segunda-feira, 7 de abril de 2014

SERGIO K.FONA

A linha de camisetas para a Copa lançada pela marca Sergio K. já seria de uma escrotidão sem tamanho se não fosse homofóbica. Frases pseudo-malandras como "Zidane is Over" ou "Messi Cabrón" ilustram perfeitamente aquela típica cafajestagem brasileira que acha engraçado tratar mal os turistas. Para quê irritar quem viajou até aqui para gastar dinheiro com nossos hotéis e restaurantes? Para que não voltem nunca mais?

Mas a burrice vai além. Também fazem parte da coleção os modelitos que enfeiam este post e incitam o preconceito. No Brasil de 2014 não pode mais ser ofensa chamar alguém de gay. Sem dizer que a Sergio K. repele boa parte de seu público em potencial - ou vai dizer que eles não estão interessados no dim-dim dos homossexuais? Deixe seu protesto na fanpage da marca (já apagaram o meu, mas vamos insistir). E nunca mais compre nada desses cafonas.

51 comentários:

  1. Sem contar que as campanhas são fotografadas por aquele fotógrafo ~renomado~ com várias acusações de estupro.

    ResponderExcluir
  2. Já encheu o saco essa mania de ficar chamando argentino de "maricón". Parece até recalque.

    ResponderExcluir
  3. Ridículo mesmo, melhor é pegar estas camisetas e fazer de pano de chão!!!!!

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. TAVA OSCAR FREIRE ...E PAREI NA VITRINE DESSA LOJA... FIQUEI TAO PASSADO...SEM ENTENDER O PORQUE DAQUILO...TAVA A DO MARADONA.
    SERIO...!!!!!
    SENTI UMA VERGONHA DANADA E TRISTEZA...

    ResponderExcluir
  6. Para esses empresários que se dizem sem preconceitos,vocês gays são apenas uma conta bancária.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que nem isso. Conta bancária se trata com respeito. Se eles lembrassem que podem perder dinheiro com burradas como esta, pensariam duas vezes antes de cometê-las.

      Excluir
  7. Concordo. Deram realmente um tiro no pé

    ResponderExcluir
  8. Sérgio toda K.Gada http://o.aolcdn.com/photo-hub/9F1459D82A69C3729B43AF113B06AE6FF66C0F8F/BSpearsSEXY070110_01_LR1.jpg

    ResponderExcluir
  9. Shirley Rose (Petista Convicta)8 de abril de 2014 00:07

    Isso tudo é coisa de tucano!! Meu partido respeita a comunidade LGBT!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CALOR NA BAKURINHA8 de abril de 2014 00:46

      Magiiinaaaaa.... Tucanos são relax miguxa corruPTa, rola gay sex e tudo mais que tem nas melhores famílias/festas petralhas, vai por mim q vc tah out-of-date.............................................

      Excluir
  10. Nunca usei, nunca usarei.

    ResponderExcluir
  11. CALOR NA BAKURINHA8 de abril de 2014 00:43

    Devo confessar q a do cris ronald is gay eu gostei - soou como cris ronaldo eh elegre, feliz, diboa -, as outras só muita carga d preconceito gratuito............

    ResponderExcluir
  12. Shirley Rose (Petista Convicta)8 de abril de 2014 01:40

    O que é mais brega que isso???? Pacote pra Orlando ou a camiseta?
    KKKKK

    Brincadeira, gnt. É graças ao meu partido que o Brasil vai cada vez mais aos EUA; é RENDA!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo! Graças ao seu partido, continuamos a ter tantos ou até mais impostos que temos que ir até Miami para comprar qualquer coisa decente por um preço decente.

      Excluir
  13. fora que o proprio sergio k e nojento pacas....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso que eu achei mais curioso na história, eu achava que esse Sérgio K. era uma bichona como eu! rsrs

      Excluir
  14. Façam uma nova linha de t-shirts:

    Sergio K. fona (é ótima!)
    Sergio mari K. ona
    Sergio K.mágoa
    Sergio re K. alque.

    Muitas inspirações...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quero uma para mim!!!

      Excluir
    2. Onde vende? Eu quero djá! E várias.

      Excluir
  15. Sem querer ser o advogado do diabo (mas já sendo), o insulto nessas camisetas não está na cabeça do ofendido? CR e afins só se sentirão ofendidos se "gay" PARA ELES for um insulto. Você mesmo, Tony, tem a política de usar "viadagem" sempre que possível para tirar a carga pejorativa da palavra. Quem dá o valor às palavras somos nós. Sergio Falil pode até ter querido ofender as pessoas nas camisas, mas se elas mandarem beijinho no ombro pra ele, a vida segue.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As camisetas fazem parte de uma coleção. As outras duas dizem "Messi cabrón"e "Zidane is Over". Ou seja, sempre num contexto de insultos. Ser chamado de gay foi usado como insulto.

      Ou melhor, faziam, já que a coleção sumiu do site da marca.

      Excluir
    2. Sim. O conceito é mexer com os brios dos caras. Mas se eles se garantem, isso não devia aborrecê-los. Seja "cabrón" ou "over" (o que o Zidane está mesmo e faz comercial em cima disso)

      Excluir
    3. O problema não são os jogadores. O problema é achar que ser gay é defeito.

      Excluir
    4. Mas isso tá na cabeça do leitor da frase, ou do Cristiano Ronaldo. (e sim, na maioria das pessoas ainda).

      Excluir
    5. Daniel, não se faça de bobo, porque você não é. Claro que a frase solta não é boa nem má. O problema é que ela faz parte de uma COLEÇÃO de insultos. Sergio K. acha que ser gay é algo ruim, uma vergonha, um defeito terrível.

      Excluir
    6. Mas é sempre bom que isso aconteça, porque revela quem é quem.
      O Marcelo Sebá, por exemplo, já saiu berrando que foi ele quem fez a campanha e nomeando todo mundo de recalcado.
      Claro que ele não ia fazer uma reflexão moderada sobre o ganha pão dele.
      Reconhecer (se for o caso, claro) que a piada foi sem graça, nem pensar.
      O que importa é se vitimizar.
      Porque quem sabe não renda ainda uns belos trocados.
      O que acabou sendo a grande novidade nisso tudo foi a truculência (escrita) dos envolvidos.
      Desesperados, só faltaram xingar todo mundo de bicha.
      OH WAIT.

      Excluir
    7. Não estou sendo bobo. É uma coleção de insultos sim, mas só mexe com os brios de quem se sentir ofendido por ela. Basta não se sentir.
      Claro que ele deixou brasileiros propositadamente de fora para evitar processos fáceis (Que tal uma Ronaldo curte travas?). Processar alguém no Brasil por uma coleção razoavelmente desconhecida lá fora beira o não valer a pena. Mas claro que ele está correndo um bom risco.

      Isso parece aquela discussão pra lá de datada onde viados podem se chamar de viados, "niggas" podem se chamar de "niggas", mas UI UI UI se alguém de "fora do meio" usar o termo. É insulto. é pejorativo. Babaquice em pleno estado porque nós mesmos usamos (e Sergio Falil é gay, até onde eu lembre). A palavra não é minha, nem sua. Não é propriedade de ninguém. Cabe a nós dar o peso a ela.

      Aliás, alguém aqui não tem, nunca viu ou sequer achou graça nesta camisa?

      Excluir
    8. Desculpe, não te conheço, mas seus argumentos não fazem sentido algum. Você está defendendo que a ofensa deve ser aceita, já que basta o alvo não se sentir ofendido para anular seu efeito. Então, se torcedores jogarem uma banana num campo de futebol e começarem a imitar macacos para ofender um jogador negro, não tem problema nenhum, basta o jogador negro não se sentir ofendido. Calúnia, injúria, difamação e racismo devem deixar de ser crimes, afinal segundo sua teoria, basta a vítima não se sentir ofendida. O ofensor é livre para caluniar, difamar, discriminar e ofender, o trabalho e o esforço de não se deixar atingir pelos ataques seria agora do ofendido. Não faz o menor sentido!

      Excluir
    9. Boa, Rick. Falou tudo!!

      Excluir
    10. Sim, Calúnia, injúria e difamação são crimes tão babacas no código penal que dependem de ação penal privada e a procuração precisa de poderes específicos para aquele fato. A maioria dos professores sensatos concorda que são muito mais "ui ui ui" da vítima do que qualquer outra coisa.
      E sim, se o dito jogador do seu exemplo (negro, eu presumo) IGNORAR o insulto, ele flana LINDAMENTE por cima de todo mundo. Não tem resposta melhor do que ignorar um ser pequeno que tenta te atingir desta maneira.

      Excluir
    11. Por isso é melhor sempre resolver tudo civilmente. Danos morais.

      Essa maniazinha de criminalizar tudo é muito patética. Vislumbro aí uma reparação por danos morais muito mais cabível.

      Excluir
    12. Eu ia responder, mas deu preguiça... Argumentos muito fracos, não se sustentam, mas a pessoa quer por pura teimosia insistir em sua teoria...

      Excluir
  16. O pior foi o próprio em uma entrevista sobre essa polemica dizer que a prova de que ele não tem preconceitos é que ele emprega homossexuais.
    Oi? Emprega homossexuais?? E cadê o "eu também sou gay/maricona como de forma divertida ele sugere nas camisetas???
    Emprego homossexuais é o novo "tenho amigos gays" falado por um gay????
    Uma camiseta escrito "C. Ronaldo is gay" tem o mesmo peso que teria uma "Tinga is nigger" (perdoem-me a palavra desprezível, só pra usar um exemplo recente).
    Ninguém pode fazer piada quando se trata de minorias enquanto elas estão morrendo por ódio ou se matando por não aguentarem a pressão por serem quem são.
    Piada sobre nenhuma minoria seja gay, judeu, negro, mulher, deficiente e armênio não é de bom gosto e ponto final, irreverência passa longe desses casos.

    ResponderExcluir
  17. VÃO TRABALHARRRRRRRRRRRRRR VAIDOS DO INFERNO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem vinda SK!

      Excluir
    2. E ainda por cima é burra. ts ts ts

      Excluir
  18. Vaido do Inferno8 de abril de 2014 19:48

    nunca comprei e nunca comprarei, sempre achei uma bosta cara e cafona.

    ResponderExcluir
  19. Aí eu você para p/ ler a nota do Sergio K. em que a empresa diz que não faz, nunca fez e jamais fará qualquer tipo de DISCRIMINAÇÃO contra o público gay, e lá pelo meio encontro a seguinte frase:

    "A Sergio K é voltada para o público jovem e há quatro anos faz parceria com preservativos e distribuiu os mesmo gratuitamente em suas loja."

    Hein? Gay = Discriminação = Camisinha

    Será que só gay pega Aids?

    Vou parar por aqui antes que me acusem de querer fazer polêmica c/ o nome de Sergio K.

    A íntegra da nota pode ser lida em: http://acapa.virgula.uol.com.br/lifestyle/sergio-k-e-acusado-de-homofobia-nas-redes-sociais-por-causa-de-colecao-de-camisetas/1/10/24003

    ResponderExcluir
  20. Vocês precisam de tratamento!!!

    ResponderExcluir
  21. Daniel, o Sergio K das camisetas é K de Kamalakian.
    Você se referindo a ele como Sergio Falil ou você esta prevendo que ele vá falir ou esta confundindo com o finado Sergio Kalil rei da noite gay de São Paulo ou com o Sergio Kalil dono do Spot que graças a Deus esta vivinho!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que seja. Tudo puta e viado mesmo.
      (Ui? Ofendi alguém?)

      Excluir
    2. HAhhahah adoro os perdidos.

      Ele disse Falil porque a familia é falida aqui em SP

      Excluir
    3. Não, só mostrou que és idiota mesmo.

      Excluir
    4. Peraí que eu vou ali me ofender com o "idiota"







      ....






      ....

      Excluir
    5. Daniel, não é por não ter se ofendido que você deixa de ser Idiota.

      Excluir
  22. È caro colunista, se fosse nos EUA ele poderia até doar pra entendidades pro GLBT os lucros, mas no Brasil ele ganhou foi mais consumidores. No Brasil só há um culpado por qualquer problema: o governo. A sociedade brasileira não gosta de culpar empresários. Não há qualquer ação de boicote ou escolha de marcas com base em algum princípio ético...e gays vão continuar pagando mais de R$300 numa pólo porcaria Sérgio K. Eu não compro nunca mais!

    ResponderExcluir
  23. E o que ele falou de melhores vendedores serem gays é bem pior do que os que dizem ter "amigos gays"....só não digo o que penso a esse respeito pois vão achar que estou desmerecendo algumas profissões.

    ResponderExcluir
  24. Mas gente, ele n he viado afinal?

    ResponderExcluir