quarta-feira, 14 de maio de 2014

DESINSERIDOS

Hoje cedo soltei a seguinte gracinha no Facebook:

Sabe aquele comercial do PT em que pessoas que agora estão bem veem seus "fantasmas", de quando estavam mal? Deviam mostrar um gay machucado vendo o fantasma de um gay machucado. Para os gays o PT não fez nada.

Ganhei um monte de likes, mas também alguns desmentidos. Simpatizantes foram rápidos em me lembrar que as prefeituras controladas pelo partido gastam fortunas com paradas gays, que a Advocacia Geral da União sempre apoiou o casamento entre pessoas do mesmo sexo,  e que, por baixo dos panos, o governo federal já fez muita coisa para reduzir a violência homofóbica.

Mas aí é que mora parte do problema: por baixo dos panos! Cadê o discurso inequívoco de Dilma em prol da bicharada? Sei que ela é mulher educada e que pessoalmente é a favor dos direitos igualitários. Que já disse num "Roda Viva" em 2010 que era a favor da união civil, pois casamento seria restrito às religiões (o que não é verdade, pois existe o casamento civil). E que não é a única no PT, longe disso: Marta Suplicy e Maria do Rosário são só dois dos exemplos mais fulgurantes, mas existem muitos outros. Meno male.

Só que, na hora do vamovê, o PT jamais hesitou em rifar a causa LGBT em prol de algum ganho político. Não duvido que hoje a presidenta se arrependa de ter vetado o célebre kit anti-homofobia; além do mais, porque foi para conseguir o apoio dos fundamentalistas para salvar o Genoíno, que não adiantou de nada. E ela ainda soltou o infame "propaganda de opção sexual", uma barbaridade imperdoável para uma mulher educada.

Esse apoio envergonhado do PT aos gays me dá mais uma razão para votar na oposição em outubro. Em qual, não sei. Aécio já disse com todas as letras que apoia o casamento igualitário, mas o PSDB sempre se aliou aos piores pastores nas eleições presidenciais. Eduardo Campos aprovou leis anti-homofobia em Pernambuco, mas, depois de se declarar contra o aborto, para mim agora é uma incógnita. E Marina é evangélica...

Só sei que não sinto os gays mais inseridos na sociedade brasileira POR CAUSA do PT. Quero dizer com isto que esta inserção de fato existe, mas o partido pode se gabar bem pouco dela. Podia ter feito muito mais. E dito, com todas as letras.

ATUALIZAÇÃO: Para uma visão muito mais abrangente e informada do que a minha, recomendo a leitura deste artigo do Gunter Zibelli.

72 comentários:

  1. Querido me desculpe, mas cogitar votar em alguém que diz não conhecer ninguém que seja a favor do aborto e que ainda tem uma senhora criacionista como vice é inadmissível para um homem educado como você!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entre os piores, vou no menos pior, vou de Aécio e nem ligo se ele cheira, isso é preconceito, o mesmo que enfrentamos quando somos apontados na rua porque gostamos de dar nossos orifícios.

      Excluir
    2. Tá certo!...

      Excluir
    3. O fato do Aécio ser alcoólatra e adicto seria apenas um problema pessoal dele e não tenho nenhum preconceito em relação a isso, mas se ele quer ser presidente do Brasil, aí a coisa muda de figura. Alguém que não cuida bem de si mesmo não tem condições necessárias para cuidar de um país. Outra coisa, ser gay para mim não é um vício que atrapalha a minha vida e me impede de fazer qualquer coisa. Vício em drogas e álcool é uma doença e atrapalha o desempenho profissional de qualquer um. Preconceito (internalizado) é comparar sua condição sexual com uma doença.

      Excluir
    4. Quem disse que não conhece ninguém a favor do aborto?

      Excluir
    5. O Eduardo Campos, esquecendo que a própria mãe dele já se manifestou a favor da liberalização do aborto.

      Excluir
    6. Depende do contexto né? A favor do aborto acho que ninguém é. Acredito que aborto não é algo que ninguém quer ou torce para que aconteça. O direito da mulher ter orientação, escolha e condições dignas para decidir sobre o seu futuro é outra questão. É um assunto polêmico realmente.

      Excluir
    7. @Anonimo 15/05/14 10:02

      Se vc pensa que Lula não entornava enquanto Presidente, vc só pode ser ingênuo, talvez seja mais alcoolizado na vida pessoal que Aécio e que papo é esse que tem de ser modelo de virtude e modelo cristão p/ tocar as mudanças que o Brasil ainda não teve? Qualquer um, imbuído de boa vontade, é capaz, com vícios externos ou não, de fazer algo em qualquer função legislativa neste país, volto a dizer tudo se resume a preconceito.

      Excluir
    8. Discordo. Quem é fraco para vícios não é forte o suficiente para aguentar a pressão de um gabinete da presidência. Eu não desejo um presidente que pode ir parar num rehab no meio do mandato. E mais: Para mim Lula não é um modelo a ser seguido, muito pelo contrário.

      Excluir
    9. Sou mais Inteligente e Anônimo que vocÊ16 de maio de 2014 22:01

      E quantas vezes São Lula foi puxado de lugares públicos em brasília por seus assessores-malas, completamente embriagado, tendo de tomar decisões de gabinete na manhã seguinte à carraspana? Quem te garante que não teve rehab e detox de alcool naquela carcaça de 9 dedos movida a cachaça? Ah pára, pára, pára!! Quer pagar de lulette, ótimo, te dou um desconto, mas daí usar esse argumento p/ controlar vida privada de político, é um troço totalmente furado e sem fundamento, posso ser competente no que faço e vez ou outra tomar meu porre desde que não mate ninguém ou guie carro em via pública, sai dessa, meu, vc tá tenso de ver esse povo petista se fuder bem straight to your face, né não?

      Excluir
  2. As vezes tenho a impressão que o povo acha o PT o único partido adulto do país, o que se espera tudo, o que não pode falhar.. Porque não há 1% dessa cobrança nos demais partidos do país. Talvez porque não se espere nada dos demais partidos mesmo. E por não esperarem nada deles, jamais serão cobrados de nada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hmm, talvez seja porque o PT já está há 12 anos no poder?

      Excluir
    2. Penso idem e digo mais: sem alternancia de poder demais partidos jamais exercitarão a fase adulta na cobrança de direitos e deveres.

      Excluir
    3. Está há 12 anos no poder, tem a maior bancada de parlamentares e também a inegavelmente maior liderança política do país. Um guru em cuja defesa milhões de, digamos, pessoas se sentem obrigadas a dizer os maiores disparates pela internet. Acha pouco? Não, não é nada pouco. O problema é serem um Exército Brancaleone, cabeças medíocres com poucas exceções.

      Excluir
    4. Sério, Lula não me engana mais, Dilma tampouco, alguem tem que deter esses cegos pelo poder central, isso já não é mais um plano político, isso é uma ditadura velada e faz tempo.

      Excluir
  3. Já disse algumas coisas no Facebook que vou repetir aqui pra quem acha que o PT não fez nada por causas LGBT:
    Desde 89 o Lula defende casamento gay e seu governo foi o primeiro governo federal que tivemos a adotar políticas contra homofobia.
    As primeiras propostas para legalizar casamento gay no Congresso são do PT, a primeira, se mal me engano é de 95 e da Marta Suplicy. Houveram outras propostas mas que nunca foram pra frente no Senado e na Câmara. Essa conquista só veio parcialmente há pouco tempo por decisão do CNJ, órgão criado no primeiro mandato do Lula e cujos ministros foram eleitos por ele e pela Dilma.
    A Marta também permitiu já que funcionários gays da prefeitura pudessem estender benefícios a seus parceiros durante sua gestão na prefeitura de SP.
    A Maria do Rosário, ministra de Direitos Humanos nomeada pela Dilma a contragosto dos Bolsonaros da vida, é uma das mais atuantes pela aprovação do PL 122.
    O Lula já foi até duas vezes à ONU, em 2003 e 2004, pedir que que a homossexualidade fosse classificada e protegida como direito humano inalienável. Ele também criou o programa Brasil sem homofobia em 2004, o Núcleo de Direitos Humanos e Cidadania LGBT em 2007 e em 2008 organizou a 1ª Conferência Nacional LGBT, onde ele fez um baita discurso: https://www.youtube.com/watch?v=mZY0TFJOdnI
    O que acontece atualmente é que esses grupos fundamentalistas cresceram e estão elegendo um número muito grande de deputados. Saltaram de uns 30 e poucos no segundo mandato do Lula para quase 70 no mandato da Dilma e perigam aumentar para casa dos 100 nessa eleição. Eles são numerosos, organizados, sabem espernear e não tem o menor pudor para fazer chantagens. Nós não.
    Em toda votação na Câmara que envolva causas LGBT os pastores conclamam seu bando de zumbis pra ficar lá berrando e causando tumulto. Só vi ativismo semelhante da nossa parte quando o Feliciano assumiu a CDHM e nunca mais. O que aconteceu recentemente na votação do Plano Nacional de Educação é exemplo disso. Eles estavam impedindo a votação do PNE até conseguirem retirar a igualdade de gênero do projeto.
    Fora do PT só há parlamentares militando a favor de causas LGBT no PCdoB, PCB, PSOL, PSTU, PV e uns gatos pingados no PSB e SDD como a Erundina e o Domingos Dutra (ambos ex-PT), mas no PSB do Campos tb tem o Pastor Eurico, aliado de Feliciano e que quer ressuscitar aquela baboseira de projeto de cura gay.
    Temos que compreender melhor nosso sistema político. Mesmo que a Cher fosse a presidente, sem apoio no Legislativo ela não faria muita coisa. E a nossa realidade é essa: o Jean Wyllys ganhou míseros 13 mil votos na última eleição e só foi eleito porque o Chico Alencar de seu partido teve uma votação expressiva. Já o Feliciano foi eleito com mais de 200 mil votos, o Bolsonaro está em seu sexto mandato e por aí vai. São meia dúzia de gatos pingados militantes LGBT contra os 70 fundamentalistas lá dentro. Enquanto isso não mudar essa bancada religiosa vai continuar chantageando quem quer que esteja no comando do Executivo. Presidente sozinho não faz milagre.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OK, mas a presidente não precisava falar besteira... "Propaganda de opção sexual" é imperdoável.

      Excluir
    2. Nos EUA, a postura em parte discreta do Presidente Obama no apoio aos gays chegou a ser bastante criticada. Depois suas atitudes firmes e até mesmo elegantes - recebeu casais gays nos jantares formais na Casa Branca - foram consideradas uma peça fundamental para a considerável ampliação da aceitação dos homosexuais pela classe média conservadora, mas sensível às questões dos direitos humanos. O PT não pode fazer isso no Brasil, pois só dialoga com os segmentos mais pobres ou mais sectários da população, para quem a causa gay nem existe.

      Excluir
    3. O Obama fez pronunciamento oficial para parabenizar os atletas de basquete e futebol americano que saíram do armário, citando-os nominalmente. Ele também critica abertamente qualquer pessoa que faz manifestações homofóbicas. Isso para mim é se posicionar, algo que os presidentes do PT jamais fizeram.

      Excluir
    4. Meu filho, era para vocÊ apenas comentar e não escrever um texto maior que a matéria.

      Excluir
    5. Sou mais Inteligente e Anônimo que vocÊ16 de maio de 2014 21:55

      Huahahahah.... sarcástico, mas ótimo.

      Excluir
  4. O PT não fez nada pelos gays? Que eu saiba, o Lula foi o único presidente brasileiro que se declarou expressamente a favor do casamento gay em várias entrevistas (http://g1.globo.com/Noticias/Politica/0,,MUL764104-5601,00-LULA+DIZ+QUE+E+A+FAVOR+DO+CASAMENTO+GAY.html), antes mesmo do Obama fazer isso. E o governo do PT foi o primeiro a reconhecer as uniões gays para fins de imposto de renda (http://g1.globo.com/brasil/noticia/2010/07/gays-poderao-colocar-parceiro-como-dependente-no-imposto-de-renda.html) e para reconhecer a dependência econômica no caso dos servidores públicos federais. Concordo que a Dilma foi omissa nesse ponto (assim como o FHC), mas acho que isso se deve mais à conjuntura política atual (com o fortalecimento da bancada evangélica) e à necessidade de apoio político para governar. Mas será mesmo que se fosse outro partido no poder, os gays seriam melhores representados nos seus direitos? Duvido muito...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aí você tem um ponto. Os partidos brasileiros ainda não abraçaram a causa.

      Ou talvez seja uma coisa geracional. Dilma vem de uma geração de esquerdistas que desprezava os gays.

      Políticos da geração seguinte, não importa o matiz, costumam ser bem mais antenados com os LGBT.

      Excluir
    2. FHC sempre se manifestou fartamente favorável não só ao casamento gay como também sobre direitos igualitários numa época ainda mais dantesca que os dias atuais, e melhor ainda: sua sra. D. Ruth Cardoso era ainda mais ardorosa na causa, tá legal, meu bem?

      Excluir
    3. Esse é um ponto importante. O Sarney é um filho da puta, mas não é possivel cobrar de sua presidência uma ação positiva nesse quesito, pois naquele momento era prioridade marginal. Idem Getúlio Vargas. Bem diferente do rolo compressor ou até mesmo da bola de neve dos tempos recentes
      Com formações culturais invejáveis e interesse nas causas sociais, FHC e Ruth trataram do tema dentro das possibilidades de sua época.

      Excluir
    4. O dia que Lula/Dilma ou FHC/Aécio tiverem a coragem de criticar publicamente os ataques homofóbicos de pessoas como Silas Malafaia, Jair Bolsonaro, Mirian Rios, Feliciano, etc aí vocês podem compará-los com o Obama, ok? O presidente americano se posiciona em todos os casos e critica todos os homofóbico. O PT além de não criticar permitiu que o Feliciano, homofóbico, machista e racista assumisse a CDH. O PSDB conta com apoio de Malafaia em suas candidaturas.

      Excluir
    5. Políticos TEM DE SER... POLíTICOS!! Esperar demais que venham a público e firam este ou aquele eleitorado (evanjas, negros, mulheres, idosos, gays, trans, aliens), mas claro que eles tem suas convicções pessoais, problema é quando se deixam levar pelas conveniências de bastidor ou rachão de ministérios, coisa que Dilma e Lula sempre praticaram à exaustão, lamento mas é só a verdade, oposição ao que aí está não é perfeita, mas PT não dá mais!

      Excluir
    6. E por acaso o Obama não é um político?

      Excluir
    7. Sou mais Inteligente e Anônimo que vocÊ16 de maio de 2014 21:54

      Sim mas ele vive num país realmente democrático não numa pátria de bananas que se diz democrática, mas que tem outdoors do Malafaia em cada esquina pregando ódio e ninguém faz p**** nenhuma p/ afrontá-lo de igual p/ igual, nem empresários gays nem fucking celebridades gays e o escambau. Obama é presidente da nação que o Brasil quer ser quando crescer, com gente escolarizada e que, mesmo morando em desertos tão inóspitos como a nossa caatinga brasileira, tem brio, honra, amor às convicções, a começar pelo tipo de colonização que tiveram, não dá pra pensar em Obama presidente de um país como o Brasil, por exemplo, no máximo, ele seria aqui um juiz tal qual Joaquim Barbosa ou um professor-doutor de universidade, sorry por destruir teu sonho encantado. Este Brasil é para os fortes, no place for sensitive ones.

      Excluir
  5. E Dilma, no dia da Parada de SP, twittou e soltou no face posts contrs a homofobia. Com todas as letras. Babysteps, mas sempre pra frente. .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alguém se diz a favor da homofobia? Até o Bolsonaro diz que não é homofóbico, Quero ver comprar briga, AQuero ver não trair os gays quando o calo apertar.

      Excluir
    2. Fez isso porque é 2014 ano de copa e eleição, helloooooo!!!

      Excluir
  6. Gente política dá um nó na cabeça. Pensei em votar no Eduardo Campos, mas mesmo tendo votado em Marina na eleição passada, ela sendo evangélica fico com o pé atrás.
    E esses últimos comentários a favor do PT. Não queria o PT no poder de novo, acho que um partido não deve ficar tanto no poder, mas considerando os outros dos males o menor. Acho que vou de PT. A não ser que o Tony não tenha medo e diga em quem ele votará e o por que para eu ponderar mais. E se formos analisar, "nunca na história desse país" crimes homofóbicos foram tão divulgados e penalizados (mesmo que a pena seja por agressão).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá sendo tão divulgado é por causa da existência das redes sociais,que não existiam até 2002.

      Excluir
    2. É isso aí: redes sociais e revolta de quase todos contra o esculacho geral do governo PT, que dá o tom de falta de seriedade que massacra o país.
      Anônimo das 21.23, eu não tenho procuração nem autorização do blogueiro, mas asseguro: Tony vai votar no Aécio, pois ele [Tony] é, além de inteligente e com boa formação, um cara sério e consequente, que pensa nas bichas e no Brasil como um todo.

      Excluir
    3. Eu ainda não sei em quem vou votar. Só sei que não vou votar em Dilma (ou em Lula), porque acho que 12 anos de um mesmo partido na presidência são mais do que suficientes. 16 já começa a parecer ditadura.

      Excluir
    4. Nunca antes na história desse país tivemos tantos crimes homofóbicos, a lista é imensa e mesmo assim mais um mandato está acabando sem que uma Lei Anti -Homofobia seja aprovada

      Excluir
    5. Sim, o segundo mandato consecutivo do todo-santo PT e as bee esperando a capital do Brasil criminalizar homofobia, algo tão simples em outros países que já o fizeram há 15 ou 10 anos atrás.... Por que PT quer mais tempo no poder? Pra manter o sapo-faraó Sarney entronado e enraizado dentro do governo mais do que já está? Pra barganhar que o asqueroso-tudo-de-ruim do Collor continue puxando o focinho daquela gente humilde que vontade de chorar das Alagoas? Parece que sim, né?

      Excluir
  7. Lembro-me quando ela disse que o governo não faria PROPAGANDA DE OPÇÃO SEXUAL, sendo que aquilo era tudo menos isso, se campanhas como aquela já tivessem sido implantas eu e um monte de outros jovens, talvez, não tivéssemos passado por todas torturas que os não heterossexuais sofrem. Aquilo marcou-me tanto: Adolescente, tendo crise de sexualidade,sofrendo bullying na escola, uma família evangélica homofóbica(sinÔnimos?) e uma presidenta que fez o desfavor de piorar tudo. Em Dilma não voto nem sobre tortura, tomei trauma daquele ser!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fique tranquilo que não é só você com Trauma de Dilma. Parece que 43% por cento dos votantes também sofrem desse mal [ ou bem?], ainda que por razões diversas.

      Excluir
    2. Dilma parece se importar tanto com problemas sociais do país quanto um robô! Esse pessoal loteia cargos e ministérios, vive de mentiras e factoides e ainda quer que o povo que paga mais impostos no mundo deixe eles lá mais 4 anos? Deixa ver se entendi, somos todos idiotas, é isso?

      Excluir
  8. Sinto que tem alguém usando esse discurso de "A CAUSA GLBT" com intenção de entrar na política... Tudo agora é motivo para vitimizar a "causa GLBT"... Quem veio antes do PT fez alguma coisa pela "causa GLBT"?
    Discursinho que já está ficando manjando, ainda mais vindo de um cara educado como você.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deus me livre e guarde de concorrer a algum cargo eletivo.

      Faço política aqui no blog. Não tenho estômago para pedir votos e fazer conchavos.

      Excluir
    2. Ó anônimo, quem você queria ver abraçado à causa gay? Wenceslau Braz? Epitácio Pessoa? D. Pedro II ou I? Nem o coitado do Itamar recente, mas envolto em brumas.

      Excluir
  9. As coligações espúreas sujam todo o cojunto da obra petista, trazer gente do mal como Bolsonaros e Felicianos debaixo da aba do chapéu é o fim, amigues petralhas, deeply sorry.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tens toda razão: o conjunto da obra petista tá sujo mesmo.

      Excluir
  10. Hoje a vanguarda lgbt esta com o Psol, mas de que adianta ? Bibas phynas acabam votando na direita conservadora.

    ResponderExcluir
  11. Vendo esses comentários de petistas fico pensando que não radicalismo é tudo igual, não importa se é um fanático religioso ou militantes do PT.
    Gente radical tenta achar motivos pra justificar o injustificável... os fanáticos (tanto religiosos, quanto esse pessoal de esquerda) distorcem a verdade!

    ResponderExcluir
  12. Não vou com a cara da nova ministra dos Direitos Humanos, a Ideli Salvatti, porém em seu discurso na parada, ela tocou em um tema que eu sempre me questionei: se a parada gay coloca mais de um milhão de pessoas na rua, kd esses mais de 1 milhão de votos? o movimento lgbt tem pouco lastro na política institucional, diferente dos evangélicos...a Argentina ja deu passos largos a frente do Brasil neste tema, mas n vamos esquecer que la o partido da Kirchner tinha o domínio da casa e um movimento gay mto bem organizado por trás fazendo o jogo politico necessário para aprovar os projetos. Aqui ainda temos que entrar nesse jogo de xiitismo politico que n leva a lugar algum...e os evangélicos dominando e travando nossas pautas...até quando?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ideli tem razão. Gays e similares correm para dançar na parada, mas o grau de despolitização ainda é assustador (se bem que vem diminuindo).

      Excluir
  13. "Marina é evangélica...", ou seja: nunca, de forma alguma, jamais. Lugar de crente é em suas respectivas igrejas, legislar em nome de D'us é um absurdo e nada pode ser pior para a causa gay.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Antes de ser evangélica, Marina já era política. Não querendo a defender, mas desde quando alguém que tem religião não pode ser político? Existem políticos católico, espíritas e umbandistas e não vejo ninguém criticando e mandando cuidar da religião deles. Ela não é pastora, ela apenas tem uma religião. E também separa muito bem política e religião, as pessoas que trazem a religião dela pra política por puro preconceito.

      Excluir
    2. Mas abominar gays está no DNA de qualquer evanja, tipo o que Hitler sentia pelos judeus, tá ligado ou quer que desenhe? Nenhuma outra religião usa termos como ditadura gayzista e formula teorias conspiratórias tão absurdas quanto igrejinhas evanjas, fato. Já disseram até que fazemos lavagem cerebral em crianças através das novelas da Globo que, segundo eles, "Satanás exigiu dessa emissora" que colocasse sempre um homossexual em todas as suas tramas desde 2010 aos dias atuais, dá pra dormir sabendo que alguem nos odeia tanto a ponto de criar teorias e fazer lavagem cerebral para que pessoas desequilibradas venham a nos matar à luz do dia? NÃÃÕOOOOO!!

      Excluir
    3. Evangélico e homofóbico são sinônimos!

      Excluir
    4. Isso é preconceito. Existem homofóbicos em todas as religiões, inclusive ateus. Nem todo evangélico é homofóbico. Não nivele todos por Silas Malafaia. Marina está na política a décadas e nunca soube-se que ela usou algum mandato ou cargo para favorecer as Igrejas ou prejudicar os LGBTs. A diretoria da Rede é composta por uma maioria simpatizante, gays e moderninhos. A maioria ali apóia união civil, liberação da maconha e todas as demandas liberais. Marina politicamente está alinhada com a base de seu partido e não com a Igreja dela, tanto que Malafaia e Feliciano a criticam publicamente. Ela não precisa fingir que é crente para agradar os irmãos, quem faz isso é justamente quem não é crente. Não confunda Marina com deputados pastores. Eles estão ali para legislar para em favor das próprias Igrejas. A bandeira da Marina é bem outra e todas sabem. Vamos abrir nossas mentes para não sermos os Malafaias, Felicianos e Bolsonaros do lado de cá.

      Excluir
  14. Nada mais divertido em ver "aszelites" esperneando em ano eleitoral!, se vc Tony, pudesse se enxergar, iria morrer de rir!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Posso me enxergar sim e morro de rir, mas por outras razões.

      Excluir
    2. Ai tchitchia entao conta pra nois o motivo de tanta risadaria vai...

      Excluir
    3. O que me enoja nessa seita chamada PT são esses anonimos que vivem as custas das 'zelites' mas não movem um centímetro pra transformar suas vidinhas verminosas.... Parasitas!!

      Excluir
  15. eu prefiro acreditar que o "propaganda de preferência sexual" foi um lapso. Algo que ela disse sem pensar ou ser assessora. Ela é realmente muito bem educada pra soltar uma dessas.

    O Executivo tem feito sim muitas ações pontuais em prol dos gays. O nosso maior problema se chama Legislativistão. E aí a politicalha entra em cena e a Dilma tem que pesar se vale a pena comprar essa briga ou não.
    Sem querer soar pró-PT ou anti-PSDB (porque no fundo, não sou exatamente nem um, nem outro), mas o que FHC fez no âmbito do executivo nos 8 anos dele de presidência?

    Já falei e repito. Dilma é a presidente do possível. Não é a presidente do ideal. E repito o que foi dito acima. A gente nunca fez essa lista de cobranças com o FHC.
    E pr algum newbie que venha me responder: não votarei pra presidente PELA 2X CONSECUTIVA este ano.

    ResponderExcluir
  16. O PT está 12 anos no poder porque foi escolhido democraticamente pela maioria do povo brasileiro. Julgar um governo por falta de avanços da causa LGBT acho pouco demais.Concordo com um comentário lá do link que foi postado: eleitores votam por simpatia/antipatia por determinado político e não em programas. Mesmo se a Dilma tivesse feito esse "muito mais" muitos aqui não votariam nela. PS: Só votarei nela se tiver segundo turno.

    ResponderExcluir
  17. O Brasil precisa de um choque liberal, isso sim.

    Vcs viram o terminal 3 de Guarulhos? Construído em DEZOITO meses. Isso sim é a força da iniciativa privada.

    Mas esse choque liberal não precisa ser 100% liberalizante. O Estado pode ter participações. E é isso que foi feito, aliás, com os aeroportos sob concessão.

    Um beijo pra tod@s

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi isso que possibilitou a FHC entregar um país possível para o tal de Lula, mas a propaganda petista é tão assustadoramente mentirosa que convertem todos os feitos alheios em feitos da estrela da morte, a estrela do PT, VERMELHA com o sangue dos trabalhadores da classe média que bancam os miseráveis e suas bolsas.

      Quando conseguir linhas telefonicas era um embuste, FHC privatizou a droga da telebrás e celulares correram solto pelo Brasil. Esse e outros choques liberalizantes talvez não nos deixassem tão desanimados como estamos hoje às vias de receber uma copa, mas sem nenhuma alegria sincera na sua realização ao custo de nossos impostos em detrimento dos serviços que não temos!

      Excluir
  18. O mio babbino caro
    A direita está no poder há 500 anos, e quem há de negar!

    ResponderExcluir
  19. Queria que esse povo do PSOL e do PSTU fosse todo embarcado num 777-3W para os Estados Unidos da América para sentir um arzinho de liberdade. É a melhor conversão ideológica que existe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHA Filho, essa gente conhece muito bem os EUA, vão de férias, vão em viagens pagas pelo Estado, eles querem é isso, curtir o bom lá e aqui obrigar os outros a viverem como em Cuba.

      Excluir
  20. Vai nessa de votar na Marina... pastor vai virar presidente do congresso. Aí f&%#$ geral

    ResponderExcluir
  21. Tony, não me censure!
    Meus votos:

    Deputada estadual - Fabiula mansur - psb ( médica, aliada LGBT e é lésbica) * atualmente é Vereadora.

    governadora - Lídice da Mata- - psb ( aliada da causa gay)*Atualmente Senadora

    senadora- Eliana Calmon psb (jurista baiana, sendo a primeira mulher a compor o Superior Tribunal de Justiça)

    Vereadora =Vânia Galvão- pt - Aliada da causa gay * Atualmente vereadora
    Deputado Federal = Indefinido
    Presidente = indefinido

    ResponderExcluir
  22. A verdade é que nenhum partido vai assumir-se friendly EVAH aqui na pátria hipócrita brasilis enquanto estivermos sobre o mando da ignorância e dos parcos-porcos investimentos em educação, primeiro se enxerga a luz para depois se escolher melhor os representantes do legislativo. Governo nenhum desse estado de coisas corruPTas quer essa mudança, povo ignorante é melhor p/ o projeto particular deles, e, quanto mais ignorante o povo tb mais homofóbico, os gays que se ferrem é assim que eles raciocinam.

    ResponderExcluir
  23. Dia Internacional contra a Homofobia: Sou PSB e sou contra a homofobia: http://www.psb40.org.br/not_det.asp?det=5419

    ResponderExcluir