segunda-feira, 16 de março de 2015

AMARGO & NÃO-BACANA

Tem coisa pior do que gay homofóbico? Nem o fato de serem italianos suaviza a cagada de Dolce & Gabbana. Explico: a influência da Igreja é avassaladora na Itália, e a maioria dos gays sofre muito por ser católica. O armário é generalizado, e os valores ditos "cristãos" costumam ser compartilhados pelas mais loucas das bichas. Ainda tem a cultura que põe a "mamma" em primeiríssimo lugar, e o resultado é o país mais atrasado da Europa Ocidental em direitos LGBT. Mas isto só explica as declarações desastradas dos estilistas, não as justifica. Agora eles estão comendo o caneloni que o diabo amassou, e é bem feito. Como digo na minha coluna de hoje no F5, deram um tiro na própria marca.

22 comentários:

  1. Fiquei perplexo quando soube disso. Pareciam dois pastores evangélicos falando que "a família tradicional é a verdadeira família". Gays prestando desserviço à causa, valeu! Acabaram de cair nas graças dos homofóbicos...

    ResponderExcluir
  2. E o Barillagate ainda é tão recente... Não aprendem? Porca miseria!!

    ResponderExcluir
  3. Nao precisava ir muito longe la na Italia. tem coisa pior que biba reacionaria ? aqui ta cheio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem sim. Biba intolerante.

      Excluir
    2. Biba reacionária é biba intolerante, ôoooo tola!

      Supletivo pode te ajudar, se voce se esforçar.

      Excluir
  4. Lembrei do meu amigo de Lecce que tem que vir ao Rio pra liberar a prochaska.

    ResponderExcluir
  5. A burrice humana não tem fim...
    Se um roteirista colocasse um fato desses num filme, ou até mesmo numa novela, ele iria ser ridicularizado pela crítica.
    Tem coisas que são tão absurdas que se não fossem vida real a gente não acreditaria...

    ResponderExcluir
  6. Segundo um amigo meu, que mora em Varese, extremo norte da Itália, lá é o lugar da Europa onde a passividade mais impera....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E o que uma coisa tem a ver com outra? Gay ativo é melhor, mais bem resolvido que gay passivo? É isso que você quis insinuar? Aff, tão preconceituoso quanto D&G.

      Excluir
    2. Em que lugar da minha frase eu disse que gay ativo é melhor? Tô procurando e não tô achando....

      Excluir
    3. Num post onde fala-se de declarações preconceituosas de gays italianos, me parece que o seu comentário de que no "extremo norte da Itália é o lugar da Europa onde a passividade mais impera" não é uma associação positiva entre o preconceito e a "passividade" dos italianos. Como se ser passivo fosse a consequência negativa de ser preconceituoso e conservador. Eu apenas interpretei o seu comentário dentro do contexto da matéria. Agora, se a sua intenção foi diferente e você escreveu dessa forma, você não soube se expressar muito bem.

      Excluir
    4. Só foi um paradoxo, nada mais

      Excluir
  7. Bixa conservadora é demais pra minha cabeça, ainda mais bixa casada com bixa, que faz moda bixa pra bixa usar. Bixa, melhore!!!!

    ResponderExcluir
  8. A única coisa que me intriga nessa homofonia italiana, é que sendo eles tão preconceituosos, como são adoradores de transexuais/ transgêneros? Essa sempre foi uma equação que nunca se resolveu para mim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas a preferência por travestis e transexuais é acentuada em todos os lugares onde os homossexuais são reprimidos. Os travestis que se prostituem costumam dizer que seus clientes querem mesmo é ser enrabados. Faz sentido: se quisessem comer, iriam atrás de mulheres.

      Quando um cara reprimido sai com um travesti, tem a sensação de que está com uma mulher até o penúltimo minuto. Ou seja, ele não é gay até esse minuto. Depois...

      Excluir
    2. Discordo. Não é isso que minha atenta observação indica. Oque eu percebo na maioria dos T-Lovers, é que eles desejam mesmo uma "mulher", com pênis. De repente, é tão difícil entender a isso, como a um hétero entender a atração homossexual.Porém é um fato. Quanto à zona erógena de cada um, dispensa comentários.

      Excluir
  9. Ainda tem a cultura que põe a "mamma" em primeiríssimo lugar, e o resultado é o país mais atrasado da Europa Ocidental em direitos LGBT DIREITOS LGBT E MUITO MAIS NÉ QUERIDAN - sorte da senhora que é francófona

    ResponderExcluir
  10. Com atraso ou não, queria eu morar na Itália.

    ResponderExcluir
  11. Bixas baixas e sonegadoras. Além das babaquices que profanaram ainda devem mais de 500 milhões de euros aos cofres italianos. Assim é fácil ficar rico.

    ResponderExcluir