quarta-feira, 25 de março de 2015

FODEUS QUEM FEZ VOCÊ

A Suprema Corte americana irá julgar em breve se o veto que alguns estados ainda fazem ao casamento igualitário é constitucional ou não. Se decidirem que não, os gays poderão se casar em todos os 50 estados americanos, não importando se a população e o governo locais são contra ou a favor. Claro que o pau está comendo, e todos os lados da questão vêm se manifestando. Eu acho que todo mundo tem esse direito, mas não tenho um pingo de respeito pelos homofóbicos. Ainda mais quando publicam um anúncio babaca como este, veiculado esta semana no jornal "Washington Post": "Lemmbrem-se de quem foi a ideia original". Será que a AFA (Associação da Família Americana) acha mesmo que os juízes snao tementes ao Deus do Velho Testamento? E poucos argumentos são mais furados do que dizer que o casamento entre homem e mulher é o modelo "bíblico". E o filho bastardo que Abrãao teve com a escrava Agar, aos quais prontamente despachou para o deserto? E as milhares de esposas e concubinas do rei Salomão? A Bíblia é pródiga em exemplos desse tipo, que só têm uma coisa em comum - todas essa relações tem o homem como dominador e a mulher como submissa. Os fundamentalistas brasileiros estão copiando essa linguagem e muitos nem se preocupam em esconder que são machistas e chauvinistas. Mas era bom eles se darem conta que a estratégia não deu muito certo por lá - é provável que a Suprema Corte nos dê a vitória. Por quê daria certo por aqui?

16 comentários:

  1. Os EUA precisam urgente de uma constituição nova. A deles foi a mais inovadora pra sua época, com princípios iluministas memso antes da revolução francesa, mas já está pra lá defasada com o bonde da história. Poder andar armado é garantia fundamental no texto original, mas liberdade de expressão só veio por emenda.
    Nosso STF só tomou aquela histórica decisão porque nossa CF é 9inha e impregnada de ideais do final do século XX. Coisa que eles andam precisando.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pra que uma constituição novinha como a do Brasil, cheia de leis lindas, um calhamaço chamado de moderno, se ninguém coloca ela em prática? A bicha tem aquele ranço anti-Americano e tem que mostrar isso em toda chance que aparece.

      Excluir
  2. Pra mim a história mais linda e edificante da Bíblia é a das fofas das filhas de Ló, que embebedaram o velho pai e o estupraram! Se tivesse filhos, leria pra eles esse primor toda noite e nunca os deixaria assistir beijo entre sapatonas decrépitas da novela das 9.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/originals/e9/f6/46/e9f646b7a0ab0b9da0710770cf6b13cb.jpg

      Excluir
  3. O mio babbino caro
    E tem o desplante de usarem a obra de Michelangelo>

    ResponderExcluir
  4. Vomitei, eu quero um mundo sem religião, sem EUA, sem PSDB. Só

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quer ser gay em Cuba, amiga?

      Excluir
    2. Já começou o tucanalhas x petralhas. Como se houvesse bonzinhos nessa história... Os dois lados tem homofóbicos, misóginos, machistas e ladrões. E também boas pessoas, favoráveis aos direitos igualitários. Essa é uma briga onde partidos políticos não farão diferença, nem o PSOL da fofa da Lu. Ainda continuam em seus quadros com o deputado homofóbico, religioso e fã do bolsonazi João Ives, mostrando que não são tão diferentes assim dos outros.

      Excluir
    3. Ser viado em Cuba é tudo amiga. Já viu que delicia são os cubanos?

      http://www.queerty.com/photos-the-secret-homoerotic-lives-of-cuban-men-20140818

      Excluir
    4. Ser viado não é tudo em lugar algum do mundo tapada.

      Se obsseque menos com pinto e seja mais política!

      Cuba é o uó. EUA não deixava aidético - com seus medicamentos - entrar no país até a década passada.

      Oscar Wilde foi encarcerada. A matemática se suicidou. Santos Dumond se enforcou. E por aí vai.

      Excluir
  5. O casamento era um instituto existente no Direito Romano. Claro, não tinha toda essa sacramentalidade que tem hoje, mas o divórcio era perfeitamente possível. Ou seja, outras formas de organização para a mesma instituição são perfeitamente possíveis.

    ResponderExcluir
  6. Tony, já viu mais essa anta FdP: http://congressoemfoco.uol.com.br/noticias/deputada-quer-proibir-adocao-por-casal-homoafetivo/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vi. Pois é... mas acho que esbarra no Supremo.

      Excluir
  7. Sei lá Tony, pode me chamar de inocente, mas acho que está ficando melhor a cada dia...
    Revi um conhecido recentemente evangélico radical que há 5 anos atrás era homofóbico e hoje (ainda evangélico e conservador) apoia o casamento igualitário e respeita e ama os gays como eu nunca pensei que fosse acontecer.
    Isso foi só um exemplo, sempre vejo que aos poucos as pessoas estão convivendo melhor com as diferenças, eu sei, ainda é um caminho longo, mas mesmo que aos poucos tudo vai dar certo, consigo ver um horizonte bonito para a diversidade!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro que estea melhorando. Não é por outra razão que os homofóbicos puseram suas manguinhas de fora. Mas, como eu disse no post, a estratégia já não deu certo nos Estados Unidos. E não dará certo por aqui também, insh'allah.

      Excluir