segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

O FEIJÃO E O SONHO

Neste final de semana que passou, fervi como se fosse 2007. Dois eventos clássicos do final de ano voltaram a acontecer em São Paulo. No sábado, depois de um hiato, Cláudio Abraão reabriu seu apartamento no Conjunto Nacional para a tradicional feijoada, reunindo um elenco belíssimo para apreciar a vista de cair o queixo. E no domingo rolou a White Party 9 do Rogério Figueiredo, que nos dois últimos anos havia se transferido para Florianópolis. Dessa vez a distribuição de convites foi mais seletiva, e o resultado foi que o imenso Via Matarazzo ficou lotado sem abarrotar. Dava para circular, conversar no jardim, ir ao banheiro, sem aperto nem tumulto. Até o dress code estava mais relaxado: vi um sujeito com uma camiseta vermelha, um sacrilégio em outros anos. Depois de ter crescido sem controle e se tornado uma muvuca, a White Party parece ter encontrado seu tamanho ideal.

17 comentários:

  1. Cruzei um casal (homoafetivo) simpático, por volta das 17hrs na Bella Paulista neste Domingo, com uma filhinha :) ... Acredito, que não estavam se mutilando na White Party. #minhabalaestábatendo

    ResponderExcluir
  2. Cadê as fotos da white party?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aqui, ó:

      https://www.facebook.com/whiteparty.rogeriofigueiredo/photos_stream

      Excluir
  3. Essa white party e brega e mal organizada. Ninguém foi porque não quis porque não tinha NASA de seleção até mendigo de rua com acesso a Internet poderia ter ido

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Toda White Party é brega baby. Do nome ao figurino.

      Excluir
    2. Diria do nome aos frequentadores! ...Tão demodê.

      Excluir
    3. Olha as anônimas com inveja por não terem ido... Xô cambada!

      Excluir
  4. O mio babbino caro
    Não me convidaram pra essa festa...

    ResponderExcluir
  5. Entra ano sai ano é sempre a mesma coisa, as ancianas atrás das paquitas, pobre querendo passar de rico e rico de mais rico ou snob, mas todas com algo em comun... A barra da calça suja de tanto banheirão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. esse anonimo ai de cima arrasou....

      Excluir
    2. tony o quue aconteceu com a the week e o andre almada ( interrogacao) ninguem interessante que eu conheca de sao paulo frequenta seus clubes, o the society fechou...o nome de andre nao parece mais tao forte na cena paulistana,...ou e apenas impressao minha...abraco

      Excluir
    3. A TW continua lotando. Houve uma troca de geração: eu e alguns amgios já não vamos tanto, porque está vencendo o nosso prazo de validade. Mas a boate é um fenômeno: poucas no mundo conseguiram se manter no topo por mais de 10 anos.

      Excluir
    4. André Almada está cada vez mais ryca, construindo uma TW nova que vai inaugurar no Rio. A TW de SP tem mais de 10 anos e continua lotada. Quem tinha 25, 27, 30 quando inaugurou, agora tem 35, 37, 40 então é normal não estar indo tanto. Agora toda a geração que tinha 10, 13, 15 anos no começo da TW, hoje tem 20, 23, 25 anos e estão lá batendo cartão como você fazia antes. E assim caminha a comunidade.

      Excluir
  6. ....Esqueci pessoal: A barra da calça suja de tanto banheirão! #masminhabalaestábatendo

    ResponderExcluir