quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

BEIJA-BOSTA

As escolas de samba cariocas nunca foram conventos de freiras. O dinheiro do jogo do bicho sempre rolou solto em quase todas as grandes (a Mangueira é uma exceção), assim como a politicagem. Havia até uma certa justiça poética: os banqueiros da contravenção doando parte de seus lucros, para que os pobres das comunidades se fantasiassem com luxo e riqueza... Claro que ali não tem inocentes. Mas o patrocínio da Guiné Equatorial à Beija-Flor atingiu um nível inédito de baixeza. Pois não se trata de uma reles quadrilha, mas de todo um regime: o ditador Teodoro Obiang desvia para si mesmo boa parte da renda do petróleo do país, enquanto quase todo seu povo vive na mais completa miséria. Sem falar nas violações aos direitos humanos, na censura à imprensa, na persguição aos gays... Achei que o escândalo seria tão grande que a escola de Nilópolis pagaria caro por ter feito este pacto com o capeta. Ainda mais depois de seu desfile não ter sido lá essas coisas: Portela, Salgueiro, Tijuca e Mocidade estavam nitidamente melhores. Mas eu sou um ingênuo que ainda acredita na bondade humana. Hoje a Beija-Flor sagrou-se campeã, e ainda levou três notas 10 no quesito enredo. É a desmoralização definitiva da LIESA, a Liga das Escolas de Samba, que ainda contou com o silêncio cúmplice da Globo. Uma vergonha. Mas também coerente com esses tempos horríveis que estamos vivendo.

18 comentários:

  1. Uma correção: A Mangueira é exceção quanto ao dinheiro do bicho, mas toso sabem que rola um "narcopatrocínio" há tempos!

    ResponderExcluir
  2. E o silêncio da mídia qto ao HSBC banco de traficantes de arma/drogas/diamantes então?? É de partir o coração da gente Tony http://media.tumblr.com/d2a77a45c4227a2ef0119de4eb66a750/tumblr_inline_nir9tvs3K91qeou26.gif

    ResponderExcluir
  3. E a escola ainda levou 10 de todos os jurados em evolução, quando haviam muitas fotos na net mostrando buracos entre as alas da Beija-flor...A Portela ganhou notas baixas em alegorias, quando justamente foi uma alegoria sua que proporcionou a imagem mais marcante desse carnaval...Acho que o ditador não comprou apenas a escola...Realmente, tempos sombrios esses em que vivemos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade. Lembremos ainda que a Portela levou um enredo sobre os 450 anos do Rio...para mim, foi injustiçada.

      Excluir
    2. putz, eu ia falar justamente isto... acho que rolaram outros 10 milhões para comprar silencios e votos...

      Excluir
    3. A Estácio levou um enredo sobre o Rio e subiu pro grupo especial.

      Pelo menos

      Excluir
  4. Condizente com uma quarta-feira de cinzas. Queimaram qualquer ilusão de idoineidade.

    ResponderExcluir
  5. enquanto isto cantemos a música indicada ao Oscar "EVERYTHING IS AWESOME ...WHEN YOU ARE PART OF A TEAM" e vai =*

    ResponderExcluir
  6. Alto lá! A verba não foi dada pelo governo da Guiné, como vocês estão dizendo.
    A verba foi passada por empreiteiras brazucas que atuam em obras na Guiné. E as empreiteiras brasileiras são do bem, conforme atestam a presidanta Dilma e o ministro da justiça. E emprestam seus jatinhos para o Lula, Rosemary e Dirceu se deslocarem com mais conforto e menos olhação da Classe Z, que se abancou dos aviões de carreira.
    Será que há algo no ar além desses aeroplanos?

    ResponderExcluir
  7. Meu Deus, compraram os jurados

    ResponderExcluir
  8. Devem ser parecidas com o convento de freiras do filme "Maus Hábitos", o segundo do Pedro Almodóvar, de 1983, que vi e fiquei chocado. Você sempre íntegro e necessário em seus apontamentos.

    ResponderExcluir
  9. "Uma vergonha. Mas também coerente com esses tempos horríveis que estamos vivendo." Tudo que disseste neste post se aplica perfeitamente ao Brasil, aliás o assunto é de quem subornou quem ?
    ps.Carinho respeito e abraço.

    ResponderExcluir
  10. Acho tudo isso uma grande bobagem... Não perco meu sono com algo tão supérfluo.
    Por que diabos eu me entristeceria que a Beija Flor recebeu patrocínio de uma ditadura? Por que eu me entristeceria que a Liesa, desde sempre financiada por bicheiros e narcotraficantes, não teve uma conduta morinha-barbosista? Por que diabos uma pessoa em sã consciência esperaria uma atitude digna da Globo contra uma ditadura, se ela nasceu na ditadura (ou para a ditadura), da ditadura se alimentou e durante esta ditadura se transformou em um império? E a história conta que esta ditadura tupiniquim -- que uns chamam de revolução -- não conseguiu acabar com a desigualdade social, mas aprofundou o abismo. A única ditadura que a Globo quer derrubar é a ditadura do povo, ou seja, a nossa democracia.
    Não entendo essa mania dos brasileiros de se intrometerem na política alheia. É para copiar os americanos e exercitar o complexo de vira-latas, já que nunca seremos imperialistas? O povo da Guine Equatorial, no momento propício, saberá se livrar da tirania, assim como os chineses, os cubanos, os norte-coreanos, etc. A história mostra que nenhum regime ditador durou para sempre. Todos caem, cedo ou tarde. Cabe a cada povo conduzir seu próprio destino.

    ResponderExcluir
  11. Só um adendo, não há motivo para o julgador dar nota baixa em enredo uma vez que é quase impossível alguém comum saber o regime político do país retratado; eu mesmo nem fazia ideia que existia Guiné Equatorial, Guiné Bissau, e Guiné apenas Guiné quanto mais esta peleja, enfim... O jurado lê o enredo/sinopse e avalia a partir disto. Vale lembrar que o Carnaval carioca é um negócio, e atente à indústria cultural, veja por este prisma.

    ResponderExcluir
  12. O mio babbino caro
    Essa celeuma toda me parece que tenta emular em grandeza com um bem inexistente.

    ResponderExcluir