domingo, 29 de junho de 2014

45 DO PRIMEIRO TEMPO

Agora virou moda questionar a importância de Stonewall. Historiadores americanos dizem que a famosa revolta dos frequentadores de um bar gay em Nova York, que resistiram à força a mais uma blitz da polícia, não pode ser considerada o marco zero do movimento LGBT. Antes dela já existiam militantes, organizações e revistas - tudo meio por baixo do pano, mas existiam. Para mim não importa: quem realmente causou impacto, no noticiário e na cultura, foram aquelas bichas corajosas cansadas de ir em cana. É por causa delas que 28 de junho é o Dia do Orgulho Gay, e por causa delas que surgiu a parada gay de Nova York, alma mater de todas as outras paradas do planeta. A revolta de Stonewall completou ontem 45 anos, e é realmente impressionante o que se conquistou desde então. Mais de 20 países já reconhecem o casamento entre pessoas do mesmo sexo, e um rolo compressor está passando pelos estados americanos que ainda não o permitiam. Mas toda ação gera uma reação. No Brasil, os evangélicos se unem em torno do pastor Everaldo para exigir, em troca de apoio no segundo turno, não só cargos federais como também políticas públicas contra os homossexuais e as mulheres. No mundo, a ONU - cuja assembleia-geral está sendo presidida por um homofóbico de Uganda - acaba de aprovar uma resolução que não reconhece as famílias formadas por gays como dignas de proteção. Só quero lembrar que, apesar das cores no topo do Empire State Building, a luta continua. Pra variar.

34 comentários:

  1. Infelizmente ainda existe muito preconceito, muita violência mesmo que seja na base da retalhação ou do desprezo e o pior, existe preconceito inclusive entre as pessoas que gostam de pessoas do mesmo sexo. Eu mesmo tive dificuldade por um bom tempo em aceitar a beleza dos gêneros, da feminilidade entre o masculino (o tratava como desequilíbrio)... Enfim... Todo mundo só quer ser feliz... E o mundo precisa aceitar e respeitar isso. ;)

    ResponderExcluir
  2. Adoro filmes de heróis como Homem Aranha, Capitão América, Thor, X-Men...Pessoas com aparência humana e com poderes de semideuses...Saio do cinema feliz da vida! Mas, os frequentadores de Stonewall, sim, é que são heróis dignos de nota. Enfrentam inimigos terríveis sem qualquer poder sobre-humano aparente, e conseguem transformar o mundo! Stonewall e seus heróis vivem em cada casal que anda de mãos dadas na Av. Paulista, em cada artista famoso que sai do armário, em cada voto no Jean Willys! Mas, nem todos nós somos heróis mesmo... Que bom que eles existem e que continuem lutando e inspirando!

    ResponderExcluir
  3. Acho que essa é uma luta constante que o movimento gay e o movimento contra o preconceito vai perdurar por muito tempo, ainda, campeão!

    Haja vista que as pessoas de nosso tempo ainda não aprenderam à respeitar o outro como ser humano, de fato.

    Legal teu texto, Meus parabéns!

    ResponderExcluir
  4. A ONU o q? Essa resolução é da ONU, com certeza?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siiiim.

      A resolução "Proteção da Família" foi aprovada na quinta-feira passada pelo Conselho de Direitos Humanos da ONU, com o apoio do Egito, da Rússia e de Uganda. Ela dá amparo legal à discriminação homofóbica.

      Mais detalhes aqui:

      http://www.towleroad.com/2014/06/lgbtq-families-dealt-at-the-united-nations.html

      Excluir
    2. Que absudo!!!! Essa historia deve ter algo de bem sorrateiro por tras...a maioria dos funcionarios da Onu sao gays. Estranho!!!!

      Excluir
    3. Mas não são os funcionários que votam no plenário. São os representantes dos quase 200 países que formam a ONU, muitos deles com legislação anti-gay.

      Excluir
  5. Tony, voce conhece a historia de Peter Wildeblood contada no filme A Very British Sex Scandal? Vale a pena assistir!
    É impressionante como temos tantos herois descohecidos pelas nossas bandas.

    ResponderExcluir
  6. O filme ja esta no youtube.

    ResponderExcluir
  7. Tony, voce ja ouviu falar do PrEP (profilaxia pre exposicao) e dos adeptos que estao liberando geral o bareback vestindo ate camisetas escrito "I #TruvadaWhores"?
    Ja tem ate miche colocando nos anuncios que é HIV neg mas por ser "PrEP" o bare esta liberado.
    Estamos voltando para os anos 70 onde a unica preocupaçao era gonorreia e sifilis?
    Queria ver um post seu sobre.
    Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu ainda não sei o suficiente sobre o Truvada para dar algum palpite. Vou me informar mais.

      Excluir
  8. O mio babbino caro
    "Vós, que surgireis da maré em que perecemos,

    lembrai-vos também, quando falardes das nossas fraquezas,

    lembrai-vos dos tempos sombrios de que pudestes escapar"

    P.S.
    APESAR?? das cores no topo do Empire State Building

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, as cores do Empire State ontem à noite celebravam o Dia do Orgulho Gay, e de fato há muito o que comemorar. MAS... a luta continua.

      Excluir
  9. Pelo menos houve o fato, ai de nos se não tivesse exisitido nada em tempo algum pra mobilizar o que a revolta de Stonewall mobilizou (discos, filmes, cronicas e sim, as famosas paradas de orgulho), 45 anos mas considero que nosso país estamos atrasados, parados no pouco que foi conquistado no final dos 1990 início dos 2000 e só.

    ResponderExcluir
  10. Empire State Building dando banho de dignidade será que algum dia veremos um prédio ou monumento-referencia com essas cores no Brasil, melhor que isso será que um dia seremos respeitados para que isso venha a acontecer? Fica a esperança.

    ResponderExcluir
  11. Movimento LGBT iniciado nos EUA? Jamais, Tony.

    O movimento LGBT começou na Alemanha, com o Comitê Científico-Humanitário (Wissenschaftlich-humanitäre Komitee, ou simplesmente WhK), fundado pelo médico Magnus Hirschfeld no ano de 1897, que tinha como objetivo discutir cientificamente a homossexualidade e defender a revogação de dispositivos legais que previssem a condenação da comunidade LGBT. Esse comitê é tido como a primeira organização LGBT da história.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Onde que eu disse que o movimento LGBT começou nos EUA?

      Disse que a importância de Stonewall como "marco zero"vem sendo questionada.

      De qualquer modo, foi a partir de Stonewall que os avanços começaram a acontecer para valer.

      Excluir
    2. João, o movimento de Hirschfeld tinha cunho científico (1897), visava desmistificar o termo homossexualismo e sua retida do rol dse doenças mentais, o que, infelizmente só aconteceu em 1973, nos EUA, e logo em seguida para demais nações, o movimento que muda a perpectiva comportamental foi mesmo o de Stonewall (1969) mais recorrente na memória pois aconteceu num contexto em que tudo estava sendo revisto e questionado (feministas, pílula, paz e amor, flower power, beatniks, ditadura no Brasil, guerra no Vietnã, queima de sutiãs em Paris etc etc etc), assim o final dos anos 1960 os gays tb ganharam sua causa em uma revolta contra o já estabelecido e sacramentado

      Excluir
  12. Eu também acho que a revolta de Stonewall não foi o primeiro movimento em busca de direitos civis. Entretanto, como você mesmo disse, isso não importa, pois foi com este movimento que houve um estopim maior e que depois desencadeou uma reação de mudanças positivas para nós. Então agradeço a quem participou dele e de todos os outros.
    Achei um absurdo esta aprovação pela ONU. Como pode uma organização global que faz propaganda pela não discriminação aprovar por meio de sua Comissão de "Direitos Humanos" uma desgraça desta?! É, avançamos um pouco, mas retrocedemos mais outro tanto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A ONU é como o Congresso brasileiro: tem de tudo lá dentro.

      Excluir
  13. Quando perdi meu primeiro pedido de refúgio no Canadá, fui para os EUA. Lá conheci Marcelo Tenório ( http://www.nytimes.com/1993/08/12/world/rio-journal-in-live-and-let-live-land-gay-people-are-slain.html ) e tudo mais...

    Todos aqueles que visitei para ver se seria uma boa pedir asilo nos EUA também, me passaram uma sensação de muito medo das "autoridades" americanas.

    Pareciam que não tinham o poder da VERDADE em si mesmos. Falavam que o Canadá era 10 anos mais avançados que os EUA. Que o Marcelo Tenório estava tendo o caso dele apelado pelo Governo... Que era melhor eu voltar.

    Eu achei eles meio fraquinhos como "lideranças" no meu caso. Muito medo do Tio Sam.

    Eu falava que se eu estivesse pela primeira vez cogitando pedir asilo, eu talvez consideraria a opinião deles. Mas tinha ACABADO DE PERDER meu caso no Canadá (esse artigo de jornal do NYT foi incluído como evidência), então não era assim tão bom não...

    Não senti firmeza da parte deles não.

    O Canadá é realmente muito melhor em termos de brigar pelos seus direitos.

    Voltei pro Canadá por vários motivos.

    Perdi meu caso pela segunda vez. Agora não só com dois casos ganhos na Austrália e USA - mas SEIS. Não importou. Perdi de novo.

    No final das contas, pelo último número que ouvi, mais de 100 homosexuais brasileiros ganharam asilo/refúgio pelo mundo afora.

    Para voce ver como eles não tinham nenhuma CERTEZA da vitória da VERDADE.

    Foi um conhecimento importante de ser vivenciado.

    Vi a verdadeira cara dos americanos.

    Por isso que aceitam tantas guerras calados.

    Tem muito medo do Tio Sam.

    The 5D Raver
    www.the5draver.info

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá, ok, mas onde fica stonewall e a passagem dos 45 anos desse fato que dão título ao post?? Meu, cê tah que tah, hein?? Tio Sam virou uma entidade agora que nem saci-pererê e curupira?? AFFão, dá me paciencia que não sou maracujina!!

      Excluir
    2. Tio Sam o que, sua doida? Abandonou o rehab da cracolandia, fato :'(

      Excluir
    3. Analfabetismo funcional é phoooooooda!

      http://pt.wikipedia.org/wiki/Analfabetismo_funcional


      The 5D Raver
      www.the5draver.info

      Excluir
    4. Xupadora Microorgânica2 de julho de 2014 14:24

      Analfabetismno funcional o TewHabooo, respeita a opinião dos outros POHAANNNNN

      Excluir
  14. Os homens de Stonewall merecem um monumento, sei lá devia ter um documentário com os remanescentes desse episódio em depoimentos contundentes, novas gerações TEM que saber que alguem abriu caminho para eles se expressarem como ocorre hoje.

    ResponderExcluir
  15. Considero Stonewall o marco inicial e ponto. Acho lindo EUA ter essa postura, principalmente por ser terreno perigoso, berço de mormons e evangelicos, isso só aumenta o mérito dessa gente que parte pra enfrentamentos, incita debates, vai pra cima, isso é DEMOCRACIA, entendo que lá se chamem GAY PRIDE PARADES, porque lá realmente há orgulho em pertencer a algo maior e ser defensor desse algo, no nosso país infelizmente não vejo dessa maneira, as paradas se carnavalizaram e só isso, essa suposta massa - 3 milhões de pessoas ou mais - não se mobiliza pra tirar ou colocar ninguem no legislativo, logo não tem um porquê de se chamar orgulho gay, tá mais pra chacota gay.

    ResponderExcluir
  16. Lindo! Lindo! Lindo! Cores do arco-íris no topo de um dos símbolos do poderio americano, uma massagem no ego gay? Claro que não! Lá todos são livres de fato e de direito. Enquanto isso no Brasil............... [grilos]..........................

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que livre de fato e de direito? Ta doida?

      É tudo truque!

      Na guerra do Iraq Eminem SUMIU do mapa!

      Ficou CALADINHA como a puta vendida que é.

      Madonna arregou depois do primeiro vídeo lançado.

      Outra idiota mercenária prepotente metida a espiritualizada.

      TODOS COVARDES.

      Os que falaram mal da guerra perderam empregos, foram perseguidos, eu mesmo fui "expulso" do Canada e queimado vivo com microondas aqui no Brasil.

      Leia sobre o Illuminati e vai ver que tudo é truque.

      TEATRO.

      O planeta vive de OLIGARQUIAS.

      The 5D Raver
      www.the5draver.info

      Excluir
    2. NOPHAAAAA!!! Tonha da Lua ne' q cê tá com razão, mesmo fia? Lembrei na hora que Madge abortou sem sentimentos de culpa o American Life que era fantástico e revolucionário por uma coisa bem tosca em chroma key com bandeirinhas tremulando tipo festa junina e que Eminem sumiu realmente, vc é doida mas aqui acolá enfia umas bolas dentro, VALEWWW

      Excluir
    3. Essas oligarquias seguem modelo brasileiro de coronelismo, concordo. Tâmo tudo f******* mas ainda não acho quje ETs *telepáticos* sejam solução, tá ok sua malukatts!!

      Excluir
    4. Suas definições as vezes ateh que fazem algum sentido, bem elaborado, se vc não fosse perturbado seria legal ler mais teus comentários, tipo ODEIO quando vc enche tudo com links de sites toscos e blogs de geek.... SOH MINHA HUMILDE OPINIÃO

      P.S.: não sou maçom, please evite palavras de baixo calão (putas vendida e afins)

      Excluir
    5. Se a Deborah 'Quer' que o Gregory 'Peque'2 de julho de 2014 14:22

      Na sua teoria de conspiração algumas coisas tem fundamento outras são descabidas, afinal quem é raiz de todo mal, maçons, illuminatis ou ambos?? Decida-se. Muito legal essa comparação de que tb lá [EUA] existe essa noção de cerceamento de informações, pão e circo, porque senão, né, fica parecendo que nosso Brasil é a lata de lixo universal.

      Excluir
    6. A cada 5 palavras PUTA VENDIDA, não eh vc mesmo DaLoooa q posta sem parar OS CONHECERÃO PELOS SEUS FRUTOS - Jesus?? Belo exemplo!! Soh sabe ofender, esses são frutos bons para consumo?? E a balela de uma era de amor telepático e oração para os ETs-seres de luz??

      Excluir