segunda-feira, 25 de agosto de 2014

AMADA AMÃ


Todo mundo adora filmes sobre casamentos. Todo mundo se identifica com a alegre confusão, os parentes amalucados, os preparativos que dão errado mas no fim dão certo. Foi por isto que os exibidores brasileiros traduziram "May in the Summer" como "O Casamento de May". Acontece que o filme não é bem sobre um casamento. Verdade que a protagonista está de casamento marcado na Jordânia, a terra de sua mãe e também a de seu noivo, e é para lá que ela vai com as irmãs, todas nascidas nos EUA. Só que a mãe é cristã fervorosa e avisa que não quer saber de genro muçulmano; enquanto isto, todos os membros da família entram em crises de diferentes tamanhos. Há bonitas imagens turísticas, apesar de Amã ser uma cidade feiosa. Mas o choque cultural que se anuncia nunca acontece, pois todos os personagens já são ocidentalizados demais. "O Casamento de May" acaba sendo só mais um exemplo semi-interessante dentro da safra atual de filmes pequenos e desimportantes que assola os cinemas de arte, enquanto que o circuitão continua entupido portartarugas ninjas e guardiães da galáxia.

3 comentários:

  1. Tony me diz pq que os programas do Play dos canais Globosat demoram tanto pra entrar no site? quando eu chego em casa não passa os programas que eu gosto, tem outros que nem entram no catalogo, se responder ficarei grato.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ixe, não faço a menor ideia.

      Excluir
    2. kkkkk toniquinho vc e muito fofo!

      Excluir