segunda-feira, 28 de abril de 2014

YES, NÓS TEMOS BANANAS

Achei incrível a reação do jogador Daniel Alves, que apanho do chão e comeu a banana que algum torcedor racista lhe atirou durante a partida Barcelona e Villareal deste domingo. Também achei incrível a campanha espontânea que surgiu logo depois, com diversas celebridades postando fotos de si mesmas comendo bananas. E daí que a do Neymar foi sugestão de uma agência de propaganda? Claro que há uma dose de cinismo e autopromoção, assim como houve quando Valesca Popozuda aderiu totalmente nua ao hashtag #EuNãoMereçoSerEstuprada. Mas a importância da mensagem é tão grande que ofusca essas tentativas de marketing pessoal, assim como engrandece o confortável "ativismo de poltrona". Estou de tão bom humor hoje que achei incrível até mesmo a postagem de Gretchen em sua página no Facebook. Sim, dá para fazer uma ligeira crítica à cantora: o Richarlysson jamais saiu do armário, portanto uma campanha #SomosTodosViados seria à sua revelia (e um cara que não se assume não merece ser defendido, creio eu). Ela também está exagerando um pouco: tivemos o caso do Michael, aquele jogador de vôlei que sofreu bullying homofóbico, e que logo em seguida foi adotado pela torcida de seu time, o Vôlei Futuro. Mas, gentem, a ideia partiu da Gretchen (ou pelo menos ela a encampou - já estão dizendo que ela "kibou") - a mesma Gretchen que bateu na filha quando soube que esta era lésbica. É uma trajetória admirável e que me dá um pouco de esperança na humanidade. E vontade de comer banana.

ATUALIZAÇÃO: Estão me dizendo que o perfil da Gretchen no Feice é fake. Não tenho certeza e nem importa, porque a postagem foi mesmo kibada: a autoria é de uma moça chamada Fer Santana. O que não invalida boa parte do meu post!

23 comentários:

  1. E quando eu falei que a reação do jogador a um insulto racista aqui, neste mesmo blog, é o que realmente dita a força do insulto, eu recebi bananas..
    Tá aí a prova. Daniel Alves mandou um beijinho no ombro pra quem jogou bananas pra ele LYMDA.
    Richarlysson até poderia fazer o mesmo, mas aí depende da auto-aceitação (e não menos da auto-estima) dele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. https://24.media.tumblr.com/262f023c1091a63763258465dad33b67/tumblr_mxo59bJRXW1rp25b8o1_400.gif

      Excluir
    2. Deixa eu ver se entendi bem. O cara só se aceita quando assume?

      Excluir
    3. Acho que é exatamente o contrário: o cara só assume quando se aceita.

      Excluir
  2. A atitude do Dani Alves foi fantástica, mas o Neymar simplifica demais o debate do racismo. Somos todos macacos? Não, não sou macaco. Sou negro e mereço a mesma dignidade que qualquer outro ser humano. Dizer "somos todos macacos" é ofensivo demais e um branco que diz isso jamais sentirá na pele como marca esse xingamento.
    Li esse post na internet e explica bem a situação: http://negrobelchior.cartacapital.com.br/2014/04/28/contra-o-racismo-nada-de-bananas-por-favor/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas quando convêm a parte da esquerda, somos todos pinheirinho, somos todas vadias, somos todos amarildo, somos todos guarani etc etc. Meio hipócrita, não?

      Excluir
    2. Para os darwinistas -- e suponho que por esse blog não circule nenhum creacionista --, somos todos descendentes dos macacos. E o sentido negativo das palavras e expressões pode sim ser enterrado. Se você me chamar de chato, eu jamais pensarei no bichinho dos culhões. E mulata e mulato, hoje referenciados a beleza, sensualidade e alto ibope, são palavras que têm como grosseira origem 'mula', pelo cruzamento de duas coisas diferentes. Mas, é claro, é preciso força de espírito para enfrentar o negativo e se tornar positivo.
      Tony, quando você diz que os viados enrustidos não merecem sua consideração, está se alinhando com Lula e Dirceu no desgraçado pensar para eleitores e aliados todas as verbas da Petrobras, da Petros, da Caixa, do BB... e para os opositores e seus apoiadores o deboche. Já cantava a grande Nacha Guevara 'Para ser dama de beneficiencia/ Hay que tener mucha prudencia/ Yo tuve de borrar de mi lista/ Una pobre que amava un comunista... '.

      Excluir
    3. Me conta em que lugar do mundo mulato é sinônimo de beleza, sensualidade e alto ibope, estou curiosissimo!

      Excluir
    4. Talvez você seja curitibano - em uma festa em Curitiba, uma empresária falava do condomínio que construía e disse vender as casas até para viados, mas não para negros, o que desvalorizaria o empreendimento, e todos os presentes riram de forma afirmativa -. Ou mesmo paulista, que valoriza os tipos claros de seus imigrantes europeus. Eu sou carioca, e já li Jorge Amado.

      Excluir
    5. Mas a raça negra tb é bonita, temos e negras muito bonitos no Brasil, vale salientar que o primeiro sucesso de JEC na Globo foi a primeira trama na emissora sobre romance interracial - Da Cor do Pecado - antes dessa só a extinta Manchete tinha tido colhões para apostar em tramas com negro protagonista (no caso Xica da Silva).

      Excluir
    6. Acho Neymar o retrato de muito moleque que vejo em sala de aula: um asshole mas não o brioco e sim um imbecil mesmo, ele não sabe de nada que não seja massificado em rede social, nunca deve ter lido um livro na vida e se acha a cereja do sundae em termos de sedução e postagens de selfie, argh! Dani Alves ganhou meu respeito pois antes desse episodio achava ele tão cretino, oportunista e midiático como Neymar, mas sim, se identificar como macaco não basta, quem é negro sente na pele que ser macaco 24h para a sociedade não tem graça nenhuma e ainda tem o ranço pejorativo da coisa.

      Excluir
    7. Puts, ainda temos que ficar martelando sempre na mesma tecla: não somos descendentes dos macacos, nós seres humanos temos o mesmo ancestral que eles. E se diz "criacionismo", que vêm da "criação".

      Excluir
  3. Esse Gretchen é um LM colega meu, tony!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa só resta saber se é LM de Lésbica Masculina ou LM de Little Monster, kkkkkkkkkkkkkk.... Esse mundo tah doido e eu quero descer....

      Excluir
  4. Já fui apresentado a Richarlysson por amigos em comum, muito simpático ele. Obviamente que é uma questão pessoal, mas torcia pra que ele tivesse assumido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se assumir negro? Porque viado todo mundo tá careca de saber.

      Excluir
    2. Mas ELE não tem coragem de assumir e nega. Tenho dificuldades em respeitar esse comportamento.

      Excluir
    3. Kelly Roulla, Corinthiana Ensandecida2 de maio de 2014 02:26

      Assumir-se no esporte? Pior de todos os pesadelos: assumir-se no futebol? Vcs soh podem tá de brinks! Amorecos o Sheik foi defenestrado do Corinthians depois de uma crise iniciada pela postagem de um mísero selinho, ok? Lá o bagulho ferve, torcidas descem cacete mesmo e povo não tem educação estamos no Brasil, lembraram, agora?

      Excluir
  5. Justamente, porque os famosos nao seguiram as campanhas "somostodosclaudia" "somostodospinheirinho" e outras que se tornaram bem conhecidas e são tao dignas quanto a causa contra o racismo?? ah é, o Neymar nao se sentiu atingido por essas, logo nao valia a pena chamar os "migos" famosos pra viralizar ^^

    ResponderExcluir
  6. Lembrando que o Neymar quando morava aqui nunca levantou bandeira, pelo contrário: disse no Faustão que não era negro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ronaldo Fenômeno anos antes, a mesma coisa... e tb no Faustão.

      Excluir
  7. É um que o gay tem que fazer tambem numa cena de homofobia, ficar mais gay ainda! Se me chamarem de viado vou ajoelhar e chupar uma rola!
    BTW, se o Daniel Alves comeu daquele jeito a banana, imagino ele comendo um coo.

    ResponderExcluir
  8. O mio babbino caro
    Sem muita teoria sociológica ou antropológica, afirmo dizer, que com esse biotipo. Aqui no Brasil esse cara nunca se achou "preto". Mero choque de realidade. O Brasil não é para iniciantes!

    ResponderExcluir