente da nossa querida bancada evangélica. Tá ficando cada dia mais difícil, né meninas?

    ResponderExcluir
  4. o garoto com olhos de Cinderela26 de junho de 2015 13:08

    Esse é só o começo da ditadura gayzista que em breve dominará o mundo.
    A família tradicional será destruida, a caça aos homofóbicos será intensa e devastadora.

    ResponderExcluir
  5. God bless o Poder Judiciário!
    E enquanto isso, o Legislativo se apega a pautas dignas do século XIX.
    Por aqui, o legislativo só vai se render quando se vir nocauteado, sem opção, quase desmoralizado por não legislar sobre o óbvio!
    Temo que isso ainda demore bastante...

    ResponderExcluir
  6. casamento religioso ou casamento civil Tonyah?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Óbvio que é o casamento civil, né.

      Casamento religioso não é assunto do Estado. Se as igrejas quiserem proibir, elas são livres para tal.

      O casamento civil não tem nada a ver com o religioso. O que quer se proteger com o civil são bens, dignidade, pensão, adoção, etc.

      Excluir
  7. As cariocas caçadoras de maridos americanos comemoram hj na LeBoy!

    ResponderExcluir
  8. O mio babbino caro
    Radiante!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Quanto aos políticos Republicanos que dizem, que ainda vão lutar na justiça. A história tem mostrado que o encontraremos caçando nas redes ou em algum banheiro publico.

    ResponderExcluir
  9. Que maravilha, viver esses momentos tão determinantes!
    (Eu já sabia rsrs)

    ResponderExcluir
  10. Apenas um fato triste nesse dia histórico. O único dos juízes que é negro votou contra. Triste saber que alguém que só chegou onde chegou por causa de um dos maiores movimentos civis da história se esqueça disso e vote desse jeito. Merecia voltar no tempo e viver no Alabama.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas esse Clarence Thomas é um escroto. Quase não foi indicado por causa de um escândalo de abuso sexual. E sempre votou com os conservadores (foi indicado por Bush pai, se não me engano).

      Excluir
    2. O fato feliz é ter o primeiro Presidente Negro Americano nessa causa.
      Há escroto de todas as cores, esse é o cara do assédio que convulsionou a América quando da sua indicação.

      Excluir
    3. Foi indicado pelo Reagan e é católico fervoroso.

      Excluir
  11. A mono se calou ou foi calada?
    Ela vai apelar pro Supremo,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Mono não se manifesta há dias... será que foi abduzida por seus amigos extraterrestres?

      Excluir
    2. A dissonância cognitiva de ser mais avançada que toda a humanidade contudo ainda fazer comentários racistas foi grande demais.

      Excluir
    3. Ela fez um comentário como anonimo ontem, se não me engano. Falou alguma bobagem sobe o CIA ter inventado a internet.

      Excluir
    4. Não mexe com quem tá queto, depois não reclamem.

      Excluir
  12. Mono, volta, tô sentindo sua falta, Tonyah, libera a mono.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai no blog dela entao. Ela tem ate canal no Youtube.

      Excluir