terça-feira, 16 de setembro de 2014

QUE DIFERENÇA FAZ PARA VOCÊ?

Drauzio Varella divulgou hoje este vídeo em seu canal no YouTube, que já está viralizando. É um serviço de utilidade pública: o médico mais famoso do país usa toda sua autoridade para esclarecer alguns pontos sobre a homossexualidade e, de quebra, detonar alguns "pastores de almas". Sei que o leitor do meu blog não precisa ser convencido, mas fiz questão de postar o vídeo aqui porque ele merece ser espalhado por aí. Mostre-o para o seu parente ignorante, seu conhecido que "não tem preconceito, mas...", sua tia religiosa. O dr. Drauzio é um aliado de peso.

30 comentários:

  1. E novamente vamos pelo caminho do "igreja pode tudo lá dentro". Não aceitamos que colégios, clubes, edifícios, empresas e etc discriminem e não aceitem gays, mas achamos ótimo que as igrejas o façam. Igrejas podem tudo, até a página dois, porque quero ver discriminar negros, imagina o escândalo. Ah, dogmas são dogmas, ninguém mexe. OK, mas enquanto houver esse tipo de tolerância inconstitucional, vamos continuar tendo que admitir as tais igrejas demonizando gays, porque é um dos pilares delas, gays são os atuais inimigos da classe média religiosa. Quero ver alguém peitar as igrejas e falar "se discriminar, vamos processar e prender".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esta é uma questão complicada. A liberdade religiosa é um dos pilares da democracia moderna. O que acaba influenciando MESMO as igrejas é a debandada dos fiéis. Ou porque você acha que a Igreja Católica estea ficando mais tolerante com os gays?

      Excluir
    2. Desconfortavelmente incontestável.

      Excluir
    3. Anônimo, a grande diferença é que nossa vida seria bem complicada sem acesso e tratamento igualitário em escolas, condomínios e shoppings, ao contrário de igrejas e templos, onde colocar o pé é uma escolha absolutamente pessoal e voluntária - e, opinião pessoal, dispensável. O PL122 foi alterado neste ponto justamente por entender que sacerdotes cujas denominaçoes façam uma abordagem mais literal das escrituras não podem ser impedidos de ecoar EM SEUS ESPAÇOS as mesmas condenaçoes que a Bíblia faz da homossexualidade. Esperar diferente disto seria como achar que casamento civil igualitário deveria obrigar um padre ou pastor, por ordem judicial, celebrasse e abençoasse a união de 2 homens contra a vontade dele.

      Excluir
    4. Eu já frequentei uma igreja neopentecostal, daquelas que chamam os "demônios" pelo nome e os expulsam, certo dia o pastor estava pregando e contando como foi o começo dos trabalhos da igreja no final dos anos setenta. Eles chamavam por todos os nomes de entidades conhecidas no na umbanda e candomblé e que até os ex-pai de santos que passaram a frequentar ficavam espantados. O pastor começou a citar todos e disse que havia um que ele não pode mais falar por conta da legislação atual. Entendi que se tratava do chamado "preto velho" que é um termo que pode ser considerado uma injúria racial. Hoje não frequento mais, graças a Deus. Acho que devemos nos unir com outras minorias e assim como os negros hoje são respeitados, nós também devemos ser. Dizer que determinado grupo de pessoas são influenciadas por manifestações satânicas não tem nada a ver com liberdade religiosa.

      Excluir
  2. Cristão segue as regras da bíblia,Tony,não as regras do mundo.Se o mundo diz que tal coisa é boa,é normal,mas a bíblia diz que é errado,é à bíblia que eles vão dar ouvidos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cristão FUNDAMENTALISTA segue as regras da Bíblia, e mesmo assim são muito seletivos. Comem camarão, misturam carne e leite... Mas dá perfeitamente para ser cristão sem seguir a Bíblia ao pé da letra.

      Excluir
    2. Usam tecidos que não só a lã e o algodão, não guardam o dia santo (a maioria) e o pior de td, não amam o semelhante como a si.

      Excluir
    3. Êpa!Quem segue as regras da bíblia é um fiel que teme a Deus e respeita suas leis,tá?Fundamentalismo é outra coisa.

      Excluir
    4. Então pare de comer camarão NOW, que é proibido pelo Deuteronômio - o mesmo livro do Antigo Testamento que fale que dois homens que se deitam juntos é uma abominação.

      Ah, e além das regras da Bíblia, tente seguir também as da ortografia.

      Excluir
    5. Anônimo, existem varios níveis de leitura das escrituras - da Literal à Alegórica - e nem Pastores no Brasil seguem textualmente a Bíblia, caso contrário, sequer poderiam viver em sociedade em 2014. Então fazem adaptaçoes e seleçoes de acordo com suas conveniencias e interesses pessoais.

      Excluir
    6. Só não recomendo começar a vender filho como escravo, viu?

      Excluir
    7. Tem um ponto que acho interessante: A Bíblia condena claramente o divórcio e também o sexo heterossexual antes do casamento. Segundo a Bíblia, quem realiza tal prática comete um pecado tão terrível quanto o homossexualismo. Agora porque será que os pregadores do ódio não abrem guerra contra os divorciados, contra os garanhões comedores ou as meninas periguetes? Respondo: Porque é impossível nos dias de hoje, impor que a grande maioria da população solteira não faça sexo ou seja infeliz eternamento no casamento só porque a Bíblia diz isso. O mundo mudou, os costumes mudaram e essas centenas de milhares de pessoas que vivem dessa forma não aceitaria uma intromissão em sua liberdade individual. Agora satanizar 10% da população é bem mais fácil.

      Excluir
    8. Na verdade, os evangélicos até promovem essa cruzada: não casam divorciados, promovem entusiasticamente que os jovens se guardem para o casamento ou, no caso dos que fraquejaram, que não mais o façam... da mesma maneira que a prática homossexual. A crítica deles não é 100% focada na homossexualidade apesar de as vezes parecer, porque somos vidraça.

      Excluir
    9. Anônimo das 10:51 : tudo que as igrejas ensinam que não se deve fazer, é para seus membros seguirem. Vocês que são de fora ficam se metendo por quê? Só para se desgastar? Se a igreja recomenda que não faça sexo fora do casamento, quem deve seguir: as moças da igreja ou as periguetes de fora?

      Excluir
    10. Se os pregadores do ódio querem falar apenas com os membros da igreja, não precisariam ir para a televisão. Se eles querem usar a Bíblia para orientar apenas os membros da igreja não precisariam falar tanto sobre gays, afinal supõem-se que ali não existem gays, certo? Eles querem impor os dogmas da igreja para a sociedade, isso é óbvio, por isso criticam tanto os outros. Só que nunca ouvi o Silas Malafaia e Feliciano gritando e dando chiliques contra os milhares de divorciados e ou contra os milhares de jovens héteros que fazem sexo, pois esses grupos representam mais de 50% da população. Já sobre os gays, bom, o Malafaia fala mais de gay do que de Jesus. Ridículo. Eles escolhem livremente os gays para demonizar e assim se promover politicamente. Se eles começassem a criticar o pecado de quem faz sexo sem casar ou o divórcio, como está na Bíblia, eles comprariam briga contra centenas de milhares de pessoas, praticamente toda a sociedade brasileira e aí calariam a boca rapidinho.

      Excluir
    11. Segunda a Bíblia tudo é prostituição: O casal que mora junto a dez anos, faz sexo quase todo dia, mas ainda não casou; a menina(o) que perde a virgindade com o primeiro namorado(a); os namorados que estão juntos a três anos e tem vida sexualmente ativa; o homem separado de 35 anos que está curtindo a vida, mas não quer compromisso sério; a menina que fica e de vez em quando, transa com o ficante e na semana seguinte conhece outro; homem que faz sexo com homem; mulher que faz sexo com mulher; a garota de programa e a travesti da esquina. Todos estão vivendo em prostituição. Todos estão igualmente vivendo em pecado. Só que esses pastores não são machos o suficiente para comprar briga com toda a sociedade. É muito mais fácil atacar as minorias.

      Excluir
    12. É tão incoerente alguém acreditar que é possível viver segundo regras de comportamento de um livro escrito por povos orientais que existiram num ambiente tão diferente do nosso, com costumes totalmente diferentes dos nossos e a tanto tempo atrás . Se do velho para o novo testamento, o próprio povo da Bíblia já tinha mudado horrores, como por exemplo em relação ao encesto e a poligamia que eram práticas comuns e deixaram de ser, imagine agora em pleno século XXI, aqui no mundo ocidental. Ou será que essas pessoas são tão retardadas a ponto de acreditar que o próprio Deus, numa bela tarde de sol pegou num lápis e começou a escrever essas coisas todas. Haja ignorância!

      Excluir
  3. Que amoire o Drauzio. Super válida a iniciativa. Só achei-o um pouco afoito, talvez se tivesse fumado um cachimbo de Gaganás antes do vídeo, teria passado a mensagem de maneira mais didática e menos "in your face". Tem que ser tatibitati com a ignorância, pq assim como a zoeira, ela não tem limites.

    ResponderExcluir
  4. Triste. Quem sabe ajuda: http://www.respondi.com.br/2005/06/o-que-bblia-diz-sobre-o.html

    ResponderExcluir
  5. GAYS,PAREM DE PERSEGUIR A CRENÇA RELIGIOSA DOS OUTROS!CRISTÃOS NÃO PRECISAM DA OPINIÃO DOS MUNDANOS PRA VIVER!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lá vem mais um fundamentalista que não entendeu nada... nem pontuação ele sabe usar direito, tadinho.

      Excluir
    2. ERREI?QUEM DISSE?

      Excluir
    3. Eu. Olha só, você não sabe dar espaço entre o ponto e a inicial da frase seguinte...

      É muito comum que fundamentalistas também escrevam mal (o Malafaia, por exemplo, comete erros crassos de português).

      A pessoa que teve uma educação falha é presa muito mais fácil dos pastores mal-intencionados.

      Excluir
    4. Eles não precisam da opinião dos "mundanos", mas não saem daqui, né Tony? Ao que parece, agora nossa opinião e influencia começa a dividir a atenção deles com o habituais desesperados, descompensados e desaplaudidos que se acotovelam nos templos.

      Excluir
    5. Ta mto nervosinho, Anonimo. Vai ler um salmo.

      Excluir
    6. Além de assassinarem o português diuturnamente, pra que tanto caps lock, meu Deus? Gritar não significa que suas idéias medievais entrarão mais fácil nas nossas cabeças... E como diria uma sábia pós moderna: "late mais alto que daqui eu não te escuto..."

      Excluir
  6. O mio babbino caro
    "Existem apenas duas coisas infinitas - o Universo e a estupidez humana. E não tenho tanta certeza quanto ao Universo." (...)

    ResponderExcluir
  7. É como diz num dos comentários do vídeo: uma mensagem já "batida", mas que ainda se faz muito necessária para a maioria do preconceituoso povo brasileiro. Tudo o que for agregar na luta contra a discriminação é válido. Então, valeu senhor Varella.

    ResponderExcluir
  8. Amei o tio Dráuzio. Que bom que seria se as pessoas pudessem realmente respeitar a diversidade. Parece que existe uma certa confusão... Você não precisa "aprovar" o outro ser humano, nem "gostar" dele, você só precisa RESPEITAR. Simples assim, do tipo viva e deixe viver.

    ResponderExcluir