quarta-feira, 2 de abril de 2014

O LADO FLAMEJANTE DA LUA

Um dos grandes mistérios da cultura pop: por quê, ó raios, que "The Dark Side of the Moon", do Pink Floyd, "sinca" perfeitamente como "O Mágico de Oz"? O disco parece ter sido concebido como uma trilha sonora alternativa ao filme, mas Roger Waters e sua turma jamais admitiram isto. Agora esta cebola ganha mais uma camada: a banda americana The Flaming Lips lançou ontem "The Flaming Side of the Moon", que é para ser ouvido JUNTO com o "Dark Side" - e a experiência fica ainda mais psicodélica se ambos forem tocados ao mesmo tempo que o clássico de Judy Garland. Esta maconha sonora pode ser apreciada aqui em estado puro, e quem tiver preguiça ou inaptidão para sincronizar as três obras pode degustá-las juntas aí embaixo. Ó internet, a cada dia que passa eu te amo mais. Te amo mais.

3 comentários:

  1. Promo comment: URL do ~blog~ atualizada novamente no meu perfil. Tributo a Bianca Del Rio do RuPauls Drag Race.

    http://31.media.tumblr.com/tumblr_m3ezz39Exb1r3ty02o1_400.gif


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tom Selleck's Briefs3 de abril de 2014 23:00

      São dois classicos né? o filme com Garland e o album do Pink Floyd... Será que o do Flaming Lips consegue essa .longevidade? De qualquer forma, lembro que o Mágico... já rendeu nos anos 1970 um musical adaptado p/ o cinema que tinha Michael Jackson como o espantalho, aquele sim tinha uma trilha estranhíssima e sombria, especialmente as composições instrumentais.

      Excluir
  2. Flaming Lips já tinha lançado um cd quádruplo onde todos os discos eram pra ser ouvidos ao mesmo tempo. uma demixagem do ábum tradicional. foi meio flop.

    ResponderExcluir