domingo, 13 de julho de 2014

EMERGINDO DAS ÁGUAS

Minha primeira reação ao saber que o nadador australiano Ian Thorpe tinha saído do armário foi quase que de raiva. O cara chegou a processar jornalistas e artistas que, segundo ele, o "difamavam". Também jurou de pés juntos que era hétero em sua autobiografia, lançada há apenas dois anos. Mas claro que Thorpe merece aplausos por finalmente ter encontrado a coragem de ser quem é. Aposto como agora suas crises depressivas irão diminuir, e que seu caso sirva como exemplo inspirador para quem ainda sofre no escuro.

Em tempo: não, o Neuer não é gay. O lindo goleiro da seleção alemã anda dizendo por aí que os atletas gays devem se assumir. Mas, segundo consta, ele ainda joga no time dos HTs. Ou então vai ver que só está precisando de mais um tempo, como o Ian Thorpe. Tomara...

15 comentários:

  1. O Neuer é tão HT quanto o Piqué.
    Quédizê...

    ResponderExcluir
  2. "Beijo, Gianne! estamos te esperando aqui do lado de fora" - Pedro Bial

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHAHAHA MORRENDO

      Excluir
    2. Mallllllldooooosas! Hehhehehe.

      Excluir
  3. Resolveu não esperar uma revolução para ter um orgasmo. Sábia decisão.

    ResponderExcluir
  4. O drama da 'heteronormalidade' (ser hétero é o certo, ser homo, não) existe tanto aqui quanto num país jovem, moderno, multicultural e livre do fundamentalismo religioso quanto a Austrália.
    Existe um Didi Mocó dentro muitos que acha engraçado alguém ser gay apenas pelo fato de ser gay.
    Alguém já ouviu o programa Quem Não Faz Toma da rádio 89 de São Paulo?
    Incrível como a auto intitulada Rádio Rock permite esse comportamento por parte de seus locutores. O rock deveria ser o menos reacionário dos gêneros musicais.
    Procure ouvir o programa, Tony, acho que daria um post legal.

    ResponderExcluir
  5. Tony, e o Lukas Podolski? Meu gaydar apita horrores...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que seu gaydar esteja bem calibrado e certo rs.

      Excluir
  6. Olha, eu já disse (acho que neste blog, não tenho certeza...) que o meu gaydar é apurado. Reconheço um dos nossos até por fotografia, mesmo que essa não diga nada. Ricky Martin nunca me enganou. O jornalista Pedro Andrade da Globo News, quando o vi pela primeira vez na tv imediatamente meu gaydar apitou. Foi só fazer um Google para confirmar. E até a Chef Annie Burel (não sei se é assim que escreve), no primeiro dia do programa dela no DH & H eu saquei de cara.
    Hoje foi a primeira vez que meus olhos bateram no goleiro alemão e tive a mesma sensação dos outros... Agora me deparo com seu comentário Tony. Sei não hein meu gaydar é afiado, tô dizendo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eike sabida você!

      Excluir
    2. Gata descupa mas vc so falou de pintosas!

      Excluir
  7. Achei tão bonita a foto. Mas que cabeça pequena!

    ResponderExcluir
  8. Estava na Austrália (Sidney) quando vazaram as imagens dele fumando maconha e percebí o quanto esse cara (Ian Thorpe) é adorado por lá. Todos os jovens (a favor ou contra a maconha) falavam dele, era como se um Neymar aparecesse fumando unzinho, e depois me explicaram q ele é uma espécie de exemplo popular (sofreu muito na infância) para os jovens australianos. Eu imagino a "comoçao" dessa saida do armário por lá.

    ResponderExcluir
  9. mais um para a irmandade rosa. afff

    ResponderExcluir