sexta-feira, 29 de maio de 2015

EAT THE RICH

Quando eu era pequeno, programa de paulistano era ir ao terraço do aeroporto ver avião subir e descer. Hoje é entrar numa fila do Eataly. O gigantesco supermercado de comida italiana (mas não só) abriu faz dez dias, e parece que não existe mais nada para fazer em São Paulo. Já existem relatos de gente que esperou três horas por uma mesa num dos vários restaurantes que existem lá dentro. Hoje tomei coragem e fui enfrentar a fera. Não era nem meio-dia, e já havia confusão para entrar no estacionamento. Consegui lugar fácil no Piazza, que só depois eu percebi que está mais para bar, mas em poucos minutos havia um enxame ao meu redor. A comida é boa, os preços não são absurdos (o que não quer dizer que sejam baratos) e, ó glória, tomei chinotto, um refrigerante amarguinho que é típico da Itália. Também aproveitei pra fazer umas comprinhas.

A bem da verdade, o Eataly é menos glamuroso do que eu esperava.O fato é que ainda não está totalmente pronto; tenho até a sensação de que foi inagugurado às pressas. Mas também é importante lembrar que, no exterior, o Eataly não é um lugar "premium". Oferece produtos de qualidade, mas a proposta não é elitista. Como no Brasil a gravidade funciona ao contrário, virou um templo de gastronomia sofisiticada. Daqui a pouco vai ter nego criticando tanta "ostentação".

33 comentários:

  1. Já estive no Eatlay mas não fiquei empolgado como quando estive na Zona Cerealista dias atrás. Muito mais bacana e com mais opções.

    ResponderExcluir
  2. eu gostei, e principalmente por não ser aquele estilo "vip" que brasileiros (e paulistanos em especial) são acostumados a venerar. Vai ficar bom depois que diminuir a muvuca.

    ResponderExcluir
  3. O mio babbino caro

    Eita!
    E eu na Sta. Marcelina...
    Voce não tomava o cafezinho no aeroporto não?

    ResponderExcluir
  4. Parece interessante. Gostei do seu post. Interessante como em SP até inauguração de estabelecimento novo é motivo para que haja confusão no estacionamento. Se SP canalizasse essa fúria inócua toda em algo produtivo, talvez tivesse se tornado um lugar vivível.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkk comentário típico de gente frustrada por não ter conseguido se estabelecer na terra da garoa. Pode parecer fácil viver numa cidade que te oferece tudo a qualquer hora do dia, mas não é pra qualquer um, sorry...

      Excluir
    2. Que é isso menina!

      Qualquer chuvinha voces estão alagados!

      Uma grande suja e feia matrix maçônica!

      Conta quantas listras brancas e pretas tem na bandeira de São Paulo e me diz se não é a do dia da "libertação" da escravidão no Brasil??

      Ouviu falar da tristíssima música Construção?

      São Paulo pura.

      Eu prefiro ir a praia de bicicleta em menos de 30min!!!!

      Excluir
    3. Agradeço por se oferecer gratuitamente à "pancadaria"...Embora eu desejasse que você se afogasse na primeira onda, para não torrar mais nossos culhões com essa sua obsessão, sei que não nos dará esse presente, pois Janaína não a aceitaria em seu reino.

      Excluir
    4. Prédios e mais prédios e mais prédios...

      Uma prisão em concreto.

      Matrix maçônica neurótica.

      Que nem New York.

      Mas sem bosta boiando quando chove!

      Em tempo: não é por Janaína (quem é essa) me aceitar no seu reino. É que eu nado bem pra caralho obrigada!

      Excluir
    5. Foi mal, mas São Paulo não tem nada a ver com Nova York. E não compare as amplas ruas de Nova York, simetricamente delineadas e planejadas, com o caos de qualquer cidade brasileira...aff

      Excluir
  5. Cafona e gourmetizado. Falta inaugurar o camarote vip. Alguem sabe se teve festa de inauguração para os " formadores de opinião" ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Festa não, mas teve uma pré-abertura para convidados antes da inauguração no dia 19.

      Excluir
    2. Falta é marcar um rolezinho por lá, para desespero da elite Lembo, ou digo branca.

      Excluir
  6. Paulistanos se entorpecem com as novidades, einh??
    Outro dia fui no restaurante do Jamie Oliver, que também é uma febre na cidade!
    Mas, a comida é absolutamente ordinária... A massa que a gente faz em casa no fim de semana é mais gostosa...
    Fora que São Paulo tem, pelo menos, uns 200 restaurantes italianos fantásticos, e esse Jamie é completamente desnecessário...
    Mas, Jamie tá na moda, e o restaurante estava entupido e com fila imensa na porta, numa terça-feira comum de São Paulo...
    Não sou paulistano, mas também adoro uma novidade!
    E, quando as filas do Eataly diminuírem, vou passear por lá também...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comemos num dos Jamie's Italian em Londres e achei que não vale o que custa. Imagine filial em SP.

      Excluir
    2. O confisco do Collor, o reajuste do Levy, e minha viagem ao exterior, só confirmam de Gaulle.

      Excluir
  7. E o que sao paulo tem...lugares!! Pq a cidade é muito feia....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então fica no lindo buraco onde vc mora, sem lugares!

      Excluir
    2. A pessoa não pode achar SP feia? Tem que achar linda?

      Excluir
    3. São Paulo é só um monstrengo que amamos, mas sua pegada Gotham City é única.
      Fica esperto "Há um morcego na porta principal"

      Excluir
  8. Tony, e em Brasília que o povo tá fazendo fila no Donkin Donuts! 😒😔

    ResponderExcluir
  9. Chinotto vende em qualquer supermercado...

    ResponderExcluir
  10. Tanta moninha invejosa descendo o pau em Sao Paulo... Onde vossas mercês moram, em uma penthouse em Estocolmo? Acho q tá mais pra um quarto e sala em Bangu, não?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estão na fila do donkin donuts.

      Excluir
  11. A proposta do espaço é interessante, mas essa gourmetização da culinária só faz com que qualquer iniciativa só atinja um público grande se for premium e etc. A Zona Cerealista, que foi citada em um dos comentários é ótima (variedade e preço) e nunca teve a relevância merecida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gato, às vezes é só questão de (um muito bem feito e caro) marketing, quem tem grana sai na frente, inventa buxixo, faz a alegria de quem adora ostentar e achar que está na ponta do cunsumo, tipo o hoje comprador de iphone, que uma vez já foi de ponta e hj não é mais.

      Excluir
    2. Entendeu, eu vendo esse peixe: Marketing.

      Excluir
    3. Claro que todo o buzz envolvido, por causa do mkt, que gerou o sucesso do Eataly, mas não é disso minha reclamação. É só saber interpretar ;)

      Excluir
  12. Em primeiro lugar a proposta do Eataly é PARA TODOS, .
    Em segundo, eles tem lojas (fora da Itália) nos EUA, Japão, Dubai e Istambul. Agora escolheram SP. E a crise?????? A (IN)Veja diz que a classe média está de bolso vazio. Essa gente não faz pesquisa pré lançamento??????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A bicha pega a exceção e usa como se fosse regra. Alguma duvida que votou na Dilma? Até ela está sumida e calada e vc tem coaragem de vir falar merda?

      Excluir
    2. Caramba, vc é daquelas que batem panela vazia.....e se informa pela revista (IN)veja e rede globo. Nem entendeu o que coloquei.. Haja paciência.

      Excluir
    3. O projeto do Eataly em SP, do encontro do ponto até a abertura da loja, foram mais de dois anos e meio, o dobro dosoutros projetos. A economia então era outra, as urubocracia brasileira junto às questōes fiscais quase os fizeram desistir. Um investimento dessa natureza tem um ROI de mais de dez anos...calma fofas. Continuem comprando.

      Excluir