quinta-feira, 20 de novembro de 2014

CONSCIÊNCIA E AS NEGAS

Achei que a polêmica em torno de "Sexo e as Negas" iria terminar depois que o seriado estreasse. Que as pessoas que implicaram com o programa sem ter visto um único episódio iriam perceber que não se trata de mais uma tentativa de "fetichização do corpo da mulher negra", e sim da ficcionalização bem-humorada de uma realidade específica. Mas não: a gritaria continua, a ponto do PSOL estar pensando em exigir uma retratação pública do Jean Wyllys só porque o deputado ousou defender a série num vídeo. Odiar "Sexo e as Negas" virou dogma para essa turma, por mais que muitos negros, famosos ou não, tenham saído em defesa de Miguel Falabella (que, desgostoso com isso tudo, já avisou que não vai escrever uma segunda temporada). Estou cada vez mais convencido de que o epicentro desse terremoto é o título da série, que remete à americana "Sex and the City". Acontece que a imensa maioria dos brasileiros não tem essa referência na cabeça. As aventuras de Carrie Bradshaw e suas amigas foram exibidas apenas na TV paga, e saíram do ar há mais de dez anos. Para quem nunca viu "SATC", "Sexo e as Negas" soa como "Negas Dando a Bunda" ou coisa pior. A palavra "sexo" contamina tudo: cheguei a discutir com uma amiga radical no Facebook, porque ela insistia que o nome da série indicava que sexo era seu único assunto (o que evidentemente não é). Esse "revival" do conservadorismo moral da esquerda é mais um sintoma desses tempos caretas que vivemos. Mais ridículo ainda é dizer que o programa "não me representa", como se ele tivesse a obrigação de representar todos os milhões de negros brasileiros numa única trama. As quatro personagens principais são honestas e trabalhadoras, mas gostam de se arrumar, se divertir e, sim, transar. Talvez não gerassem tanto bafafá se fossem assassinas. Enfim, eu gostaria que alguém me apontasse uma cena que reforçasse o preconceito e a discriminação. Na boa: estou aberto ao diálogo, e o Dia da Consciência Negra se presta a esse tipo de debate. Claro que, por ser branco, eu não faço ideia do que seja sofrer com racismo todos os dias da vida (embora eu também faça parte de uma minoria, perseguida até por justificativas religiosas). Mas me parece que há muito exagero e má vontade nesse caso, além de uma teimosia absurda em enxergar o contexto do seriado. Com o perdão do  mau trocadilho, o mundo não é só preto e branco.

18 comentários:

  1. Acho os textos do Miguel Falabella muito batidos! Muito parecidos. Predicáveis. Como não vejo muito televisão não posso comentar sobre a série.

    Mas uma coisa o Dr. Mott me ensinou (a todos) é que negro pelo menos tem apoio da famiília contra o preconceito sofrido. Homosexuais nem isso tem em suas vastas maiorias!

    Nós sofremos muito mais que negros, mulheres, judeus, ou o caralho a quatro (desculpe o mal trocadilho) que colocarem na nossa frente!

    Mulheres talvez ganhem da gente no quesito vunerabilidade física, já que tem muito "gay" faixa preta por aí...

    Homem é naturalmente mais forte que a mulher, portanto recebe menos porrada da vida. (Genericamente falando)

    The 5D Raver
    www.the5draver.info

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 5D a escravidão é a pior atrocidade que o ser humano conseguiu cometer contra si mesmo, e olha que ela tem grandes concorrentes como o holocausto, a santa inquisição e as cruzadas, e as guerras em geral. Então me desculpe, mas o preconceito racial é de longe muito mais doido do que o que nós sofremos por sermos gays. Não dá nem pra colocar na mesma balança!

      Excluir
    2. Sim, a escravidão é ainda uma das piores atrocidades que o ser humano comete contra os outros.

      Ou acha que um salário mínimo não é escravidão também?

      Mas junto com a escravidão, os gays sofriam outros tipos de discriminação.

      Mesmo que homens ADOREM fazer sexo com homens, a realidade opressora que nós vivemos sempre foi forte.

      Os negros sofreram a dor da escravidão mas nunca aprenderam a ter compaixão pelos negros homossexuais das suas próprias famílias.

      Eu acho que sofremos muito mais.

      EM TODO O MUNDO.

      The 5D Raver
      www.the5draver.info

      Excluir
    3. E os extraterrestres, o que tem a dizer sobre a homossexualidade e o racismo? Você já assistiu ao Planeta dos Idiotas do Carl Sagan?

      Excluir
    4. Esse aqui?

      http://www.youtube.com/watch?v=qM_JCeLQpVU

      Vi agora. Adoro essa musica no fundo. Sabe o nome?

      O que que voce quer que eu fale sobre o vídeo?

      Se eu considero um planeta de idiotas? Completamente. Já falei com minha psicóloga sobre isso.

      Mas eu acho que nem tudo está correto com o Carl Sagan. Eu acho, que pelo fato de eu ter visto eles no mesmo domingo depois que o Carnaval acabou em 2012 **E** 2013, isso é uma mensagem muito forte! Que mensagem é essa: eu sou família!

      Então respondendo a sua pergunta, me considerando um encarnado representante do "mundo" deles (e devido ao meu IMENSO carisma agora entendo que sim), por eu próprio ser homossexual eu acho que eles não tem nada contra. Nem mesmo em ser um homossexual consideravelmente promíscuo.

      Quanto ao racismo, acho que não existe, e nem aceitam, pois eles, como eu sempre vi os negros, judeus, etc..., (sempre fui considerado "multi-mídia"... sem preconceito com ninguém. "amigo" de todos) acham que todos somos "filhos de Deus" portanto é burrice.

      Eles prezam muito a inteligência. Consciência.

      Mas é difícil falar em racismo porque eles são feitos de luz. E o que o Carl Sagan não falou, é que nós estamos ASCENDENDO como planeta e TODOS (que decidirem) terão corpos de luz!

      Pena que esse tópico é pouco falado nos meios de comunicação.

      Então "raça" não existe. E eles podem tomar a forma que quizerem. São mais "etéricos".

      Para entender direito, veja as fotos de eu fazendo as nuvens desaparecer com meus pensamentos, e o Sol emanar raios violetas.

      É por aí a sociedade deles! Manifestação de energia com pensamento.

      Pensamentos inúteis como o racismo é burrice e perca de tempo. Mas eles entendem todas as nossas imperfeições. Ou nos criaram assim. Ou Deus nos fez assim e eles entendem.

      Querem ajudar, mas "entendem".

      Somos manipulados muito pelos "Illuminati". É muito dinheiro usado em técnicas de controle da mente.

      Por isso eles pedem para que PEÇAMOS que eles nos ajudem.

      E eles nos ajudarão!

      Coronel Hollanda da Operação Prato falou que eles são pacíficos. E são!

      Gevaerd falou que uma senhora foi curada numa canoa atravessando o rio, com uma nava pairando em cima deles... Ta no meu site. Último vídeo.

      The 5D Raver
      www.the5draver.info

      Excluir
  2. apenas acho o seriado chato...

    ResponderExcluir
  3. Concordo. O movimento negro tem que saber escolher suas batalhas. Protestar contra a matança de jovens negros pelas polícias e contra a discriminação dos negros em geral são pautas mais do que justificadas e corretas. Mas agora ficar perdendo energia batendo no Jean, um dos poucos parlamentares que lutam pelos negros no Congresso, só porque ele manifestou uma opinião divergente ao do conjunto de blogs negros é complicado. O lado ruim disso tudo é que o lado progressista da sociedade se estilhaça em mil correntes por preciosismo, enquanto que os conservadores se fortalecem a cada eleição e ainda tem a vantagem de lutar para que nada mude, o que é muito fácil, só basta travar cada ação no parlamento.

    ResponderExcluir
  4. A "ressaca" dessa geração conservadora e politicamente correta vai ser muito mais radical que em Woodstock, espero estar vivo pra viver toda a libertinagem que vier depois dessa chatice que vivemos agora!

    ResponderExcluir
  5. E o que você achou da campanha da Johnnie Walker que está causando polêmica no Facebook? uma foto de um homem negro com a palavra "branco" no centro e a seguinte legenda: "E você, ainda deixa usarem sua origem como obstáculo para o seu progresso? Racismo. Até quando?".
    Acusam a marca de bebidas de colocar a culpa, ou parte dela, da opressão no oprimido...
    Acho que foi um erro da agência publicitária... O pretexto é ser uma provocação positiva.... Mas acho que a peça não serve nem como provocação...é pura crueldade...
    Confundir vítima e agressor é sempre péssimo.
    Só como tática psicanalítica, e se muito bem empregada por alguém competente entre quatro paredes...

    ResponderExcluir
  6. Parou tudo. Morreu a Duquesa de Alba.

    ResponderExcluir
  7. Acho o seriado mais divertido e sensível do que sexo e as brancas com a Fernanda Torres e Andréa Beltrão, que passa antes!
    E quando você lê no grindr: "Desculpa cara, mas não curto negros!" E ae?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eae nada. É o gosto do cara! Ninguém come de tudo nessa vida, com o perdão do trocadilho, sempre alguém não gostará de algo. Eu mesmo não fico de pau duro com uma bunda negra na minha frente, não me excita.

      Excluir
    2. Desculpa, mas E ae, tudo! Aqui estava falando de algo maior: Nós somos atraídos por beleza, e os negros são tão bonitos ou feios quanto qualquer branco, oriental ou a etnia do diabo a quatro!
      Eu entendo quando se diz: Não curto peludos(tira-se os pelos), Não curto gordos(Se acabe na academia), mas é possível mudar uma etnia?Apenas uma etnia é detentora de beleza? Tyson Beckford e Rafael Zulu são bonitos como Tom Cruise e Jamie Dornan?
      Um dos pilares desse blog é a categoria com que Tony rechaça a homofobia, e em desmascará-la, além de quando é demonstrada em violência física e verbal, racismo tende a se manifestar da mesma forma!
      Ah, e quanto ao comentário vulgar sobre o seu magnífico pau, espero que nenhuma bunda negra tenha o azar de desejar ele, bundas negras merecem paus melhores!

      Excluir
    3. Calma menina! Gosto é que nem cú, cada um tem um...

      Eu já transei até com negro fanho/mudo, mas também não sou muito chegado num negro não...

      Como não gosto muito de asiáticos, ou indianos.

      Mas tem gente que ADORA asiáticos.

      Cada um no seu quadrado.

      The 5D Raver
      www.the5draver.info

      Excluir
  8. Acho que o problema eh o titulo mesmo. "As nega" eh um termo normalmente usado com conotacao racista. Na melhor das hipoteses nao eh um elogio, concordam? E se fosse "sexo e os boiolas", que tal?

    ResponderExcluir
  9. O mio babbino caro
    Foi querer ser ousadinho além dos limites no título, e se fodeu.
    Tem culpa eu.(R)

    ResponderExcluir
  10. Viver está ficando chato sem graça, tudo se crítica, tudo se ofendem, Vamos para dê bobagens e vamos ver o belo, a série foi muito bacana, vamos aplaudir, que apareceu uma série com u núcleo dê negros, coisa que não acontecia, com tantos atires talentosos, para aparecerem par o mundo...

    ResponderExcluir