segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

REGULANDO MIXARIA

Não tenha dúvida. O que o PT quer mesmo fazer quando fala em "regulação da mídia" é reimplantar a censura no Brasil. Por mais que digam que todos os países civilizados têm suas mídias reguladas, não é nos Estados Unidos ou na Suécia que essa turma está se inspirando. É na Argentina, na Venezuela, no Equador, todos baluartes da liberdade de imprensa, não é mesmo? Por mais que falem em "quebrar o monopólio econômico", o que querem mesmo é censura. Não há outra palavra, nem mesmo o eufemismo "controle social da mídia". É censura, ponto. Só que o anúncio de Ricardo Berzoini ao assumir o Ministério das Comunicações não é para ser levado a sério. Não passa de um aceno para as alas mais à esquerda da base do governo, tão ultrajadas com as indicações de Joaquim Levy e Kátia Abreu. Um afago na galera, para não perder o apoio. Porque não há o menor clima político para aprovar a regulação. Aliás, nunca houve: Lula e Zé Dirceu bem que tentaram durante a euforia do primeiro ano do PT no poder, e volta e meia a ideia ressuscita. Mas sempre em vão, e agora não vai ser diferente. O país rachou nas últimas eleições, a oposição está mais feroz do que nunca e vai ser impossível conquistar a adesão popular. Esse debate vai durar mais uns dias, e é até interessante e instrutivo. Mas podemos respirar aliviados: a censura não volta.

96 comentários:

  1. Se Informar nao faz mal Tony. A lei que vao usar como base é a de regulacao economica da midia em Portugal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vão invocar Portugal, Suécia, Estados Unidos, Grã-Bretanha - já estão invocando. Mas querem mesmo é Venezuela, Cuba e Equador. Não tenho a menor, mas a menor dúvida.

      Excluir
    2. Por que o que é bom só funciona na Europa, de metro em área nobre a imposto progressivo e proibição do cartel das mídias.

      Excluir
    3. Baseado em que você faz essa afirmação, Tony?

      Excluir
    4. Baseado no histórico de quem está propondo, nas afinidades que sentem com os bolivarianos e no medo que têm de uma imprensa livre e critica.

      Excluir
    5. Ai tony, desculpa, mas você está sendo um tanto ignorante. O monopólio não deve existir em nenhum setor. E não a nada melhor do que fazer isso agora, com o país dividido e a oposição forte, pois ai o governo não terá força p/ fazer a, suposta, censura que vocÊ fala.

      Excluir
    6. Desculpe, onde é que existe monopólio na TV aberta brasileira? A banda da TV VHF é limitada: só cabem uns sete canais, e ela já está toda ocupada por empresas diferentes e canais estatais. Pela lei brasileira, nenhuma empresa pode possuir mais que um canal em VHF. Onde está o monopólio da Globo? Ela tem apenas um canal. Que é líder isolado de audiência, mas isto é ser monopolista?

      Excluir
  2. Eu acho que regular a mída não passa mesmo no Congresso, totalmente dependente da nossa mídia imparcial. Nem o Judiciário enfrenta o serpentário midiático, porque nossa imprensa se tornou especialista em destruir reputações na base do "teria dito", "teria feito", "segundo fontes fantasmagóricas"...
    Acho que se deve (1) estabelecer um código ético de imprensa, igual no Reino Unido, (2) regulamentar o direito de resposta (porque no Judiciário brasileiro, a libertinagem de expressão é direito sagrado e as atrocidades da imprensa são relevadas) e, (3) principalmente, cortar as verbas públicas publicitárias que a mídia recebe. Não defendem o livre mercado e atacam os programas sociais? Então, que ganhem seu próprio dinheiro e não fiquem sugando as verbas governamentais. Sem verbas dos governos (federal, estaduais ou municipais), nossa mídia fecal não sobrevive. E, graças a Deus, estamos em tempos de Internet, que tem tornado a mídia tradicional (revistas, jornais, tvs e rádios) cada vez mais desimportante. Não por acaso, faz 4 eleições que eles não conseguem eleger seu candidato, mesmo com jornalistas e colunistas adestrados para defender unica e incondicionalmente a visão dos patrões (exceção à Folha de São Paulo, com pluralismo mínimo de ideias). Pararam em 1964, e veem a ameaça comunista até hoje. Depois, ainda falam de partidos herdeiros da Albânia. Uns herdaram os ideais estapafúrdios; outros, a paranoia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 1 3 confirma pirlililililiiiiii

      Excluir
  3. Você discutindo política eh um ótimo crítico de TV

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu teclado tem acento agudo para o i mas não tem para o e?

      Excluir
  4. A única coisa que eu li a respeito é que o Berzoini quer uma audiência pública com TODOS os interessados. Não vai dar pra dizer que ninguém foi ouvido.
    Imprensa livre MESMO é livre de grupos econômicos e políticos. Mas acho utópico conseguir isso.

    ResponderExcluir
  5. Tony, como funcionário contratado da Rede Globo e irmão de um dos maiores executivos de TV do país, fica feio para você esse tipo de análise rasa, maniqueísta e mirando o próprio rabo. Negar ao menos a discussão de um modelo economico para as telecomunicações é irracional e pobre. O que não combina com você e suas quase sempre excelentes análises.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Onde foi que eu neguei o debate? Disse até que ele é interessante e instrutivo. Não ponha palavras na minha boca. Só disse que o que p PT quer mesmo é censura.

      Excluir
    2. O post esqueceu de dizer que a própria Constituição é contra o monopólio e o oligopólio das comunicações. Parece que foi o PT que inventou. Sempre que se fala de regulação econômica, os barões midiáticos e seus empregados vêm falar de liberdade de expressão e censura. Mas não falam de responsabilidade de expressão.

      Constituição de 1988:
      Art. 220. A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo não sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nesta Constituição.
      § 1º - Nenhuma lei conterá dispositivo que possa constituir embaraço à plena liberdade de informação jornalística em qualquer veículo de comunicação social, observado o disposto no art. 5º, IV, V, X, XIII e XIV.
      § 5º - Os meios de comunicação social não podem, direta ou indiretamente, ser objeto de monopólio ou oligopólio.

      Excluir
    3. E desde quando PT respeita a constituição? Me poupem...

      Excluir
    4. Basta ver a afinidade que os tucanos e a mídia têm com o Judiciário. Se o PT não respeitasse a Constituição, o STF já o teria tirado do Planalto. Simples assim.
      E desde quando a mídia brasileira respeita a Constituição e os cidadãos brasileiros? Quando apoiaram o Golpe Militar, que alguns têm a bizarrice de chamar de revolução? Ou quando assassinam a reputação de diversos inocentes, propagando um pensamento único que nem as religiões têm? Ou quando servem descaradamente aos direitos inconfessáveis de outros países, em sua eterna síndrome de vira-latas?

      Excluir
    5. Emerson, ME POUPE!
      O STF, que simplesmente é o braço judiciário do PT atualmente (veja a diminuição de penas do mensalão) vai fazer algo contra o PT?
      E não tente mudar o foco falando que a mídia não respeita constituição etc etc etc. Muito fácil defender a quadrilha falando da outra quadrilha, não. Continue sonhando.
      Censura, não. Concordo com Tony em cada linha. Só alguém ingênuo, ou mal caráter, não enxerga.

      Excluir
    6. "Mau caráter". Perdão pelo erro de Português.

      Excluir
    7. A discussão da regulação é antiga. Como disse um colega aqui nos comentários, vem desde os tempos do FHC, declaradamente amigo dos barões midiáticos. Está na Constituição de 1988, muito antes de o PT conseguir conquistar a primeira presidência. Eu poupo você de pesquisar a história.
      Eu respeito a sua opinião, mas um STF diminuir as penas do mensalão não mostra que ele é braço judiciário do PT. Se fosse um braço judiciário do PT, as penas nem teriam existido. Ou você já viu no Brasil algum político ser preso antes do mensalão? Ou viu a mídia alguma vez, antes do mensalão, encurralando o judiciário para que malfeitos de outros partidos fossem investigados? O Joaquim Barbosa, indicado pelo Lula, não foi brilhante contra o PT? Que braço direito é esse que enfiou a faca? O STF cumpriu com seu dever constitucional, mas dizer que é braço direito do PT é interessante. Eu sempre digo duas coisas: (1) o PT não sabe aparelhar direito, igual fazem em SP desde 94 e fizeram em MG entre 2003 e 2014, e (2) o PT implantou a ditadura mais capenga do mundo, porque todos falam livremente como bem entendem.
      O debate sobre a regulação econômica da mídia é indiferente para mim. Mas "responsabilidade de expressão" eu defendo com todos os dentes, independentemente de ter votado no PT ou não. E sabe o que é mais engraçado? A nossa mídia defende o livre mercado, mas todos os setores do mercado são regulamentados economicamente. Nossa mídia não é filantrópica, por que então esse setor do mercado não é passível de regulação econômica? É direito de qualquer um achar que censura e regulação econômica são a mesma coisa.
      PS: quem discorda da sua opinião não é ingênuo nem mau caráter. É apenas discordante. Se o Tony quiser uniformizar os comentários, ele mesmo pode bloquear os comentários que não endossam o conteúdo dos posts.

      Excluir
  6. mas qual é o problema em ler minimamente antes de sair vociferando contra o PT e etc??? não sou petista, mas acompanho esse debate antes de ser hype e posso dizer que ele vem desde a época do FHC. existem vários foruns de democratização há anos e essa é uma luta história de diversos movimentos sociais. cada linha sua é de uma bizarrice do mesmo nível da galera "anti kit gay" "ditadura gay"... você está cada dia mais caricato quando fala de política, mas de um show que as boates mais decadentes da vieira de carvalho seriam capazes de fazer...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "não sou petista, mas..."

      1 3 confirma pirilililili

      Excluir
  7. A pessoa assina como Samantha Luxor e diz que eu que sou caricato... Samantha, leia minha resposta ao anônimo anterior. Não sou contra a regulação da mídia: sou contra a censura que o PT quer instalar no país.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas se ainda não houve o debate, como você tem certeza que o PT quer reimplantar a ditadura? Eu ouço há 12 anos amigos dizendo que estamos numa ditadura. Mas as Sheherazade da vida, os Lobão, as olavetes e os vejistas estão gritando a plenos pulmões, por todos os cantos, PUBLICAMENTE. Que ditadura capenga é essa? Ditadura boa havia em MG, em que a imprensa, a troco de patrocínio governamental, foi amordaçada. Por que ninguém chiou?
      Como jornalista e cidadão, você acha salutar que a mídia se comporte como um quarto poder, sem freios, acima até da justiça? Eu sou contra a regulação econômica, acho bobagem plena. Mas sou a favor de imprensa responsável e imparcial, e pluralismo de ideias.
      Esse blog também é controlado pelos seus patrões?

      Excluir
    2. Eu estou falando que existe ditadura AGORA? Mais um que está pondo palavras na minha boca...

      Excluir
    3. O nick é aquele ironia fina que eu jurava que vc ia perceber e não usar para desqualificar o debate... Você era melhor quando falava das boates ou da Dalida!

      Excluir
    4. Curioso, ironia fina costumava ser inteligente e engraçada. Seu nick, digno de uma cover de Dalida numa boate de quinta, não é uma coisa nem outra.

      Excluir
    5. É típico da elite que não suporta ser contrariada. Quando não se pode atacar o argumento, tenta-se desqualificar o argumentador. Tony, tem um lugar reservado para você no trio elétrico do Lobão, Bolsonaros e Malafaias na próxima manifestação pela intervenção militar na Paulista.

      Excluir
    6. Quem me dera ser da elite...

      Excluir
    7. O pensamento da elite você já tem.

      Excluir
    8. Mas o dinheiro da elite, não... snif

      Excluir
    9. As atitudes e as ideias chegam primeiro, o dinheiro logo depois.

      Excluir
  8. Apaga isso, migo! Assim não tem como te defender...

    ResponderExcluir
  9. Sério, achei esse post desesperado, faltou dizer que o PT vai tirar o verde da bandeira do Brasil e colocar o vermelho. O ministro se propõe a debater e la vem os de sempre falar em censura, sem ao menos debater a questão, ja se cria um bloqueio...acredito que existe um perigo ao usar palavras em vão, elas tendem a perder o seu sentido original, um perigo. Aposto até se o PT propusesse que se copiasse, sem tirar uma virgula, a lei americana, viriam com o mesmo blabla de sempre...isso não é democrático. Poder discutir a regulação econômica do meios de comunicação neste país é uma necessidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faça me rir Anônimo! Lula já vem pressionando para o amordaçamento da mídia há mais de uma década e você vem me falar que "o ministro se propõe a debater"!? Essa pauta do PT é antiga e não vai passar de tão absurda que é.

      Claro que eu também sou contra o monopólio, mas o que a petralhada visa é o enfraquecimento da mídia que não lhes dá trégua e não a tal da regulação econômica. Existem assuntos mais urgentes a serem debatidos como a reforma tributária, mas esta não interessa ao governo.

      Excluir
  10. Adoro a elite brasileira, tudo no exterior è bonito: regulação da mídia, imposto progressivo, bicicletas, sistema de transporte publico bom....vai propor aqui? Naoooooo pode, e tiram da cartola qualquer argumento para manter privilégios sociais e econômicos. Na ultima vez que fui na Argentina e liguei a tv tinha de comentarista econômico chamando a presidenta de louca que ia levar o país ao inferno até a Telesur. O governo esta propondo um debate, e espero que os elefantes da mídia o deixem acontecer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O governo está propondo censura, disfarçada de um debate.

      Excluir
    2. Pois mostre porquê! agora por favor, sem essa de achismo, inspiração externa ou sei la o que, Venezuela é Venezuela, Brasil é Brasil. O governo vai jogar uma proposta e discuti-la, quero ver que pontos podem ser considerados obstruções à liberdade de expressão dentro da proposta. Censura é coisa séria. O que eu vejo na sua opinião é mais uma ojeriza geral ao PT, a proposta podia ser outra, e os mesmos argumentos poderiam ser usados.

      Excluir
    3. Já disse, mas vou repetir: porque é o PT quem está propondo. Não sou contra a regulação da mídia, e muito menos contra o debate. Que ele comece e seja produtivo. Mas desconfio muito, mas muito mesmo, que o PT não esteja exatamente interessado em implantar, digamos, o modelo sueco no Brasil. Uma imprensa dócil se adequa aos planos de eternização do partido no poder.

      Excluir
    4. Essa de produzir imprensa dócil no contexto social brasileiro hoje é não reconhecer que o país ja tem uma democracia minimamente complexa, ainda mais na era da comunicação digital. O que produz uma imprensa dócil é justamente a falta de regulação econômica e o monopólio dos meios.

      Excluir
  11. Querido, se continuar com essas suas opniões políticas sugiro trocar urgentemente o nome do blog por Tony Constantino ou Tony Azevedo! Acho que agregará mais valor e trará mais público de bem!

    ResponderExcluir
  12. Virou a versão paulista-jardins-psdbista da Zambininha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkks infinitos.

      Excluir
    2. Adoroo a Zamininha! Vou tomar isto como um elogio, apesar de não votar no PSDB há muitos anos.

      Excluir
    3. Aécio é do PSDB!

      Excluir
    4. Ah, sim, é verdade, kkkkk. Votei nele no segundo turno, mas sem muita convicção. Teria votado em qualquer um contra a Dilma, menos no pastor Everlado ou no Levy Fidelix.

      Excluir
  13. Tony, seu post é bom, oportuno e, pela reação quase histérica e monocórdia que provocou, cutucou a ferida: o PT é capaz de tudo para se manter ad eternum no poder.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pensei o mesmo aqui. Quando esperneiam muito é porque doeu. O PT tem muitas feridas abertas.

      Excluir
    2. Os petistas andam tão magoadinhos que se ofendem mortalmente com críticas ao VESTIDO da Dilma...

      Excluir
  14. Falando em censura, Dilma acaba de vetar a medida que obrigaria o BNDES a divulgar os valores de suas operações estrangeiras. Mas é tudo para o bem dos menos favorecidos, não se preocupem.

    ResponderExcluir
  15. Este cyberbullying digital petista está ficando mui cansativo, e esta semana os contratados estão particularmente animados depois das sujeiras que foram plantar nos espaços da Miriam Leitão e da Cora Ronai. Tony, se eu fosse você eu escreveria mais sobre política. É muito importante deixar claro para estes bullies digitais contratados que há vida além do PT, principalmente neste momento que o país atravessa.

    ResponderExcluir
  16. Oi Tony, já pensou em enviar seu currículo pra Veja? Seu blog está virando um panfleto anti petista e seus textos cada dia mais parecido com o umber tucano Reinaldo Azevedo. Que lástima!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A grafia correta é über, não umber. E eiu não leio a Veja há mais de cinco anos.

      Excluir
    2. Então a influência é antiga, mas se você voltar a ler, com certeza vai se identificar bastante. Ou se o editor chefe da revista ler seu blog, tem grandes chances de você ser convidado a virar colunista.

      Excluir
    3. Mais uma reação típica de quem é favor do atual governo: acham que que quem é contra é da extrema direita, que somos todos iguais, uma massa homogênea. Não, bebê: ser oposicionista não significa ser leitor da "Veja". O mundo não é tão em preto e branco como você acha que é.

      Excluir
    4. Não sou a favor do governo, nunca votei em Dilma, mas opiniões tendenciosas são irritantes. Seus textos obsessivos são muito semelhantes aos dos colunistas da Veja, tanto que seu blog também está virando um panfleto anti petista, assim como as colunas do Azevedo, Constantino e Moura Brasil. Todo tipo de crítica ao PT e vistas grossas aos deslizes da oposição. Como você não lê a Veja, não tem como saber. Eu leio de vez em quando e posso garantir: tá muito parecido!

      Excluir
    5. Anônimo, eu sempre fui crítico aos governos do PT. Não é de agora. Se você der uma busca nos arquivos do blog, vai ver que desde 2007 eu meto o pau em Lula e cia. Mas política está longe de ser meu único assunto.

      Excluir
    6. A Veja também!!!

      Excluir
    7. Para você ver que não sou só eu que não gosta dos governos do PT.

      Excluir
    8. José Serra, Alckmim, Aécio, Bolsonaro, Sherazade, Malafaia, Feliciano, Lobão, Reinaldo Azevedo e Olavinho também não gostam. Parabéns por fazer parte desse clube!

      Excluir
    9. Olha aí o mundo em preto e branco dos petistas, onde só existem "nós" e "quem está contra nós".

      Excluir
    10. Esses são os expoentes da oposição. Ou não?

      Excluir
    11. Bom mesmo é ler Brasil247, isso sim é jornalismo isento. Só pelo Brasil247 é que ficamos sabendo que todos os problemas do Brasil acabaram, que a Dilma é a melhor presidente que este país já teve, que a corrupção na Petrobras é uma invenção tucana para privatizar a empresa, e que todos os tucanos pertencem a uma elite branca de burgueses viciados em cocaína. Isso sim é jornalismo isento...

      Excluir
    12. A oposição é muito maior do que esses nomes. São os 51 milhões de pessoas que votaram contra Dilma no segundo turno. Não são um grupo homogêneo, nem têm como ser (são 51 milhões!!). Eu, por exemplo, não me sinto representado por nenhum desses nomes que você citou (e muito mais por alguém como Jean Wyllys, que hoje apoia o governo). O mundo é bem
      mais complexo e cheio de nuances do que você pensa.

      Excluir
    13. É muito estranho você dizer que pertence a um grupo oposicionista e afirmar que não se sente representado pelos seus principais expoentes. E ainda por cima dizer que se sente representado por um político que não vota e nem apoia a oposição da qual você faz parte. Mas você é livre para ser incoerente.

      Excluir
    14. Nossa, como é difícil entender, hein? Primeiro que não é "um grupo": é praticamente a metade do Brasil que está na oposição.

      Nenhum dos candidatos em quem eu votei para governador, senador, deputado federal ou deputado estadual se elegeu. NENHUM, rs. Portanto, não tenho representante direto no Congresso, nem nos governos estadual e federal.

      Se eu votasse no Rio, teria votado no Jean. Apesar de não concordar com tudo o que ele defende, tenho muita afinidade com ele. E com alguns outros também, ainda bem.

      Excluir
    15. O Brasil tem 200 milhões de habitantes. A oposição representa 1/4 dos brasileiros. É um grupo sim. Tem seus líderes e principais expoentes como qualquer outro grupo. Você faz parte dele, logo acho muito difícil que realmente não se identifique com as ideias defendidas pelas suas principais figuras. Só não vai admitir isso nunca, por motivos óbvios.

      Excluir
    16. Sabe qual é o problema, tem gente que não aceita críticas ao PT e já coloca o Tony ao lado da direita conservadora, o que é tão errado quanto achar que todos da esquerda fecham com o Capilé e a Chauí, é burrice ou desonestidade intelectual.
      A oposição é um grupo bem diverso e numeroso como a eleição mostrou.

      Bom, chamou o Brasil 247 de isento, já perdeu a discussão, daqui a pouco fala que o Nassif e a Alucinara também são.

      Excluir
    17. Ao Anônimo das 16:06: nem vem com empulhação!

      O Brasil tem 200 milhões de habitantes, dos quais só a metade tem idade para votar. Essa metade rachou em duas, uma a favor e outra contra o governo. Então, dizer que "só um quarto" do Brasil é contra o governo é tão ridículo quanto dizer que bebês e crianças são a favor da Dilma.

      Excluir
    18. Tony, acho que o anonimo das 16:06 fez um curso do pronatec. Se considerado o numero total de eleitores aptos a votar - os que votaram mais os que nao compareceram - o percentual de votantes no pt fica la pelos 44%, senao menos.

      Excluir
    19. Seu candidato PERDEU! Se foi por 1 voto, 1 milhão ou 10 milhões não importa. PERDEU !!!! Aceita que dói menos. Esse chororô tá chato prakarai!!!! Vai passar quatro anos chorando????

      Excluir
    20. Não, vou passar quatro anos reclamando do que eu achar errado e aplaudindo o que eu achar certo, Democracia é isto, bebê: não é enfiar o rabo entre as pernas e ficar quietinho até as próximas eleições. Coisa, aliás, que o PT nunca fez quando era oposição.

      Excluir
  17. Tony, suponhamos que um outro governo entre, vc acharia sensato a regulamentação da mídia? Sinceramente, eu não consigo acreditar que vocÊ seja a favor do monopólio midiático, isso sim causa censura, concentração de poder na mão de poucos dá nisso. Tudo bem que vc é funcionário do conglomerado que estamos falando, mas acharia sensato você não tentar fomentar a opinião de seus leitores a uma contra-causa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Regulamentação da mídia é um monstro e a tentativa da Globo em reescrever a história do Tim Maia é bacana?

      Excluir
    2. Eu vou soltar um longo post ainda hoje falando sobre mídia e monopólio, um assunto que confunde muitos dos meus leitores. Vou tentar esclarecer algumas coisas e aprender outras.

      Excluir
    3. E sobre a tentativa da Globo em apagar a história do Tim Maia contada no filme só para deixar o Rei bem na fita? Vai ter coragem de escrever um longo post? Du-vi-do!

      Excluir
    4. Nem no filme Roberto Carlos fica mal na fita. É ele quem grava "Não Vou Ficar", composta por Tim Maia e empurrnao fundamental na carreira do Tim.

      Mas concordo que a Globo errou ao edulcorar RC na minissérie sobre Tim Maia. Principalmente porque o feitiço se voltou contra ela mesma, com a má repercussão nas redes sociais.

      Este é um dos pontos fracos da Globo: ainda não se acostumou a viver num mundo onde existe a internet.

      Excluir
    5. Não é o que diz o diretor do filme, mas a sua opinião sobre o assunto não conta.

      Excluir
    6. Você leu o desmentido do Mauro Lima? Ele correu a dizer que não tem nada contra a Globo, que acha tudo uma beleza, que a vida é assim mesmo.

      Mas minha opinião conta para você, que se deu ao trabalho de rebatê-la (mas acho que não de lê-la, porque eu até faço uma crítica à emissora).

      Excluir
    7. Tal como Veja e Globo, você só informa a parte que lhe convém. Ainda bem que existem outras fontes para todos conhecerem os diferentes lados dessa e de outras histórias.

      Excluir
    8. Ainda bem que existem milhares de fontes numa democracia, não é mesmo? Nenhum meio detém a verdade absoluta, e o leitor tem a liberdade de consumir o que quiser.

      Já em Cuba...

      Excluir
  18. Nao se pode confiar em partido que mente despudoradamente, como aconteceu na ultima campanha presidencial. Apenas isso ja bastaria para gerar desconfiança em relaçao a qualquer proposta de regulamentaçao da midia. Para os fieis da seita fundamentalista chamada petismo o obvio se torna invisivel. Achei o post bastante pertinente.

    ResponderExcluir
  19. é normal ser sucesso de audiencia se for acima dos 30 enquanto no resto do mundo 12 pontos de ibope ja é um sucesso?! a concentração midiática no Brasil influi até na diversidade dos produtos audiovisuais produzidos aqui, ainda estamos longe de ter uma diversidade, a internet tem sido a exceção, com produções independentes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você sugere uma lei que proíba o povo de ver a Globo? Mesmo quem tem só TV aberta, tem pelo menos de 5 a 7 outras opções de canais. Isto é monopólio midiático?

      Excluir
    2. Triste é ver que as concorrentes só fazem porcaria.

      Excluir
    3. Dava pra alguém explicar os tais modelos suecos e venezuelanos e quaisquer outros relevantes de controle de mídia?
      Mas independente disso, eu ainda fico esperando conhecer quem queira ir viver na Venezuela ou Cuba.
      Esses petistas sempre fogem dessa questão, de preferência fogem pra Paris.

      Excluir
    4. O modelo sueco é de autorregulamentação da mídia. Não tem infererência do governo. É, a grosso modo, parecido com a atuorregulamentação que a propaganda faz no Brasil. A Suécia tem liberdade de imprensa desde o século 18, e os controles que existem são para evitar abusos e mentiras.

      Já na Venezuela, o governo persegue descaradamente todos os órgãos de imprensa que não lhe puxam o saco. Chávez cassou a concessão de uma emissora que lhe era crítica, e isto calou a boca de todas as outras. Há muitos canais estatais, com propaganda deslavada do governo e num nível de descaramento que ainda não conhecemos por aqui.

      Excluir
  20. Por algum motivo esse post me lembrou uma reportagem que vi hoje sobre o global Renato Aragão, ele disse que não ficava incomodado com as criticas sobre seu humor racista e homofobico porque naquela época "os negros e gays" não se ofendiam !?!?! De contrato renovado com a Globo até 2017, Renato Aragão disse : "Eu não admito é que falem mal da Globo"

    ResponderExcluir
  21. Acordem , já existe controle da imprensa no Brasil há anos. PSDB tem controle absoluto sobre a pauta da Globo, Veja, Folha/UOL e Estadao. Além de serem blindados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, os mitos que o PT consegue perpetuar por aí...

      Excluir
  22. Nem se dê ao trabalho de responder a petistas, Tony, é perda de tempo, eles vivem em uma realidade paralela na qual seu partido é infalível e seus políticos verdadeiras divindades. Preguiça dessa gente...

    ResponderExcluir
  23. Tony, você já bateu o martelo e definiu como censura algo que nem foi proposto ainda. Como assim?! E ainda diz que não dará certo! Um tema tão relevante não pode ser tratado de forma tão superficial, há que se ter espaço para discussões. Fiquei perplexo em ler que você acha que não há monopólio midiático no Brasil?! Vou citar apenas um exemplo na esfera do esporte: qual emissora sempre detém direitos exclusivos de transmissão dos grandes eventos nacionais e internacionais do esporte no Brasil? Desculpe-me, mas, ser funcionário da Globo, parece que o fez perder ou ao menos ser seletivo quanto a criticidade! Sem contar que o torna extremamente parcial nas suas colocações?!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Globo tem os direitos exclusivos de tudo? E a Band, a ESPN, a Fox Sports? Você acha que esses direitos de transmissão deveriam ser sorteados, e de graça? Bitch, porfa.

      Não sou contra o debate, já repeti mil vezes. Mas desconfio muito dessa proposta porque ela vem do PT, que quer calar a imprensa que lhe é crítica.

      Je suis Charlie!

      Excluir
    2. As olimpíadas de 21012 foram compradas pela Record, que aliás cagou na transmissão, e a Globo fingiu que nem tava acontecendo o evento, claro.

      Excluir