quarta-feira, 20 de agosto de 2014

PREVIAMENTE CONHECIDA COMO

Cansado das divas do pop atual? Experimente FKA twigs: apesar de ser bonita e gostosa, essa cantora britânica não sacode a bunda nem finge fazer sexo com ursinhos de pelúcia. Até seu nome tem uma história curiosa. Nascida Tahliah Debrett Barnett, que já soa como um pseudônimo, ela preferiu adotar o apelido de twigs (em caixa baixa mesmo) por causa dos movimentos bruscos de dança que têm esse mesmo nome. Acontece que já existia uma outra twigs; ao invés de buscar um nome novo, ela preferiu acrescentar ao antigo a sigla FKA (Formerly Known As - previamente conhecida como...) FKA twigs faz uma música esquisita à primeira audição, mas que aos poucos vai se transformando em mantras. Não há refrões contagiantes nem remix para as pistas - algumas faixas do recém-lançado álbum "LP1" nem podem ser chamadas propriamente de canções. Desnecessário dizer que a crítica está babando de quatro pela moça. Eu? Ainda estou me aclimatando.

14 comentários:

  1. Talvez porque ela já tenha dançado tudo que precisava nos clipes da Kylie.
    Achei etéreo. Mas não é o ápice do esquisito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Sia é a Cathy Dennis da nova decada, essa é meio louquinha.

      Excluir
  2. Adorei. Só não gostei das moças estrebuchando no fundo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essas moças são a própria FKA twigs.

      Excluir
    2. Ó xente. Que ela fique só com o vocal! Parece uma lagartixa morrendo.

      Excluir
  3. Cade um post sobre o novo trabalho da Kimbra? Vc próprio pediu a nos pra darmos mais atenção a ela, e se esquece de comentar o novo album?na Nova Zelândia Kimbra chora!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já saiu o disco novo da Kimbra? Olôco! Preciso correr atrás.

      Excluir
  4. Reino Unido me dá sono às vezes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é pq nós todos acostumamos com o sexismo estadunience que é mais animado , ninguém lembra mas é bem interessante a cultura pop da Europa oriental, foi de la que a Gaga tirou mta inspiração pra fazer construir o visual do The Fame Monster

      Excluir
    2. Estadunidense.... taí um adjetivo utilizado por pessoas idiotas. Não é incorreto, mas é muito bossal.

      Excluir
    3. Em tempo... boçal.

      Excluir
  5. Me lembrou Alliyah em Rainha dos Condenados

    ResponderExcluir
  6. Bonito, não chega a ter aquele "wow factor", mas é mil vezes melhor do que as bundas e línguas que fazem sucesso por aí. Lembra um pouco a Bjork de antigamente. Aquele primeiro vídeo inclusive lembra muito um da Bjork, não lembro o nome.

    ResponderExcluir
  7. O conceito de beleza é mesmo relativo. A garota é uma Marina Silva jovem e maquiada (significando que está bem no nível do performer execrado no outro post).

    A música até que é agradável: tudo o que eu gostaria que a de Beyoncé também fosse. Mas, nessa velocidade, fica um pouco difícil conquistar o mainstream.

    ResponderExcluir