terça-feira, 10 de junho de 2014

A FERA DA PENHA

A boa notícia é que o cinema nacional está se diversificando. Não fazemos mais só comédias bobas ou "favela-movies". A não tão boa é que, apesar das tentativas, ainda não dominamos gêneros como o suspense. "O Lobo Atrás da Porta" ilustra bem este fenômeno. O filme é baseado no caso real que abalou o Brasil em 1960, o da "Fera da Penha". O roteiro trouxe a história para os dias de hoje, mas manteve o bairro carioca e muitos detalhes do crime original. Talvez por isto o espectador não tenha muitas dúvidas sobre o que aconteceu. O que é uma pena: o início tenso, quando os pais se dão conta de que a filha foi levada do colégio por uma outra mulher, é de se prender a respiração. Mas aí entra uma série de flashbacks que mostram tudo o que gente já sabe , e algumas cenas são simplesmente longas demais. Mas um elemento se sobrepõe a todos os demais: Leandra Leal, numa interpretação soberba e cheia de nuances. Essa moça é uma fera.

4 comentários:

  1. Leandra Leal é uma das melhores atrizes de sua geração. Desde A Ostra do Vento, quando fiquei estarrecido com sua atuação, presto atenção nela.

    ResponderExcluir
  2. amigo muita gente é jovem e nao mora em grandes capitais, entao nao conhece a historia, eu por exemplo tenho 35 anos e moro em santa rosa no rio grande e apenas ouvi falar dessa historia, tipo amante matou o filho do marido casado, mas nao sei detalhes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E é impressionante que, morando em outro estado [quase Argentina] e com 35 anos, tu tenha ouvido falar desse caso carioca de mais de meio século atrás. Eu sou do Rio e tenho idade para ser seu pai, mas só me lembro que, além da comoção gerada - eram tempos em que matar uma criança seria notícia rara -, a fera da Penha era horrorosa, com cara de cavalo e pele esburacada, a antiLeandra Leal.

      Excluir