terça-feira, 20 de janeiro de 2015

CRISTINA VARGAS?

Por quê um cara que se dizia ameaçado de morte iria se matar na véspera de apresentar as provas de sua denúncia? O caso do procurador argentino Alberto Nisman me lembra muito o atentado contra Carlos Lacerda em 1954. Não estou dizendo que ele foi morto sob as ordens diretas de Cristina Kirchner, mas parece meio óbvio que o mandante do crime é ligado de alguma forma ao governo. Só que, ao invés de eliminar um problema, criou um ainda maior para o kirchnerismo, que corre até o risco de não sobreviver até as eleições de outubro. Mas duvido que a viúva K. tenha a mesma dignidade de Getúlio e dê um tiro no próprio coração.

11 comentários:

  1. A viuva K se suicidar igual Getulio? Que nada! O Lula ja deve ter ligado pra ela dizendo pra ficar tranquila lembrando do Celso Daniel, todo mundo esquece ou finge que nao aconteceu. Assim eles continuam matando todos os contrarios, muitos a gente nem fica sabendo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo maldoso: o Lula é um santo homem, temente a Deus. Mas o Sergio Moro que se cuide.

      Excluir
  2. Argentina é um país tão legal... uma pena.
    Olhando pra lá, a gente a certeza de que estamos mal, mas poderíamos estar muito muito muito pior...
    Vamos continuar olhando pra saber bem onde o retrocesso pode nos levar...

    ResponderExcluir
  3. Se o interesse não fosse justamente o oposto, eu diria até que parece coisa da Mossad.
    Mas o trabalho mal feito já começa a surgir: não acharam pólvora nas mãos dele.
    E pra morrer com uma 22?... porfa! Só enfiando o revolver no ouvido mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E a porta de serviço não estava trancada.

      Excluir
  4. Foi ela mesma! o Brasil nessas horas parece um paraíso...

    ResponderExcluir
  5. Sou seu fã, mas preciso protestar toda vez que você usar o termo "bichinha" nas suas colunas, como fez na coluna do F5.
    Entre amigos, isso não machuca ninguém, é uma mera brincadeira e às vezes até carinhoso.
    Mas, como formador de opinião, falando pra um grande público, vira a propagação de um conceito depreciativo.
    Na sua cabeça não é depreciativo, sei disso. Mas na cabeça da maioria hetero machista, é sim. E vc usar esse rótulo só o fortalece(o rótulo).
    "malditas bichinhas"...
    Protesto feito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também achei desnecessário usar o termo, até porque deixou claro que ele realmente acha que aqueles rapazes são diferentes de outros gays, diferentes não, inferiores.
      Ele vai negar, óbvio. Mas sabe que acha.

      Excluir
  6. O que os outros vão achar. O que os outros vão pensar.

    O inferno são os outros. Ele só responsável pelo que escreve. Não pelo que os outros pensam.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai me dá esse chá que vc tomou, gata!

      Excluir