terça-feira, 1 de julho de 2014

NOT TOO GOOD TO BE TRUE

Os Four Seasons nunca ficaram muito conhecidos no Brasil. Aposto que muita gente nem sabe que foram eles que lançaram "Can't Take My Eyes Off of You", um dos hits mais duradouros de todos os tempos, regravado zilhões de hoje e sempre tocado em festas de casamento (you're just to good to be true...). Talvez por isto "Jersey Boys" esteja passando meio batido por aqui. É a adaptação para o cinema de um musical da Broadway, dirigido por alguém que a gente não costuma associar a este tipo de filme: Clint Eastwood. Ao contrário de muitos críticos, nunca achei-o grande coisa como diretor, e aqui ele se revela uma escolha redondamente errada. Falta-lhe a viadagem necessária para dar aquele va-va-voom que todo musical precisa para realmente brilhar. Ou a malandragem de um Martin Scorsese, muito mais familiarizado com o ambiente italianado e mafioso de onde saíram os quatro rapazes do grupo. Pelo menos o elenco, quase todo vindo do teatro, segura a peteca e as notas mais altas. Pena que "Who Loves You", minha canção favorita, apareça durante exatos 40 segundos, e ainda por cima numa versão estridente demais (confira aqui a original em todo seu esplendor original).

7 comentários:

  1. Eu cresci ouvindo "Oh What a Night (December 1963)" do Frank Valli num disco do meu pai. Me ajudou a aprender inglês. What a very special time for me.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, e o povo pode não ligar o nome à pessoa, mas o tema do Grease também é do Frank Valli.

      Excluir
  2. Não sei quanto de "não viadagem" que ele tem.

    Ná época do Brokeback Mountain li vários artigos do Jake Gyllenhall (sp?) e dizem que o Clint - que era tipo padrinho do Jake - comeu o rapaz. Ou o rapaz comeu ele.

    Com que idade não falaram.

    Se é verdade também não sei.

    Mas que parece que é um padrinho parece que é. Se minha memória serve bem...

    The 5D Raver
    www.the5draver.info

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. TUA MEMÓRIA FOI CARCOMIDA PELOS VERMES QUE HABITAVAM O MICROONDAS, ESQUECEU? BOLAS DE FOGO TERMINARAM O SERVIÇO DE LOBOTOMIZAÇÃO ALIENÍGENA E ESSA MENSAGEM SE AUTODESTRUIRÁ NO SEU IP EM 10 SEGUNDOS.... 09...08... 07...

      Excluir
  3. Sim faltou a tal viadice da qual somos verdadeiros Liberaces [Candelabros, pianos de biscuit e cia.].... De qualquer modo existente e possível acho musicais chaaaaatoooos, eles me fazem perguntar porque diabos alguem abre tanto a boca pra cantar algo tão simples? Uma constatação: forçaria menos o diafragma se fosse cantado sem afetação

    ResponderExcluir
  4. Sendo tocada em casamentos, é interessante notar que a letra de 'Can't take my eyes off of you' foi feita pelo produtor [e compositor] do grupo ao observar seu namorado dormindo [talvez seminu] no sofá da sala.

    ResponderExcluir
  5. No meio do filme pensei: pera lá, há mais de 10 anos atrás o Tom Hanks já dirigiu esses mesmo filme: The Wonders. Mas depois fui adorando! Me pegou. Fiquei emocionado qdo entrou Can't take..., me lembrei de My eyes adored you que tocou no rádio minha infância inteira e sai do cine com vontade de correr pra Broadway.

    ResponderExcluir