quarta-feira, 20 de maio de 2015

GOODNIGHT VIENNA


Perdoem insistir no assunto, mas Eurovision me domina, Eurovision me alucina, é hora, é hora, é hora, é hora do Eurovision. E é só uma vez por ano, gentem! Ontem rolou a primeira semi-final em Viena, e claro que Conchita Wurst fez as honras da casa e cantou logo de cara sua música campeã do ano passado, "Rise Like a Phoenix". Aproveito para dizer que o álbum de estreia dela é melhor do que eu esperava. Tem muito hino de autoajuda pras bibas inexperientes, mas também tem letras engraçadas e até um hit para as pishtash. Fecha parênteses: as três horas de programa já estão disponíveis no YouTube, mas cadê pachorra para encarar tudo? A seleção de 2015 está über-careta, e a grande novidade do festival - a banda finlandesa formada por deficientes mentais - já foi sumariamente desclassificada. Ou seja, parece que este Eurosivion não vai entrar pra história. Tô nem aí, tô nem aí...

3 comentários:

  1. O mio babbino caro
    Gosto muito de quem gosta muito de alguma coisa.

    ResponderExcluir
  2. Mas claro que o Eurosivion deste ano vai entrar para a história, como o Eurovision da Conchita, ela tá em todos os lugares, pra todo lado que se olha só dá Conchita, nem os candidatos,nem as três apresentadoras conseguem apaga-lá. Isso sem falar dos semáforos de Viena...

    ResponderExcluir
  3. Essa tal "Conchita" é um chatinha, não me agrada a voz dela, e so ganhou tanto close porque tem uma expressão de gênero Bizarra próximo ao que nos circos é a Mulher Barbada, você fala tanto dela, mas não fala das drags da vida real, acho contraditório

    ResponderExcluir