sábado, 20 de dezembro de 2014

CORAÇÃO VAZADO

Estratégia de marketing ou acidente de percurso? Vivemos tempos tão cínicos que não sei mais se o vazamento de faixas inacabadas do novo CD de Madonna no começo da semana foi proposital ou não. Ela reclamou nas redes sociais que estava tendo sua integridade artística violada e disponibilizou na madrugada de hoje, na surdina, as seis primeiras faixas de "Rebel Heart". O álbum completo só sai em março, mas já dá para se ter uma boa ideia. Todo trabalho novo de Madonna é aguardado com a anisedade dos hebreus esperando Moisés descer do Monte Sinai, e, por isto mesmo, todo trabalho novo de Madonna invariavelmente desaponta. Ela adora dizer que está sempre se "reinventando", mas essa reinvenção nunca é radical. Não estou dizendo que ela deveria se aventurar pela cumbia ou cantar ópera. Mas, mesmo no universo limitado da dance music, Madonna se mantém dentro dos limites que traçou para si mesma há mais de 30 anos. Ela ainda se refere a si mesma como "garota" aos 56 anos de idade, e isto me cansa um pouco. Dito isto, as músicas novas até que são bastante boas. O futuro single "Living for Love" não soa como nada do que ela fez antes, apesar da letra repisar a temática da mulher desprezada/vingativa. "Illuminati" vai pirar o cabeção dos 5Dravers da vida, e "Bitch I'm Madonna" traz mais uma participação da exaustiva Nicki Minaj, além de insistir naquele mantra de "eu sou a melhor" que meio que já deu. Mas nada é ruim, pelo contrário: Madonna continua com critério. Não está reinventado a roda, porque nunca foi exatamente uma inovadora. Mas sempre fez pop de qualidade acompanhando as tendências do momento, e nesse quesito "Rebel Heart" não deve decepcionar (dá para ouvir as faixas novas aqui, e sem gastar um tostão).

21 comentários:

  1. Sério que as bichas estão em polvorosa achando o must esse lançamento de madrugada da Madonna? Bitches, please! Depois que Beyonce, há exato 1 ano, break the internet (for real) e lançou seu album audio visual, sem vazamento algum e sem que ninguém sonhasse, fica bem difícil alguém nos surpreender no mundo pop, não é mesmo?. E antes que me apedrejem por heresia, quero deixar bem claro que fui um Little Madge de carteirinha até Hardy Candy, depois disso a velha só vem patinando no mesmo lugar e sendo mais do mesmo. Precisa urgentemente pegar o rebel heart cansado dela e se reinventar de verdade urgentemente. E last but not least, o que foi feito de 5DRaver, meu deus? Tava rolando até um clima entre nos dois nos comentários, eu estava pensando seriamente em aceitar o sol e seus raios violetas no meu coração, e ele vem e me desaparece?

    ResponderExcluir
  2. E essa capa Sem Or? Não sei se me irrita mais o uso excessivamente excessivo de Photoshop (cê jura?) ou ela de novo, repetir mais uma vez, a já batida (por ela mesma) mascara conceitual! Steven Klein chora, Madge! Para que tá feio e difícil de te defender, Miga!

    ResponderExcluir
  3. Tempos cínicos é uma boa expressão. E para o senso comum (creio que boa parte da humanidade) Madonna é revolucionária sim. Bjork ri.

    ResponderExcluir
  4. Tony, sinceramente, eu não vejo vantagem nenhuma pra um artista ter um álbum que sequer tem nome e data de lançamento (e ainda por cima é ruim), vazar. Não faz sentido.

    ResponderExcluir
  5. Qual a diferença disso pro U2, Radiohead e Nine Inch Nails que dão o álbum de graça?

    Aliás, com a internet, o conceito de álbum morreu. Não há mais necessidade de nenhuma coesão artística entre as faixas, nem de se fazer 10-15 faixas que preencham uma hora (e invariavelmente terão 75% de fillers so pra encher linguiça).

    ResponderExcluir
  6. A verdade é que música, independente da qualidade, do quanto faça dinheiro, bla bla bla, hj em dia só serve de fundo. Música perdeu o protagonismo. E Madonna, que foi pioneira do endeusamento das celebridades, hj não causa mais do que aquela clicadinha sem culpa nem consequências. A vidinha perfeita dela não tem lá muita graça.

    ResponderExcluir
  7. Não consigo gostar de nenhuma dessas músicas, por causa disso fico me perguntando se sou veado mesmo... rsrs
    Mas como gosto de Like a virgin, vogue... Volto a respirar aliviado!

    ResponderExcluir
  8. Sem sombra de dúvida Rebel Heart é a melhor coisa que Madonna fez nos últimos 14 anos. Infelizmente é um álbum deslocado, fora de seu tempo, visto que o formato não possui a relevância de outrora, assim como a própria Madonna. A música pop agoniza.

    ResponderExcluir
  9. Madonna cantando opera?
    hahahahah
    Ela não canta mais, não tem voz.... mas tudo bem, faz tempo que isso deixou de ser necessário para o sucesso. Foi ela quem inventou essa industria e ainda se mantem bem nela. as musicas são boas dá pra ouvir na academia...
    Já pode comprar ingresso p turnê 2015?

    ResponderExcluir
  10. eu amo a bicharada se engalfinhando aqui - melhor que muito sitcom

    ResponderExcluir
  11. Parei na primeira Living for Love. Repetitiva, cansativa, chata, farofa, genérica. Aposenta de vez, gata!

    ResponderExcluir
  12. O mio babbino caro
    No inicio de tudo, achava que a "Madonna", seria a Cyndi Lauper. Errei. Mas agora tenho certeza que a Madonna, será a "Cher"...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cher tá bem melhor e muito mais legal que Madge...

      Excluir
  13. Estou completamente louco com esse álbum. Me acordaram de madrugada pelo whats para falar que a veia lançou o álbum. Não consigo parar de ouvi-lo S2S2S2S2

    ResponderExcluir
  14. Muito boa a autocrítica. Quando vaza o seu álbum?

    ResponderExcluir
  15. Músicas chatinhas mesmo, pop genérico sem nada demais

    ResponderExcluir
  16. Eu acho que ela pode mais. Ela é mais foda e competente do que está sendo no momento. Como a fantástica artista que ela é, poderia tentar outros tipos de música, outros ritmos, outro estilo.

    ResponderExcluir
  17. Como esse post me faz ser homofobico... eh num sei que de sei q lah.. mascara num sei das quantas... tah velha tah velha.... afff nao escutem seus bitolados escrotinados... se tah fazdo sucesso eh pq? Serah pq eh pop???
    Viadeiro cansativo...

    ResponderExcluir