segunda-feira, 27 de outubro de 2014

NÓS CONTRA NÓS

Durante muito tempo, o PT adotou a estratégia do "nós contra eles". O "eles", desde que Lula foi eleito presidente, era o PSDB, um partido do qual os petistas eram até próximos em seus primórdios. Esse discurso divisivo é típico da esquerda populista latino-americana, que precisa pintar como inimigo do povo qualquer um que não comungue com seu ideário. Os tucanos fizeram uma oposição pífia aos governos do PT, e pareciam envergonhados de  serem contrários a um líder, de fato, muito popular. Mas este ano perderam a vergonha, e certos simpatizantes de Aécio - longe de serem todos, frise-se bem - perderam também as estribeiras nas redes sociais. Os ânimos se exaltaram de ambos os lados, como se o Bem absoluto e o Mal total estivessem alinhados ccada um com um partido. Passada a eleição, os dois lados continuam se portando mal. Entendo a alegria causada pela vitória, mas petistas que estão tripudiando dos derrotados deveriam se espelhar no exemplo da própria Dilma. Consciente de que tem quase metade do país contra si, a presidenta reeleita falou ontem em diálogo e em estender pontes, o que está certíssimo. Já será um enorme passo adiante se o PT abandonar o discurso do "nós contra eles"- que aliás, só funciona com maiorias de 60% para cima, como foi o caso da Venezuela durante muito tempo. Simplesmente não dá para taxar a metade da população de um país de racista, homofóbica, reacionária, etc. etc. É a METADE de um país, caralho: não são meia dúzia de gatos pingados. Já alguns aecistas também só prejudicam o próprio candidato ao xingar nordestinos, pobres e dilmistas em geral. Um amigo meu chegou a dizer no Facebook que torcia que o ebola chegasse ao Nordeste e ao Acre - além de imbecil o sujeito é desinformado, porque o AC deu a vitória a Aécio. Volto ao discurso de Dilma: a hora é de união, o que não significa unidade em torno de um só projeto. Quem insistir em desqualificar o outro lado se esquece de que esse lado é imenso, heterogêneo e cheio de gente querida. Sim, os dois lados.

51 comentários:

  1. Eu passei o fds em Colônia e ainda bem que eu tirei o dia de ontem pra ir a Düsseldorf DE CARRO. Teve um protesto de neonazis contra salafistas em frente à catedral e à estação central. Ou seja: extremistas contra extremistas. Terminou com caro da polícia virado e tudo. Cena de PCC elevado à protestos de 2013.

    Nesse ponto, Brasil tá tão dividido quanto os ovos do Luan Santana na calça.

    ResponderExcluir
  2. Concordo com quase td. Menos que só o PT faça o jogo do "nós x eles". Esse maniqueísmo político é recorrente. PSDB usa ("nós x PT), bancada religiosa usa ("nós x não seguidores da doutrina"), EUA usam ("nós x terroristas"), PSol usa (" nós x capitalismo selvagem") etc.
    Acrdito que ser contra algo/alguém/alguéns faz parte de ter um pensamento político. Afinal, ser a favor de algo, implica em ser contra algo. Mas, óbvio que polarização irracional é imbecilidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade qualquer partido, grupo etc que quer crescer, juntar pessoas que pensam parecido usam a divisão nós contra eles. Pode ver. Durante a eleição até Marina e Aécio se estapearam, mesmo tendo programas praticamente iguais. No fim, se beijaram

      Excluir
    2. Discordo. Claro que se alguém é pró alguma coisa também é contra outra, mas nem todas as agremiações políticas usam constantemente a demonização do adversário. O PT (e não estou falando da militância, mas da direção do partido) vem fazendo faz tempo esse discurso divisivo, tipo "elites brancas". Mas uma elite branca de 48 milhões de pessoas?

      Excluir
    3. Sim, nem todas e não, não só um partido. Como disse, exemplos de o uso dessa tática não faltam. Talvez derive da necessidade de termos o "bem" e o "mal" bem definidinhos, como novela infantil ou (pq não?) a biblia.
      É claro que não temos essa elite de 48mi (infelizmente) e as razões q levaram esses eleitores a votarem em Aécio são diversas. Mtos a favor dele e outros tantos contra a Dilma. E, claro, houve elite q votou na Dilma (poucos) e pobre q votou no Aécio.
      Enfim, num país tão heterogênio, qq generalização não cabe. Nem partidária e tampouco eleitoral.

      Excluir
    4. O "nós" x "vocês" foi usado por Dilma em todos os debates para comparar a era lulista com a era FHC que muitos, inclusive vários tucanos consideram um desastre a ser explorado eleitoralmente. O que as campanhas comparam são os governos tucanos com os governos petistas e não os eleitores tucanos com os eleitores petistas. Os tucanos em geral odeiam muito mais os petistas, basta abrir qualquer caixa de comentários de matérias políticas do UOL ou Folha para constatar o nível dos argumentos. Os tucanos pegam muito mais pesado e apelam muito mais.

      Excluir
  3. Tony, adoro o seu blog, curto as dicas que você dá, tanto que descobri muita coisa legal a partir dos seus posts. Concordo que não dá pra chamar a totalidade dos cinquenta milhões de eleitores do Aécio de racistas, homofóbicos e outros deméritos empregados a eles, mas, ignorar que em sua maioria eles são "pobrefóbicos" é no mínimo ingenuidade.
    Quanto às redes sociais, como tem se tornado costumeiro nas últimas eleições, os xenófobos se sentem livres para sair da toca, ignorando, por exemplo, que embora Dilmusa tenha mais votos proporcionalmente no Nordeste, foi a soma de todos os votos dos país - inclusive os do Centro - Sul - que formaram o grosso de seus votos e a elegeram.
    Ainda nas redes sociais, quando você diz que petistas estão exagerando, volte duas casas atrás e veja que quem se declara intenção de voto na Dilmãe era extremamente hostilizado. Não concordo com o olho por olho, dente por dente nas redes sociais, no entanto, essas pessoas ora oprimidas, se sentem agora no direito de oprimir. Um ótimo acerto na sua fala está em destacar a postura da Presidenta em pedir união de todos.
    #13beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olhaí o preconceito: você acha mesmo que 48 milhões são todas "pobrefóbicas"? Então não tem pobre entre esses 48 milhões? Não caia nessa esparrela. isto também é hostilizar o outro lado, e achar que o Bem está unica e exclusivamente do seu.

      Excluir
    2. É isso aí Tony, o PT usa uma lógica típica de algumas religiões(e que se mostra eficaz há 2000 anos): o que há de bom no país, é graças a Deus(ou ao PT). O que há de ruim, é pecado e culpa individual de cada um de nós(ou da oposição- o Diabo). Quem não for grato a Deus(o PT), há de sofrer no quinto dos infernos pela ingratidão, pela blasfêmia, pela heresia.
      Aos que conseguem se por fora dessa lógica ridícula, fica claro que é o trabalho de todos que leva o país- e cada um de nós- pra frente.
      Pobrefóbicos? Anônimo, pra você achar isso, só posso deduzir que se vc é pobre, está esperando que o Estado(PT-Deus) te ajude... Se vc é rico, se acha muito especial por estar entre os que julga ser uns poucos altruístas que pensam no próximo...Quase um santo...
      Sai dessa...

      Excluir
    3. Só pra lembrar, esses programas governamentais q vc critica, não seriam encerrados por NENHUM candidato. E teve briga de cego com foice no escuro pela paternidade deles.

      Excluir
  4. Olha a ilusão de frequência, gente. Todo mundo virou analista político sem ter tido uma aula de estatística.

    ResponderExcluir
  5. O mio babbino caro

    O comprometimento de seus cidadãos, que defini a nação!

    ResponderExcluir
  6. Imagine o que é votar no PT aqui em SP? Fui chamado de ladrão, corrupto, de burro e outros nomes meigos com que tentaram me rebatizar. Eu ignoro, simples assim. Deve haver diálogo com ideias, não com o ódio.

    O seu post está ótimo. Não gosto de política com faca nos dentes. O meu voto não me faz pior que o outro, um voto diferente do meu não faz o outro melhor que eu.

    A vida continua. O voto é livre e cada qual exerce esse direito conforme suas convicções. Ninguém deixa de ser brasileiro nem se torna mais brasileiro porque votou em A ou B.

    A polarização de ideias e ideologias não deve ser arma para destruir o Brasil nem para menosprezar os que não pensam como nós.

    ResponderExcluir
  7. São os que falam tanto em democracia, mas nem sabem o que ela significa. Acham que todos devem seguir o que eles acham que é certo e não conseguem aceitar que as pessoas têm convicções e visões de mundo diferentes. As eleições são assim, alguém ganha e alguém perde. É preciso lidar com isso e ter civilidade, saber respeitar cada um; afinal somos livres para decidir em quem votar. agora os contrários à candidata reeleita vão desejar que ela faça um péssimo governo só para depois, se caso isso ocorrer, baterem no peito e dizerem o quão certos estavam.

    As pessoas se esquecem que quem administra o país administra para todos, se o governo for ruim, será para muitos. Menos emoção destrutiva e mais razão.

    ResponderExcluir
  8. Eu até concordo. Mas sei de uma coisa, se o resultado tivesse sido diferente você não teria esse discurso, vc diria "Bem feito pro Lula, pra Dilma, pro PT". Não ia ter essa conversa de governar pra outra metade que não queria o Aécio no poder. Aposto que não.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha, teria dito sim, ainda mias porque isso obrigaria o PT a um DR interna colossal. Agora há quadros do partido que clamam por essa DR de qualquer jeito, que seria muito salutar. De qualquer forma, é bom ver que não há discurso triunfalista, ainda mais porque não foi uma vitória consagradora para Dilma (nem uma derrota acachapante para o Aécio).

      Excluir
    2. Aécio, por sua vez, ostentava o tal "discurso triunfalista" e arrogante desde o início da campanha, sem ter ganhado coisa nenhuma.

      Excluir
  9. Oq acho mais curioso, pra não dizer patético, é ver o quão difícil é entender que o PT e o PSDB não são pólos opostos e sim dois irmãos que se odeiam. Ambos possuem suas estruturas necrosadas pela corrupção, um inchaço descontrolado e um apego doentio pelo poder a qqr custo. Não votei em Dilma pq a considero uma incompetente desarticulada assim como não votei em Alckmin pq ele demonstrou má fé na questão da água, além de fazer 'a Egípcia' no que diz respeito à segurança pública. Os dois partidos nos canibalizam com suas cargas tributárias extorsivas, mentiras juvenis, administrações pífias vendidas como exemplares e, a cereja do bolo (aquela bem vagaba em conserva vendida em qqr muquifo de esquina), um oceano de tontos que gastam saliva e mutilam as próprias digitais teclando como siderados em redes sociais pra defender/atacar essa gentalha. Enqto isso, a falta de tempo continua sendo a desculpa do mundo. Então tá.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Augustuzs, onde está você que quero te dar um beijo na boca por esse comentário tão genial e lacrante!

      Excluir
    2. Viaaaaaaaaaaaaaaaado! TÔ NO CHÃO com seu comentário!!!!

      Excluir
    3. Se o Aécio tivesse ganho, o discurso de ódio de fato viria. Tipo "nos livramos do mal", "Ptralhas nunca mais", "adeus sanguessugas", etc. O que o PSDB se recusa a perceber é que eles só vencerão o PT se conquistarem os votos dos nordestinos e das periferias. O problema é que para isso, tem ir até lá, se misturar com o povão, conhecer a realidade das pessoas, apresentar propostas para resolver os problemas reais da população. Algo um pouco incômodo, difícil, fora da zona de conforto para "eles". Não adianta, o PSDB não tem o mesmo DNA do brasileiro comum, por isso acho mais fácil o PT perder a presidência para uma terceira via que ainda não surgiu.

      Excluir
  10. Quem precisa deitar no divã e passar por uma análise são os tucanos, que não conseguem vencer as eleições presidenciais mesmo com a imprensa e o STF à favor, mesmo com escândalos milimetricamente calculados para estourar às vésperas do pleito (caído) kkkkkkk Eles são tão cegos de ódio e tão distantes da vida das pessoas comuns, que não conseguem dialogar com o povo. E olha que boa parte do povo já está cansado do PT, mas isso não é suficiente para vencer uma eleição. O Aécio não conseguiu apresentar uma proposta interessante. Teve 10 minutos no segundo turno e só mostrou musiquinha e gente supostamente influente tentando inutilmente convencer o eleitor. Nada mais fora da realidade atual. A campanha tucana foi um desastre. Como sempre.

    ResponderExcluir
  11. Tony querido, infelizmente mais da metade dos brasileiros é homofóbica, racista, preconceituosa e reacionária. Quem votou no Aécio, quem votou em Dilma, quem votou nulo e quem não foi votar. Eles estão em todos os lugares.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente. Tenta fazer um plebiscito sobre questões mais progressistas, com tópicos sobre os direitos LGBT, aborto e drogas, para ver o resultado.

      Excluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Gente, parem com esse mimimi e vamos trabalhar pq divididos ou nao, todos temos que trabalhar pra sustentar 40.666.171 Ministerios e uma quadrilha inteira! Nessa tarefa elas nao querem nos dividir.

    ResponderExcluir
  14. Assim como está errado dizer que os 48% de eleitores de Aécio são de burgueses, é errado dizer que os 52% de Dilma são os que recebem BF entre outras bolsas. A mistura é extremamente heterogênea. E também é absolutamente errado dizer que o PT inventou ou inflamou a disputa de classes. A separação de classes no Brasil sempre existiu. Hoje os menos favorecidos não são mais tão invisíveis como antes. E não tire a culpa da imprensa: Ela toma lado e também faz seu discurso de ódio, até antes da reação do PT. Os dois grupos são extremamente heterogêneos: De um lado os que queriam mudanças, independente de quais fossem, juntos com tucanos e aliados, e do outro lado os que querem mudanças, mas acreditam que com o PSDB seria para pior, juntos com petistas e aliados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que o mais próximo da realidade é dizer que os que concordam que o Brasil deve crescer, distribuindo renda e dando oportunidades para todos votaram em sua maioria em Dilma. Quem tem uma visão neoliberal, que acredita que cada um deve correr atrás do seu objetivo e alcançá-lo por mérito individual, votou em maior parte em Aécio.

      Excluir
    2. Anônimo das 16:22, vc votou na Dilma, certo? Porque a sua é a visão tipica de um petista. E ignora olimpicamente quem não votou no PT porque está farto dos escândalos de corrupção ou quem não concorda com os rumos da política econômica. É possível querer justiça social sem petrolão nem contas maquiadas.

      Excluir
    3. Anônimo das 12:50, comentário irretocável.

      Excluir
    4. Tony, lamento por você fingir acreditar que o PSDB é o remédio para a corrupção: http://www1.folha.uol.com.br/colunas/eliogaspari/2014/10/1534741-todos-soltos-todos-soltos-ate-hoje.shtml

      Excluir
    5. Onde foi que eu disse que acredito que o PSDB é o remédio para a corrupção?

      Nunca votei num presidente da república confiando 100% nele. Votei em Aécio porque o acho menos ruim que Dilma, só isto.

      Excluir
    6. Em todos os rankings de corrupção o PSDB aparece em primeiro ou seguindo lugar, o PT aparece lá atrás. O que ocorre é que o que o PT faz é sensacionalizado, e o que o PSDB faz é engavetado e abafado. O mensalão não movimentou mais do que 90 milhões e mesmo assim aparecia diariamente na Globo e semanalmente na Veja. O escândalo tucano do Banestado movimentou 50 BILHOES. Não há nenhuma capa da Veja, nem especiais diarios de 10 a 15 minutos no JN. Tudo abafado.
      Dilma nunca se envolveu pessoalmente com corrupção. O mesmo não se pode dizer de Aécio. Se Dilma tivesse construído um aeroporto na fazenda do irmão Igor Rousseff em Passa Tempo, interior de Minas, o mundo desabaria, sofreria impeachment. Mas quem fez isso foi Aécio e o PSDB pode tudo. Pelo menos para você, que nunca se incomodou com o assunto do aeroporto de Claudio.
      Por isso, preferível para todos inclusive para você (que alega não gostar de corrupção), que uma Dilma seja investigada todo dia pela mídia, do que um Coronel desmandando e aprontando tudo ocorria em Minas.

      Excluir
    7. Anônimo, eu falei muito das razões pró e contra votar em Dilma ou em Aécio. O tucano está longe de ser o candidato dos meus sonhos, mas me pareceu melhor que a petista.

      Excluir
    8. Tony, então esse suposto argumento de quem vota no Aécio é "porque está farto dos escândalos de corrupção" não se aplica nem mesmo ao autor, você no caso. E essa visão de que, quem consegue enxergar algo de bom em um candidato do PT só pode ser petista, é típico pensamento tucano.

      Excluir
    9. Anônimo, eu tanto enxergo coisas boas no PT que votei no Eduarrdo Suplicy para senador em SP.

      Não sou tucano, mas não teria vergonha de admiti-lo se o fosse. Petistas como você precisam parar de usar o adjetivo como se fosse um insulto.

      E por falar em corrupçnao, só o Paulo Roberto da Costa levou cerca de 70 mlhões no "petrolão"- isto é quse a metade dos recursos movimentados pelo mensalão do PT. Imagine o tamanho do rombo na Petrobras. Duvido que, mesmo somando os muitos escândalos do PSDB, se chegue a um montante tão grande.

      Excluir
    10. Não sou petista e também não considero "tucano" um insulto, mas acho que você não reparou no comentário do anônimo acima: O caso de corrupção do PSDB no Banestado: 50 BI. Tem também o caso do cartel dos metrôs em SP, com nomes como Alckmin e Serra envolvidos até as tampas, o valor corrente é de 425 milhões e o cálculo ainda não foi finalizado. Vai aumentar. E contra a Dilma, qual é a acusação de corrupção mesmo? Um crime não justifica o outro, mas não se pode achar que só existe corrupção no PT.

      Excluir
    11. Pela milionésima vez:

      ONDE FOI QUE EU DISSE QUE SÓ EXISTE CORRUPÇÃO NO PT?

      Excluir
    12. Se você concorda que existe corrupção tanto no PT quanto no PSDB, embora não escreva isso, embora cite nominalmente apenas os casos do PT, então esse argumento de "quem não votou no PT porque está farto dos escândalos de corrupção" não é válido. Ok, baby?

      Excluir
    13. Ai ,minha santa paciência...

      Ohm....

      Excluir
  15. Respostas
    1. Sila Malafaia é Maçom:

      http://lagoadorato.blogspot.com.br/2013/12/pesquisa-maconica.html

      Assim como o Aécio:

      http://noticias.gospelmais.com.br/silas-malafaia-minimiza-boatos-aecio-macom-71814.html

      "Equerdopatas, Ou para Cuba ou Coreia do Norte" - Malafaia

      "Irmãos", são para essas coisas!

      "De passagem por São Paulo, o pré-candidato do PSDB à Presidência, senador Aécio Neves, foi convidado na noite desta quinta-feira 11 para dar uma palestra na Grande Loja Maçônica do Estado de São Paulo, onde estiveram membros de três grupos de maçons. E o tucano mostrou familiaridade com a linguagem e os valores dos “irmãos”, como se referiu aos presentes. Ao lado de grãos-mestres, mais alto grau da ordem, o senador discursou e deu o tom de quais devem ser suas principais propostas de campanha."

      Vamos ver se o Tony libera!

      The 5D Raver
      www.the5draver.info

      Excluir
    2. Eles x nós: https://ninja.oximity.com/article/Ataque-contra-Jean-Wyllys-nas-redes-1

      Excluir
  16. Tony, vc votou em quem em 2006?Bateu uma curiosidade!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em Alckmin nos dois turnos. Em 2010, em Marina no primeiro e em Serra no segundo.

      Nunca votei no PT para a presidência. Em 1989 (Collor x Lula), anulei meu voto.

      Excluir
  17. Mal ou bem, bonito ou feio, politicamente correto ou não, a verdade é que vai ser duro aguentar mais QUATRO anos de PT na Presidência e isso ninguém dos 48% pode negar.Que passe o tempo, que a presidente caia em si e deixe de ser ela para ser alguém melhor, mais amigável para todos e não apenas para os "movimentos sociais", blogueiros baba-ovos e toda a conhecida entourage. Menos vermelho, mais verde e amarelo!

    ResponderExcluir
  18. Enquanto Dilma tinha milhões de programas pra apresentar (Pronatec, Mais Médicos, Prouni, Bolsa Familia, universidades no agreste), Aécio apenas falava da guerra contra a corrupção. De tirar o PT do poder... Se ele quisesse vencer uma guerra contra a corrupção, por que não começou dentro do seu próprio partido? Casos e casos de roubalheira por lá tudo empurrado pra debaixo do tapete... Enquanto o PSDB não apresentar um plano de governo convincente, sempre terá metade do país do outro lado... Baixar idade da maioridade penal é coisa de se fazer? Por que não apresentou um plano pra educar estas crianças? Mais fácil botar todo mundo dentro de um presídio...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre terá MAIS DA METADE ou a MAIORIA do país do outro lado. E viva a democracia.

      Excluir
    2. Voce acredita que as "urnas" fabricadas por uma empresa chamada Ladrão Velho em Alemão CONTA REALMENTE alguma coisa?

      Tudo pão e circo!

      http://www.youtube.com/watch?v=xATaNCsre9Q

      Ninguém sabe do resultado de nada!

      A não ser um poucos da "irmandade".

      The 5D Raver
      www.the5draver.info

      Excluir
    3. The5draver você é real ou personagem? troll ou acredita mesmo em todas as teorias conspiratórias?

      Excluir
    4. Voce está chamando o Professor da Unicamp de troll?

      Eu estou entendendo bem??

      Olha outro que acredita em "teorias" conspiratórias...

      http://www.youtube.com/watch?v=feZN9GIe-HE

      Acho extremamente ingênuo da sua parte dizer que um dos países reconhecidamente mais CORRUPTOS do mundo, seja idôneo uma urna que é fabricada por uma empresa chamada DIEBOLD - DIEBE OLD em alemão.

      Joga no Google!

      Ou não!

      Ou use a oportunidade para tentar amenizar a realidade com ataques pessoais sem fatos nenhum para embasar sua opinião super válida!

      Mais válida que um Professor da Unicamp que fez testes com as próprias urnas!

      Voce é personagem pago, ou é real?

      http://www.folhapolitica.org/2013/12/eua-multam-diebold-fabricante-das-urnas.html

      "In the years since the rigged 2004 election, we’ve learned a lot more about Diebold’s ethics. There are pages and pages of documents that show a wide range of problems with machines. There is a good deal of evidence showing that DBD often does not follow local, state or U.S. law, when installing or servicing its voting machines. Charges of fraud, vote rigging and breach of election law have been lodged against DBD, in a number of states. Yet nearly all US election districts still use DBD machines."

      https://groups.google.com/forum/#!topic/votoeletronico/ZJmp_-ZTXns

      Se voce não é pago, me diz aí com sinceridade... qual a TEORIA em todos esses FATOS?

      The 5D Raver
      www.the5draver.info

      PS - Ataque pessoal não vale! Responda com FATOS. Se conseguir.

      Excluir