sábado, 31 de janeiro de 2015

FELIZES PARA SEMPRE?


"Into the Woods" causou comoção quando estreou na Broadway. O libreto do musical de Stephen Sondheim foi considerado revolucionário: além de entrelaçar diversos contos de fadas, ele também avançava para o "day after" - o que aconteceria depois do final das hinstórias? Cinderela, por exemplo, descobre que seu príncipe é um tremendo dum galinha, e João (o do pé de feijão) tem que lidar com a viúva do gigante que matou. Vi duas montagens do espetáculo no teatro e acabei de assistir à versão para o cinema, "Caminhos da Floresta". Como das outras vezes, foi uma delícia reencontrar esses personagens da nossa infância. E o elenco está mais que fabuloso. Não vou nem citar Meryl Streep, perfeita como sempre. Quem realmente me surpreendeu foi Chris Pine, o novo capitão Kirk de "Jornada nas Estrelas", que canta muito bem e tem um timing afiado. O filme é de encher os olhos e os ouvidos, mas alguma coisa me pareceu fora do lugar. E não é culpa do diretor Rob Marshall, que também fez "Nine" e "Chicago"; é do texto original. A "moral da história" de "Caminhos da Floresta" é a de que a vida não é um conto de fadas, mas a mágica de vez em quando acontece. Não é exatamente uma mensagem que combine com esta época estranha que estamos vivendo.

6 comentários:

  1. Achei um pouco confuso o final do teishto, mas tipo, o que há de mágico na vida? Fica o questionamento pro próximo bloco.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mashico nesta vida só meu amor por ti, coisa linda!

      Excluir
  2. O D I E I ! Amo fábulas e filmes infantis, e confesso sempre chorar no final, mas este foi enfadonho and cansativo! Se tivesse parado quando a maldição foi desfeita, estaria perfeito pra mim! Desejaria não ter perdido meu tempo...

    ResponderExcluir
  3. Não é exatamente uma mensagem que combine com esta época estranha que estamos vivendo. SERÁ MESMO TONYAH?

    ResponderExcluir
  4. realmente tem uma hr q cansa de tanta musica. e n parece concluir nunca. achei marrom.

    ResponderExcluir
  5. entendi muito mais o filme lendo sua critica do que vendo no cinema...achei CHATISSSSSIMOOOO...rs. abraço.

    ResponderExcluir