terça-feira, 8 de julho de 2014

CONDENADA A SER MÃE

Eu adoro uma comédia maluca, e se tiver humor negro, melhor ainda. "Uma Juíza Sem Juízo" parecia cumprir todos os requisitos. Um dos maiores sucessos do ano passado na França, o filme conta a história de uma juíza durona que se descobre grávida e não sabe como. Há muita violência deliciosamente gratuita, com membros decepados, olhos vazados e porradas na cabeça. Também há uma edição frenética e um bom elenco - Sandrine Kiberlain, inlcusive, ganhou o César de melhor atriz, derrotando divas como Catherine Deneuve e Fanny Ardant. Mas alguma coisa não funcionou para mim. Não sei se foi a investigação policial que toma conta da segunda parte do filme, com desfecho mais do que previsível. Ou a escura projeção digital da sala onde eu estava, tem que ver isso aí. "Uma Juíza Sem Juízo" vai sair de cartaz em breve. Não fique triste se você perder: quase todas as piadas estão no trailer acima.

2 comentários:

  1. o trailer é otimo! ás vezes estas comedias nonsense e bobas servem para distrair e abrir a mente! na netflix tem montes delas!

    ResponderExcluir
  2. Menino vc tá terrível, rs rs rs rs ... O pessoal que trabalha com divulgação de filme deve ter treco quando vê poster de filme no post do dia por aqui, já devem pensar, meu Deus, é o Tony resenhando, lá vem bomba, valei-nos Jesus....

    ResponderExcluir