quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

O PAPARAZZO DO HORROR


Jake Gylenhaal nunca foi dos meus favoritos - mesmo depois de "Brokeback Mountain" - mas está na hora de eu rever esta opinião. Ele sabe escolher muito bem os seus projetos, e está se tornando um ator e tanto. Foi merecidamente indicado ao Globo de Ouro e ao prêmio do SAG por "O Abutre", e periga também emplacar uma indicação ao Oscar. Emaciado, com um olhar neurótico e um entusiasmo de dar medo, seu personagem é um sujeito amoral com total desprezo pelos demais. De ladrão de fios de cobre, ele passa a cameraman de crimes e acidentes, vendendo seu material para uma emissora de TV. Quanto mais sangrento, melhor; não demora muito, e o cara está dando uma ajudinha para que as cenas mais horripilantes aconteçam de um jeito que ele possa cobrar ainda mais caro por elas. "O Abutre" é a boa estreia na direção do roteirista Dan Gilroy, casado com a linda atirz Rene Russo - ela também brilha no filme, depois de um tempo sumida. Mas o show é mesmo de Jake Gylenhaal, agora oficialmente um dos meus atores prediletos de Hollywood.

2 comentários:

  1. Ele sempre foi um bom ator, lembro dele em Donnie Darko quando ganhou evidência e foi muito elogiado. Inclusive só fez filme bom ano passado.

    ResponderExcluir
  2. Perdi no cinema, mas vi anteontem no Netflix. Não conseguia tirar os olhos dos olhos dele. Creepy.

    ResponderExcluir