terça-feira, 12 de agosto de 2014

CORRA, COELHO, CORRA

Não sou fã do Paulo Coelho. Tentei ler dois de sues livros mais recentes e larguei ambos no meio. Ou melhor, no começo: não suporto quem escreve mal. Nem por isto deixo de achar que ele seja um cara interessante. Costuma ser muito articulado e perspicaz nas entrevistas que dá, e realmente tem uma história de vida fora do comum. Tanto que já rendeu filme, antes mesmo de seus best-sellers mundiais "O Alquimista" ou "O Diário de um Mago". "Não Pare na Pista" narra a tarjetória de Paulo Coelho com produção esmerada e atores excepcionais. Confesso que o roteiro em três tempos simultâneos, como o de "O Rebu", me confundiu algumas vezes: o que aconteceu antes, a tentativa de suicídio na adolescência ou a briga com o pai durão? Com locações e atores espanhóis, "Não Pare na Pista" não custou barato. Mas nenhum outro escritor brasileiro contemporâneo mereceria uma cinebiografia deste tamanho.

4 comentários:

  1. Nem ele merecia, né?

    Nem sei como, ainda em 2014, os livros dele ainda saem sem revisão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fato https://24.media.tumblr.com/262f023c1091a63763258465dad33b67/tumblr_mxo59bJRXW1rp25b8o1_400.gif

      Excluir
  2. O mio babbino caro
    Paulo Coeho não dá. “ (Seus) livros são do tipo que, quando você os larga, não consegue pegar mais.” Lá com Raulzito, Rita Lee e Lilian estava bom... Mas me parece que não é isto que o resto mundo acha. Nesta seara prefiro Khalil Gibran.

    ResponderExcluir
  3. Mas o filme é bom?

    ResponderExcluir